Entrevista: IZA fala sobre representatividade em “Gueto” e orgulho das suas origens

Dando o pontapé inicial para a promoção do seu novo álbum com o lançamento de “Gueto”, IZA traça uma importante linha da sua infância

Por em 23 de junho de 2021

“Debaixo da sua trança tem história pra contar”, e como tem IZA! Celebrando com honraria e paixão suas origens, a carioca traz em “Gueto” a sua visão e perspectiva como uma ex-moradora de Olaria, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro, onde a artista nasceu, e assim como qualquer outro brasileiro, aprendeu a viver os melhores momentos de sua vida. Tanta história assim será contada nesta entrevista com IZA, mas calma que ainda tem mais!

Acompanhado de uma super produção, o videoclipe da faixa carro-chefe do seu segundo álbum de estúdio é com orgulho o enaltecimento de suas raízes como brasileira, mulher e negra. Conversando diretamente com a população e com a cultura do Brasil, o material visual carrega o melhor da nossa nação. De futebol a bandeira do país, “Gueto” detém de um olhar singelo sobre os pequenos prazeres que a jornada de ser um sujeito brasileiro possui.

IZA também traz aquilo que ela define como “lisonjeador”, o poder de ser uma artista feminina racializada ocupando espaços de destaques na indústria musical.

Hoje, a cria de Olaria é uma das maiores expoentes do Pop brasileiro, e como uma cantora que entende de sua representatividade para com milhões de outras mulheres e com a comunidade negra, o papel de transformar sua arte em uma mensagem que traga significância e identificações é um dos principais legados que pretende deixar para a história da música no Brasil.

Por essas e outras, o Tracklist fica muito feliz em realizar uma entrevista com IZA. No bate-papo, compreendemos um pouco mais sobre “Gueto”, seu novo e recém-lançado sucesso musical. Confira!

iza fala com o tracklist em entrevista e fala sobre seu novo single "gueto"
Foto: Rodolfo Magalhães

Leia também: IZA: 5 números que mostram o sucesso de ‘Dona de Mim’

Entrevista com IZA

TRACKLIST: “Gueto” é uma música composta por você, ao lado de Pablo Bispo, Ruxell e Sérgio Santos. Como foi criar uma canção tão representativa com a colaboração de pessoas que estão sempre ao seu lado, como seu marido, por exemplo? A sintonia e harmonia que vocês possuem são elementos que ajudam a chegar no resultado que você tanto queria na composição?

IZA: Essa música foi feita, literalmente, em família. Além disso, eu sei que a mensagem que eu trago nessa música é muito verdadeira para eles também. Foi uma produção muito intensa, bem visceral. Com certeza nossa sintonia colaborou para o resultado, e a sensação de ver ela pronta foi muito boa pra mim.

TRACKLIST: A canção é carro-chefe do seu segundo álbum. Se pudéssemos tirar um pouco do visual do clipe e do significado da faixa para entender o seu próximo disco, o que você poderia nos dizer sobre esse novo projeto? O que ele trará como principal referência?

IZA: Posso dizer que, assim como “Dona de Mim”, o segundo álbum será bem diverso e com muitas misturas. Tenho dito que “Gueto” é só a ponta do iceberg. A musicalidade dele é um pouco do que o público pode esperar do novo álbum.

TRACKLIST: O clipe de “Gueto” traz referências da sua vida em Olaria. Como foi o processo de escolha dos elementos culturais e tradicionais do seu bairro para o visual do videoclipe?

IZA: Foi tudo muito natural. Eu quis mostrar a essência do bairro onde eu nasci, com pessoas felizes, que gostam de estar juntos fazer festa na rua, pintar o chão quando tem Copa. A ideia é mostrar o gueto colorido que é vivo na minha cabeça e que existe de verdade. A ideia da letra e do clipe veio de um orgulho muito grande que eu sinto de todas as coisas que conquistei até hoje. Queria mostrar elementos que celebrassem tudo o que aconteceu na minha carreira até hoje.

