Com a maior rivalidade no cenário musical britânico desde os tempos de Oasis e Blur, os irmãos Gallagher parecem que disputarão as paradas de sua terra natal por um bom tempo. Depois de Liam debutar no topo com seu primeiro álbum de estúdio solo, “As You Were”, em outubro, desta vez o projeto solo do irmão, Noel Gallagher’s High Flying Birds, retorna à primeira colocação do Reino Unido com a chegada de seu novo disco, “Who Built The Moon?”.

O título é o terceiro trabalho do grupo a alcançar a liderança no Official Charts e reacende as comparações entre os dois ex-líderes do Oasis, que em 2017 tiveram seu melhor ano desde a separação da banda. Apesar de estrear no topo, entretanto, Noel obteve um desempenho inferior em relação ao último disco de seu irmão, um dos maiores lançamentos do ano em território britânico.

Nos Estados Unidos, entretanto, a situação parece indiferente. Taylor Swift segue na liderança com seu último projeto, “Reputation”, enquanto álbuns natalinos de nomes como Pentatonix e Michael Bublé voltam a crescer conforme as festas de fim de ano se aproximam. O clima segue o mesmo para as duas mais importantes listas de singles do mundo, que permanecem encabeçadas por Post Malone e Camila Cabello com seus mais recentes hits, “Rockstar” e “Havana”, respectivamente.

BILLBOARD
ESTADOS UNIDOS

Já consagrada como a faixa mais bem-sucedida de rap em território americano em 2017, “Rockstar”, sucesso de Post Malone gravado em colaboração com 21 Savage, permanece na liderança da Billboard Hot 100 por uma oitava atualização consecutiva. Apesar de registrar índices negativos em relação à semana passada, a dupla segue ampliando seu recorde pessoal na tabela.

A canção obteve quedas quanto aos seus downloads, cujo número de 47 mil vendas digitais é 18% inferior ao contabilizado na última atualização da lista; e em suas 50,5 milhões de reproduções em plataformas de streaming, percentual este 9% negativo à sua média. Contudo, o single obteve um crescimento de 5% em seu desempenho nas rádios, reunindo 91 milhões de pontos em airplay nessa semana.

Junto aos líderes, Camila Cabello e Young Thug seguem estacionados na segunda posição da parada americana por uma quinta atualização consecutiva com “Havana”. A canção, o maior sucesso de ambos nos Estados Unidos, continua conquistando espaço nas rádios americanas, mas também decresce em seus downloads e streams.

A grande surpresa dessa semana fica com Ed Sheeran e o crescimento meteórico de sua atual música de trabalho, “Perfect”. A faixa alcança um novo pico na tabela ao assumir o terceiro lugar do ranking, alavancada principalmente por suas vendas digitais e reproduções em rádios pelos Estados Unidos, tornando-se o segundo single de maior sucesso do cantor em 2017.

A canção chega às marcas de 69 mil downloads e de uma audiência de aproximadamente 91 milhões de ouvintes nas rádios americanas, números suficientes para bater os altos percentuais de streams de “Gucci Gang”, single de Lil Pump que agora ocupa o quarto posto, e o desempenho crescente de “Thunder”, sucesso do Imagine Dragons que cai para a quinta colocação, e subir dois degraus na lista.

Vale ressaltar que os ganhos com a recém-lançada reedição da faixa, um dueto acústico com Beyoncé, não foram contabilizados para a última atualização da Billboard Hot 100. A cantora será creditada por sua participação especial apenas na semana que vem, quando a música poderá assumir o topo da parada e se tornar o segundo single de Sheeran a chegar à liderança.

A única novidade entre os dez melhor colocados da tabela nessa semana é “No Limit”, mais nova música de trabalho de G-Eazy. A parceria do rapper com A$AP Rocky e Cardi B (que também aparece no sétimo lugar com o sucesso estrondoso de “Bodak Yellow”) escala três degraus rumo à oitava posição em sua 12ª atualização registrada na lista desde o seu lançamento, em setembro.

