Três anos após o lançamento de seu último álbum de estúdio, o Linkin Park retornou em peso para a indústria fonográfica com o seu controverso novo disco, “One More Light”. Apesar de dividir opiniões entre os fãs da banda, o trabalho obteve um grande desempenho comercial pelo globo — o suficiente para alcançar o topo da parada musical dos Estados Unidos e debutar entre as primeiras posições no Reino Unido.

Enquanto isso, as listas de singles de ambos os lados do oceano Atlântico continuam a ser dominadas pelo sucesso latino “Despacito”, originalmente gravada por Luis Fonsi e Daddy Yankee e globalmente impulsionada pelo remix com a participação especial de Justin Bieber. Contudo, a canção é seguida de perto pelo material de artistas como Bruno Mars, DJ Khaled e Liam Payne — que estreia em destaque nessa semana com a sua primeira música de trabalho solo, “Strip That Down”.

BILLBOARD
ESTADOS UNIDOS

Pela terceira atualização consecutiva, o sucesso epidêmico de “Despacito”, parceria entre os porto-riquenhos Luis Fonsi e Daddy Yankee reforçada pelos vocais de Justin Bieber, permanece líder absoluto da Billboard Hot 100. A canção se mantém à frente da tabela com cerca de 137 mil vendas digitais e 65,4 milhões de audições em serviços de streaming, além de também ter sido reproduzida para uma audiência de 88 milhões de pessoas nas rádios americanas.

A faixa é acompanhada por “That’s What I Like”, mais recente hit de Bruno Mars, e “I’m The One”, superparceria de DJ Khaled com Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne, que se encontram estacionados nos segundo e terceiro lugares, respectivamente. Ambas as músicas têm conquistado destaque em downloads, mesmo ainda estando abaixo de “Despacito” em tal quesito.

Apesar de ter descido para a quinta colocação, Ed Sheeran conquistou um grande feito nessa semana com o desempenho de “Shape Of You”. A canção se torna o primeiro single da história da Billboard Hot 100 a permanecer por mais de 20 atualizações entre as cinco faixas melhor posicionadas da tabela, superando o histórico de “Sorry”, sucesso de Justin Bieber que ocupou tal região da lista por 19 vezes entre 2015 e 2016.

Mais abaixo, “Stay”, parceria de Zedd com a cantora Alessia Cara, retorna à sua posição de pico ao reassumir o sétimo lugar. A atual música de trabalho do produtor tem ascendido na parada devido às suas promoções digitais — estratégia esta que vem sendo amplamente utilizada por vários artistas (assim como Kygo, que volta à décima colocação com “It Ain’t Me”, gravada ao lado de Selena Gomez) para maior sucesso nas paradas.

Com isso, as dez primeiras posições da Billboard Hot 100 nessa semana se encontram da seguinte forma:

1. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (-)
2. “That’s What I Like”, Bruno Mars (-)
3. “I’m The One”, DJ Khaled com Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne (-)
4. “HUMBLE.”, Kendrick Lamar (5–4)
5. “Shape Of You”, Ed Sheeran (4–5)
6. “Mask Off”, Future (7–6)
7. “Stay”, Zedd e Alessia Cara (9–7)
8. “Something Just Like This”, The Chainsmokers e Coldplay (6–8)
9. “XO TOUR LLif3”, Lil Uzi Vert (8–9)
10. “It Ain’t Me”, Kygo e Selena Gomez (12–10)

A semana de abertura de “One More Light”, mais novo trabalho de estúdio do Linkin Park, não poderia ter sido melhor. A banda estreia na primeira colocação da Billboard 200, emplacando o seu sexto disco diretamente no topo da lista americana — feito este alcançado por apenas nove outros grupos de rock na história da parada.

Nos primeiros dias após o seu lançamento oficial, o álbum acumulou o equivalente a aproximadamente 111 mil unidades comercializadas, sendo 100 mil destas contabilizadas a partir do modelo tradicional de vendas (físicas e digitais) e os outros 11 mil por meio de streams. Apesar de ter garantido a liderança, o disco foi ameaçado por “DAMN.”, mais recente projeto de Kendrick Lamar que chegou à 98 mil cópias distribuídas e subiu para a segunda posição.

“One More Light” é o único lançamento da atualização entre os dez primeiros lugares da tabela. Enquanto isso, dois trabalhos retornaram às posições de destaque com índices crescentes de vendagem: “Culture”, último álbum de estúdio do Migos que escala para o décimo degrau da lista; e a coletânea “Epic AF”, que ascende para a nona colocação.

Entretanto, estes não foram os únicos dois álbuns com saldo positivo nessa semana. “More Life”, mais recente trabalho de Drake, “÷”, último título lançado por Ed Sheeran, e “24K Magic”, de Bruno Mars, subiram três posições cada rumo aos quarto, sexto e sétimo lugares, respectivamente, aproveitando-se da queda da trilha sonora de “Guardiões da Galáxia Vol. 2”.

As dez primeiras posições da Billboard 200 em sua mais recente atualização são ocupadas pelos seguintes trabalhos:

1. “One More Light”, Linkin Park (*)
2. “DAMN.”, Kendrick Lamar (3–2)
3. “Harry Styles”, Harry Styles (1–3)
4. “More Life”, Drake (7–4)
5. “From A Room: Volume 1”, Chris Stapleton (4–5)
6. “÷”, Ed Sheeran (9–6)
7. “24K Magic”, Bruno Mars (10–7)
8. “Guardians Of The Galaxy, Vol. 2: Awesome Mix, Vol. 2 (Official Motion Picture Soundtrack)”, trilha sonora de “Guardiões da Galáxia Vol. 2” (5–8)
9. “Epic AF”, coletânea (12–9)
10. “Culture”, Migos (13–10)

OFFICIAL CHARTS
REINO UNIDO

A febre de “Despacito”, hit de Luis Fonsi e Daddy Yankee regravado com Justin Bieber, não deve chegar ao fim tão cedo. O sucesso latino ocupa o topo da parada britânica de singles pela terceira semana consecutiva com cerca de 114 mil unidades vendidas, contabilizadas a partir de seus 51 mil downloads e 9,4 milhões de execuções em plataformas de streaming.

