in

MITA: confira os destaques do segundo dia de festival

A edição de São Paulo teve fim com shows de Gorillaz, Two Door Cinema Club, Marcelo D2, Liniker e mais

mita
Foto: Isabella Zeminian/Tracklist

A primeira edição do MITA Festival em São Paulo chegou ao fim neste domingo (16) com muitos destaques. O segundo dia do festival levou um público ainda maior para a Spark Arena com uma programação feita para todos os gostos.

O MITA se decidiu da capital paulista com espetáculos de Gorillaz e Two Door Cinema Club, shows contagiantes de Marcelo D2, Matuê e Heavy Baile e recitais de Liniker e Letrux. Agora, o festival segue para o Rio de Janeiro, onde será realizado nos dias 21 e 22 no Jockey Club.

Leia também: MITA: confira os destaques do primeiro dia de festival

Além da maioria das atrações que estiveram presentes em São Paulo, a edição carioca também conta com nomes como The Kooks, Jão, Marcos Valle e Alice Caymmi em seu line-up.

mita
Foto: Isabella Zeminian/Tracklist

Confira os principais destaques do segundo dia do MITA:

Gorillaz

Com o show mais aguardado de todo o festival, o Gorillaz superou todas as expectativas com um verdadeiro espetáculo no MITA. A banda “virtual” de Damon Albarn fez um show irretocável do início ao fim, tocando os seus maiores sucessos e com a presença de vários convidados sobre o palco em diversos momentos.

A apresentação começou com “M1A1”, que levou os fãs ao delírio em um clima que persistiu pela Spark Arena durante as primeiras músicas, principalmente em canções como “Last Living Souls” e “19-200”. Em ambas, Damon desceu do palco e foi cantar com o público, o que animou ainda mais uma multidão que já estava em êxtase.

As animações foram reproduzidas nos telões para simular a performance do grupo, com 2D, Murdoc, Noodle e Russel tocando as faixas enquanto Damon e os demais músicos se apresentavam no Palco Villa-Lobos. O show foi um verdadeiro espetáculo visual, entregando toda a energia que os fãs esperavam viver em uma noite de Gorillaz.

Ao longo de toda a apresentação, a banda chamou convidados para o palco, somando à atmosfera. Bootie Brown cantou “Dirty Harry” e “Stylo” ao lado do grupo, enquanto o De La Soul performou “Superfast Jellyfish” e os icônicos versos de “Feel Good Inc.”, entoados aos gritos pelo público. Tocada em sua versão original e também com o remix de Sweetie Irie, “Clint Eastwood” encerrou o show como a música mais cantada da noite, dando fim ao melhor show do MITA.

Matuê

Com a energia de sempre, Matuê foi responsável por encerrar a programação do Palco Deezer no MITA. O cantor fez o público pular e vibrar ao som de seus principais sucessos, como “Quer Voar”, “Kenny G”, “Groupies”, entre tantos outros, em um repertório maior do que de costume que animou a todo o festival.

Two Door Cinema Club

Apesar de não contar com seu vocalista principal, Alex Trimble, o Two Door Cinema Club fez um dos shows mais contagiantes do MITA e certamente não decepcionou os fãs. O frontman foi desaconselhado pelos médicos a viajar ao Brasil devido a um problema de saúde e foi substituído pelo amigo David Clements, que deu conta do recado durante todo o show.

A banda tocou os seus principais sucessos e contou com a presença de vários fãs brasileiros, que pularam, cantaram e se divertiram ao longo da apresentação. Com músicas de todas as fases de sua carreira, incluindo hits como “What You Know”, “Undercover Martyn” e “Sun”, o grupo fez a multidão dançar e animou o MITA no início da noite.

mita
Foto: Isabella Zeminian/Tracklist

Marcelo D2

Um dos maiores nomes do rap nacional, Marcelo D2 fez um dos shows mais animados do MITA nesse domingo (15). Ovacionado pelos fãs e diante de um grande público no Palco Deezer, o cantor levantou a energia do festival com seus principais sucessos e seus lançamentos mais recentes, como o repertório dos discos “Assim Tocam os Meus Tambores” e “Amar é Para os Fortes”.

Ao lado de seu filho, o também rapper Sain, e da mulher Luiza Machado Peixoto, D2 passeou por grandes hits de todas as fases de sua carreira, como “Desabafo / Deixa Eu Dizer”, “Qual É” e “Febre do Rato”, para aquecer a multidão que se formou para assisti-lo na Spark Arena, e assim entregou umadas grandes e mais aplaudidas performances do festival.

mita
Foto: Isabella Zeminian/Tracklist

Liniker

Liniker chegou ao MITA para aquecer os corações e acalmar os ouvidos no Palco Villa-Lobos, e assim fez uma das grandes apresentações do fim de semana. Com uma das performances mais poderosas do dia, a cantora entregou o talento e a sensibilidade que fazem jus ao seu status como um dos maiores nomes da música brasileira hoje.

As músicas de seu último disco, “Índigo Borboleta Anil”, foram a base para o seu repertório, variando desde as mais animadas, como “Antes de Tudo” e “Lua de Fé”, até as mais tocantes, como “Lili” e “Psiu”. Espalhando vários sorrisos pela multidão e bastante animada no palco, Liniker homenageou a nova fase de sua carreira com um verdadeiro recital no MITA.

mita
Foto: Isabella Zeminian/Tracklist

Heavy Baile

O Heavy Baile transformou a Spark Arena em uma grande pista de dança durante sua apresentação no MITA. Com um espetáculo muito bem encenado e muito, mas muito animado, MC Tchelinho, Célly I.D.D, Jonathan Santos e Sabrina Ginga performaram ao som de grandes sucessos do funk e compartilharam o alto astral com o público no Palco Deezer.

Com TH4I e Rocha Ishi comandando o som, ninguém ficou parado durante todo o show, que marcou um dos grandes momentos de todo o MITA. Ao fim da apresentação, Tchelinho desceu do palco para dançar com o público, e formando uma roda enorme o festival se despediu do Heavy Baile com muita alegria e energia.

mita
Foto: Isabella Zeminian/Tracklist

Letrux

Debaixo de um forte sol, Letrux deu início à programação do Palco Villa-Lobos com talento e carisma únicos. Interagindo bastante com o público e com vários números durante o show, a cantora apresentou as músicas de seus dois aclamados discos, “Letrux Aos Prantos” (2020) e “Letrux em Noite de Climão” (2017), para contagiar os fãs – e assim o fez, com uma grande performance para levantar a Spark Arena.

Coruja BC1 e Larissa Luz

Diante de um público modesto ainda no início da tarde, Coruja BC1 cantou seus principais sucessos e protestos no segundo dia do MITA. Com o repertório de seu último disco, “Brasil Futurista”, o rapper levou sua energia ao Palco Deezer e também convidou Larissa Luz para a apresentação, que ajudou a levantar a audiência para o restante do dia.

Jean Tassy

Anunciado no início da semana como parte da line-up do MITA, Jean Tassy foi responsável por abrir os trabalhos no segundo dia do MITA. Logo ao meio-dia, o cantor subiu ao Palco Deezer para se apresentar para um público que ainda começava a se formar, mas, mesmo assim, entregou seu talento em uma performance para os fãs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Loading…

    0