TRACKLIST: A valorização da beleza e representatividade negra é algo que reflete muito no seu trabalho. Como você se sente ao se ver nessa posição de artista que transforma e aborda assuntos tão pertinentes ao ponto de impactar o seu público que é tão jovem?

IZA: Eu sempre digo que lembro a menina que eu era e a importância de me ver nos lugares, de me sentir representada. E acho importante passar isso para as meninas. Me sinto lisonjeada de ser inspiração para outras meninas.

TRACKLIST: Você é uma artista que planeja com muita cuidado e detalhe suas Eras. O que você planeja para essa nova fase musical? O que sua música promete trazer para o cenário musical brasileiro? novas melodias, diferentes gêneros musicais, colaborações ainda não feitas…o que a gente pode esperar?

IZA: Com certeza o novo álbum terá muitas misturas e “Gueto” têm boas pistas a respeito da sonoridade que virá no disco novo. Posso contar que vou ter novas parceiras também, Luccas Carlos e Rael já posso confirmar, e com outros produtores.

iza fala com o tracklist em entrevista e fala sobre seu novo single "gueto"
Foto: Rodolfo Magalhães

TRACKLIST: “Gueto” traz diferentes influências musicais que vão desde o afrobeat, dancehall e pop. Como se deu a produção da canção? Vi que ela estava pronta desde outubro.

IZA: Sim. Ela estava pronta desde outubro do ano passado. Eu não via a hora do púbico ouvir e assistir ao clipe porque eu queria mostrar para as pessoas que elas podem ter orgulho de serem quem são. Ela não saiu antes por conta da pandemia mesmo, que dificultou um pouco na gravação do clipe. Mas ela foi produzida em casa, no estúdio que temos.

TRACKLIST: Com tantos aspectos da cultura brasileira dentro do videoclipe, como você lida com essa ideia de ser uma das artistas que mais reflete nossa cultura nos seus trabalhos? Qual o significado disso para você?

IZA: Minhas músicas e meus clipes refletem o que eu sou. São as minhas vivências e meu ponto de vista. E acho interessante saber que meu ponto de vista é uma questão atual que precisa ser dita, que também está na cabeça das outras pessoas e que elas acabam se conectando com isso. A gente só tem noção do papel que exercemos na vida das pessoas, quando elas nos retornam as vivências delas com a nossa música, as experiências que têm lendo uma entrevista nossa. E isso significa muito para mim!

TRACKLIST: Quais foram os desafios da pandemia que mais pesaram na hora da criação da faixa e dovideoclipe?

Como a música estava pronta há muito tempo, fiquei repensando muito o lançamento dela. Era pro clipe ser lançado há muito tempo, mas por conta da pandemia, fomos adiando, porque tudo oscilava demais. Foi complicado porque eu não via a hora de me comunicar com o meu público, mas ao mesmo tempo não queria sacrificar o clipe do ponto de vista criativo, por conta da logística e das dificuldades que a pandemia trouxe.

TRACKLIST: Além da sua origem e vivência, qual outra mensagem podemos encontrar em “Gueto”? O que mais você tentou passar para o público com a letra e videoclipe da música?

IZA: A principal mensagem era que todos sentissem orgulho de suas origens, que eles se sintam orgulhosos mesmo de serem quem são. Colocar isso nos meus clipes é uma questão séria para mim porque eu quero que as pessoas se sintam representadas, porque acho que isso realmente muda a vida.

TRACKLIST: “Gueto” é só o começo de uma grande jornada musical que você está preparando para o seu segundo álbum de estúdio. De que maneira você quer marcar essa nova Era, qual legado você promete deixar com esse novo trabalho?

IZA: Assim como todas as músicas e clipes que eu lanço, quero realmente mostrar que as pessoas podem e devem estar onde quiserem.

iza fala com o tracklist em entrevista e fala sobre seu novo single "gueto"
Foto: Rodolfo Magalhães

Gostaram da entrevista com a IZA? E estão ansiosos para o seu segundo projeto discográfico? Ele está cada vez mais perto de chegar nas plataformas de streamings.

Conta pra gente no nosso Twitter!


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!