Na última semana, tive o prazer de entrevistar Vance Joy. O artista faz parte do line up do Lollapalooza Brasil 2017 e se apresenta no dia 26 de março no festival.

Vance tem uma história que inspira: O cantor e compositor largou sua graduação em direito para seguir seu sonho em uma carreira artística. Em pouco tempo, passou de apresentações singelas para o palco do show de uma das maiores turnês do mundo.

Com sua educação e simpatia, Vance respondeu cada uma das perguntas que fiz de maneira reflexiva.

Confira a entrevista:

Você está num momento de divulgação dos shows que vai fazer e de novos trabalhos que estão por vir. Está preparado para o batalhão de entrevistas que vai enfrentar? Tem alguma coisa que você já está cansado de responder?
Eu tive um bom período de descanso, então acho que estou preparado para as entrevistas e para tudo que vai acontecer. Não tem uma pergunta específica que estou cansado de responder, mas geralmente quando perguntam sobre o conteúdo das letras é algo menos prazeroso de responder. Gosto que o trabalho fale por si, que as pessoas aprendam e descubram as letras e não precisar explicar o que cada música significa.

Você teve muita coragem e se expôs a um grande risco quando decidiu deixar sua graduação em Direito para tentar uma oportunidade na música. Em algum momento você pensou em desistir?
Eu acho que com a minha música e o meu trabalho sempre tive baixas expectativas para não me decepcionar caso não desse certo. Eu só queria gravar e fazer isso da melhor forma possível. Eu nunca me senti pressionado com isso. Acredito que ainda estaria escrevendo músicas mesmo tendo outro emprego, provavelmente formado, mas me dedicando paralelamente a isso.

E olha só, no fim deu tudo certo.
Sim! No fim deu tudo certo mesmo. Eu nem acredito que estou tendo as oportunidades que estou tendo.

Você esteve em muitos lugares recentemente com a 1989 tour da Taylor Swift. Você tem alguma memória especial dessa época?
Posso dizer que foi um dos momentos mais divertidos da minha vida. Em especial, posso citar quando fomos para Austrália e tive a oportunidade de me apresentar na minha cidade natal e meus amigos e família estavam lá. Os shows foram incríveis, com muita energia.

Como é ter seu trabalho “abraçado” e apoiado por Taylor Swift e os fãs dela?
É ótimo. Eu acho que ela tem uma grande fã base e o fato dela tocar a minha musica na BBC e de me dar uma chance em seus shows foi muito incrível. Eu ainda tive a oportunidade de presenciar todos os bastidores.

Mas você acabou não vindo para o Brasil, essa vai ser sua primeira vez. Quais são suas expectativas?
Sim! Eu nunca fui e tudo vai ser tão novo. Eu espero que seja legal e vai ser bom conhecer os fãs. Além disso, vou ter uns dias para vivenciar a cidade de São Paulo, tenho uns amigos que moram lá, então, vai ser interessante. Mal posso esperar!

Faz um tempo que você não lança nenhum material novo. Os fãs já estão loucos querendo novas músicas para cantar nos shows. Alguma novidade?
Fico feliz dos fãs quererem novas coisas. Estou no processo de gravar e escrever novas músicas, no processo de buscar inspiração voltando para casa, com amigos e família, ter uma pausa.

Falando em pausa, você não é muito de postar nas suas redes sociais. Você gosta de ter esses momentos de pausa da vida digital?
Eu gosto de postar coisas, mas também gosto de ficar em silêncio. Me preocupo às vezes se as pessoas se importam com o que estou fazendo. Mas o principal é a música. Mesmo assim, é muito legal quando as pessoas podem ver sua personalidade nas mídias sociais.

Você está empolgado com o show do Lollapalloza? Quer ver o show de alguém por lá?
Sim estou! Vou adorar ver o The XX, The Weeknd, The 1975 e dançar ao som deles.

E o que você gostaria de dizer ao seus fãs do Brasil?
Estou muito feliz e orgulhoso de ir tocar para vocês. Saibam que quero voltar para mais além desse show.

Comentários

Alguns direitos reservados / 2013 - 2016.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.