in ,

Entrevista: 2Z fala sobre turnê, carreira e expectativas com show no Brasil

Grupo de k-pop vem ao país pela primeira vez, passando pelo Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza e São Paulo

Foto: Divulgação

O 2Z, grupo de k-pop formado por Ho Jin (vocais), Ji Seob (guitarra), Jung Hyun (baixo), Bum Jun (bateria) e Zunon (percussão e teclados), conversou em entrevista para o Tracklist sobre suas expectativas para a turnê por aqui no Brasil.

O quinteto sul-coreano virá ao país pela primeira vez, com a turnê “A Crash Landing”. Terão uma apresentação em São Paulo e sessão de autógrafos no Rio de Janeiro, em Recife e Fortaleza. Além de músicos, os integrantes são modelos e um deles é ator.

Conheça mais sobre o trabalho deles na entrevista completa abaixo!

Entrevista com 2Z

Olá, pessoal! Muito legal a notícia que vocês vêm ao Brasil pela primeira vez. O que vocês já conhecem sobre o país? E o que mais estão ansiosos para conhecer por aqui?

JUNG HYUN: Há tantas coisas que eu já sei sobre o Brasil. Conheço vários jogadores de futebol, o Corcovado e Cristo Redentor, e Foz do Iguaçu que eu vejo muito sobre na TV. Também conheço o samba e o Carnaval do Rio de Janeiro! Mas, acima de tudo, ouvi dizer que o povo do Brasil é muito entusiasmado e animado.

Há apenas uma coisa que esperamos dos nossos fãs no Brasil em junho: é o cenário em que a gente canta e se diverte junto na sala de show, emocionando o público e nós os imaginamos dançando também! Além disso, faremos apresentações acústicas nos demais eventos [de autógrafos], além do show [em São Paulo]. É emocionante imaginar todo mundo cantando junto nossas músicas aí no Brasil.

Sobre os shows, como estão as expectativas para conhecer o público brasileiro?

ZUNON: Eu ouvi falar que os fãs no Brasil são cheios de paixão e energia. Estou tão ansioso que eu mal consigo dormir, porque será a primeira turnê do 2Z com esse fandom brasileiro. Eu espero que muitas pessoas venham ver as nossas performances. Nós estamos trabalhando bastante para nos preparar para os que estão aguardando o show do 2Z.

Foto: Divulgação

Outro dia, eu estava vendo várias apresentações de shows no Brasil e México, de artistas como The 1975, Coldplay e BTS, e a visão do público cantando, dançando e aplaudindo junto me deixou muito animado. Então, estou ansioso para visualizar esses momentos em todos os dias durante a nossa turnê.

Agora, sobre a sonoridade do grupo. Como vocês descobriram o caminho que queriam seguir, musicalmente falando?

HO JIN: Quando nós começamos a banda, pensamos que tínhamos que seguir o caminho que precisa trilhar como banda para nos tornarmos “músicos de verdade”. Atualmente, a tendência do mercado global de música não é música de rock mainstream. Porém, é claro, tentamos fazer música que uma banda deve fazer, e nossos produtores realmente nos ajudaram muito.

No entanto, tentamos não perder as cores da música pop porque somos pessoas que querem se comunicar com o público. A música do 2Z é caracterizada por uma melodia pop e uma bela harmonia, mesmo dentro da batida rápida e intensa.

Quais artistas que mais inspiram vocês nesse cenário?

BUM JUN: Coldplay. É a minha banda favorita. Sou inspirado por eles e sempre gostei das apresentações que via no YouTube. Eu acho que as cores únicas do Coldplay, sonoridade da banda e a mensagem musical que eles passam são semelhantes à direção que queríamos transmitir – como 2Z.

Eu acho que nós temos muito a aprender com a história e música do Coldplay. Na verdade, quando assisti ao videoclipe de “Higher Power”, pensei que poderíamos nos expressar na dança como o Coldplay. Por isso, tentamos expressar no clipe de “East End” um novo jeito nosso por meio da dança.

Essa é a inspiração que recebemos do Coldplay. Mais para frente, se eu tiver uma chance, quero me apresentar com o Coldplay e me divertir em uma colaboração de palco.

Como foi a adaptação do processo criativo de vocês no pós-pandemia?

JI SEOB: Nós temos uma música chamada “Stupid”. É uma canção sobre nossos sentimentos ao encontrar pequenas alegrias nas nossas frustrações diárias da vida devido a influência da pandemia. Assim, tentamos expressar o que nós sentimos diariamente em nossas vidas nessa música, mesmo que tenha sido em uma situação de pandemia.

No entanto, devido à pandemia, tornou-se difícil sair e filmar os materiais ao ar livre. Por isso, criamos conteúdo no estúdio todos os dias. Porém, pensei em transformar a crise em uma oportunidade. Então, como resultado de não pararmos e nos desafiarmos, a gente se tornou uma banda com 27 músicas originais em dois anos.

Como é aliar a carreira de cantor com ator e modelo?

HO JIN: Os membros do 2Z, inclusive eu, pensávamos que a expressão no campo das artes é a mesma coisa. Há muitas semelhanças nos trabalhos como ator, modelo e músico, e acho que há muitas diferenças em como expressá-los.

Meu maior e mais importante objetivo é ter sucesso como banda, mas achei que seria significativo me desafiar em novas expressões e promover o 2Z por meio da atuação. No futuro, quero mostrar vários aspectos diferentes da banda, como a atuação e a música.

Sobre o 2Z

O 2Z começou em janeiro de 2020, com o lançamento do EP “We Tuzi”. Nas suas redes sociais, a banda faz sucesso tocando covers de hits do k-pop em versões mais pesadas, apostando em um estilo pop rock que agrada tanto os fãs de k-pop quanto aqueles que não são tão familiarizados com as batidas dançantes do pop coreano. Em sua discografia, o 2Z traz um álbum, três EPs e três singles digitais.

Links oficiais do 2Z:
YouTube – http://www.youtube.com/c/2ZOfficial​
Facebook – https://www.facebook.com/2zbandOfficial/​
Twitter – https://twitter.com/official2z​
Instagram –  https://www.instagram.com/2zband_official/

Saiba mais sobre a turnê deles aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Loading…

    0