“Despacito” é a primeira canção de um artista porto-riquenho a assumir a liderança do Official Charts desde 1999, quando “Livin’ La Vida Loca”, de Ricky Martin, bombou pelo Reino Unido e dominou a tabela por três atualizações, bem como o single de Luis Fonsi.

A maior entrada da semana fica por conta de “Strip That Down”, primeira música de trabalho lançada por Liam Payne como artista solo. A nova faixa do cantor, produzida em colaboração com o rapper Quavo, abre na terceira colocação, tornando-se a quarta melhor estreia entre os projetos individuais dos integrantes do One Direction (atrás de “Just Hold On”, parceria de Steve Aoki com Louis Tomlinson que assumiu a segunda posição, e as ex-líderes “Pillowtalk” e “Sign Of The Times”, de Zayn Malik e Harry Styles, respectivamente).

Além de “Strip That Down”, há outra novidade entre os dez singles melhor posicionados no Reino Unido. Trata-se de “Attention”, atual música de trabalho de Charlie Puth que chega à uma nova colocação de pico na tabela ao subir para o nono lugar, sendo assim a terceira faixa do cantor a aparecer em tal região.

Um pouco mais abaixo, na 11ª colocação, vale destacar a ascensão de “One Last Time”, single de Ariana Grande que reentrou na tabela após o atentado terrorista ocorrido na saída da apresentação da cantora na Manchester Arena, em Manchester, na Inglaterra, deixando 22 mortos e 64 feridos.

Confira como ficam as dez primeiras colocações da parada britânica de singles:

1. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (-)
2. “I’m The One”, DJ Khaled com Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne (-)
3. “Strip That Down”, Liam Payne e Quavo (*)
4. “There’s Nothing Holdin’ Me Back”, Shawn Mendes (-)
5. “Symphony”, Clean Bandit e Zara Larsson (3–5)
6. “Unforgettable”, French Montana e Swae Lee (8–6)
7. “Shape Of You”, Ed Sheeran (5–7)
8. “Swalla”, Jason Derulo com Nicki Minaj e Ty Dolla $ign (7–8)
9. “Attention”, Charlie Puth (12–9)
10. “Sign Of The Times”, Harry Styles (6–10)

Quase três meses após o seu lançamento, “÷”, mais recente álbum de estúdio de Ed Sheeran, continua brilhando em vendas pelo Reino Unido. E, com a estabilidade de seus grandes números comerciais, o disco desbancou o trabalho homônimo de estreia solo de Harry Styles e retornou ao topo da parada britânica por uma décima semana não consecutiva.

Com isso, o disco não se posicionou abaixo da vice-liderança da lista desde que debutou na primeira colocação no mês de março, da mesma forma que “Human”, trabalho de estreia de Rag’n’Bone Man que se encontra no terceiro lugar, não abandonou os cinco primeiros degraus da lista desde o seu lançamento, em fevereiro.

Ao contrário do que nos Estados Unidos, o Linkin Park não conseguiu assumir a liderança com seu trabalho inédito, “One More Light”. Porém, a banda obteve a maior estreia da semana em território britânico ao assumir a quarta posição da tabela, marcando a oitava aparição do grupo de Chester Bennington e Mike Shinoda entre os dez melhor colocados.

Outros dois trabalhos recém-lançados debutam entre as posições de destaque do Official Charts nessa atualização. São eles “Engelbert Humperdinck: 50”, coletânea de sucessos de Engelbert Humperdinck que ocupa o quinto lugar; e “Would Be Gone”, disco inédito do Erasure que estreia na sexta colocação.

Os dez álbuns de maior destaque nessa semana no Reino Unido são:

1. “÷”, Ed Sheeran (2–1)
2. “Harry Styles”, Harry Styles (1–2)
3. “Human”, Rag’n’Bone Man (-)
4. “One More Light”, Linkin Park (*)
5. “Engelbert Humperdinck: 50”, Engelbert Humperdinck (*)
6. “Would Be Gone”, Erasure (*)
7. “Common Sense”, J HUS (6–7)
8. “For Crying Out Loud”, Kasabian (7–8)
9. “More Life”, Drake (8–9)
10. “A Kind Revolution”, Paul Weller (5–10)


O lançamento surpresa de “True To Self”, disco inédito de Bryson Tiller liberado com um mês de antecedência, e a chegada de “El Dorado”, aguardado novo trabalho de estúdio de Shakira, devem manter ambas as listas de álbuns movimentadas na próxima semana, assim como os novos projetos de Lil Yachty e Gucci Mane e a edição comemorativa do quinquagésimo aniversário do clássico “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, dos Beatles. Todavia, os destaques deverão variar entre as tabelas americana e britânica.

Outra incógnita se mantém acerca das tabelas de singles para a próxima atualização. As constantes promoções digitais de faixas como “Believer”, do Imagine Dragons, e “Slow Hands”, de Niall Horan, podem aumentar as chances de ambas as canções aparecerem em evidência, embora ainda seja pouco provável devido ao peso dado aos streams.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.