Superando nomes como Maroon 5 e Portugal. The Man no caminho, G-Eazy tem o seu maior sucesso na tabela americana desde março de 2016, quando alcançou o sétimo lugar com “Me, Myself & I” ao lado de Bebe Rexha. Já A$AP Rocky aparece pela terceira vez entre as dez primeiras colocações da parada, sucedendo sua participação especial em “Good For You”, de Selena Gomez, e o hit solo “F***kin Problems”, colaboração com Drake, 2 Chainz e Kendrick Lamar.

É esperado que o rapper emplaque outro single entre as primeiras posições com o recente lançamento da faixa promocional “Him & I”, parceria com sua namorada, Halsey, liberada para a divulgação de seu próximo álbum de estúdio, “The Beautiful & Damned”, que chegará às lojas no dia 15.

Os dez singles melhor colocados na última atualização da Billboard Hot 100 são:

1. “Rockstar”, Post Malone e 21 Savage (-)
2. “Havana”, Camila Cabello e Young Thug (-)
3. “Perfect”, Ed Sheeran (5–3)
4. “Gucci Gang”, Lil Pump (3–4)
5. “Thunder”, Imagine Dragons (4–5)
6. “Too Good At Goodbyes”, Sam Smith (7–6)
7. “Bodak Yellow”, Cardi B (6–7)
8. “No Limit”, G-Eazy com A$AP Rocky e Cardi B (11–8)
9. “What Lovers Do”, Maroon 5 e SZA (10–9)
10. “Feel It Still”, Portugal. The Man (8–10)

O sucesso de “Reputation” pelos Estados Unidos não deve frear tão cedo. O mais novo trabalho de estúdio de Taylor Swift permanece na liderança da Billboard 200 por uma terceira semana consecutiva desde o seu lançamento, acumulando cerca de 147 mil unidades comercializadas ao longo dos últimos sete dias e igualando algumas das grandes marcas alcançadas por discos em 2017.

O último álbum de estúdio de uma artista feminina a passar três semanas no topo da Billboard 200 foi “25”, de Adele, lançado em novembro de 2015

O título, que já é o mais vendido do ano em território americano, se torna o primeiro disco a passar ao menos três atualizações no topo desde “DAMN.”, projeto mais recente de Kendrick Lamar que ocupou a primeira posição entre abril e maio, e o quarto de 2017 a alcançar tal marca. Junto à ambos, apenas “More Life”, de Drake, e “Starboy”, de The Weeknd, chegaram a liderar a lista por três semanas nos últimos 12 meses.

O álbum deve continuar na liderança por uma quarta atualização consecutiva, uma vez seus números devem crescer consideravelmente após ser disponibilizado para audição nos principais serviços de streaming. Vale salientar que, até o momento, apenas as vendas físicas e digitais do trabalho vinham sendo contabilizados pela Nielsen Music.

Com a edição deluxe do natalino “A Pentatonix Christmas”, o Pentatonix continua retomando espaço na parada americana mais de um ano após o seu lançamento oficial. O projeto, que conta com cinco faixas extras em relação à sua versão standard, assume a vice-liderança da lista com aproximadamente 70 mil cópias vendidas, registrando um crescimento comercial de 47%.

O disco não é o único projeto especial de Natal a marcar presença entre as primeiras colocações da Billboard 200. Pelo sétimo ano consecutivo retornando à região de destaque da tabela, Michael Bublé conquista 14 postos em direção ao nono lugar da lista com “Christmas”, trabalho lançado em 2011 que obteve 34 mil cópias comercializadas ao longo da última semana.

Por fim, os rappers Fabolous e Jadakiss debutam na décima colocação com o colaborativo “Friday On Elm Street”. O trabalho acumulou 33 mil unidades comercializadas em sua primeira semana disponível, sendo apenas 18 mil delas provenientes do formato tradicional (edições física e digital), tornando-se o sexto título de Fabolous a alcançar os primeiros postos da lista e o quinto de Jadakiss.

Confira como são ocupadas as dez primeiras posições da Billboard 200 nessa semana:

1. “Reputation”, Taylor Swift (-)
2. “A Pentatonix Christmas”, Pentatonix (5–2)
3. “The Thrill Of It All”, Sam Smith (-)
4. “The Anthology: Part I, The First Five Years”, Garth Brooks (-)
5. “÷”, Ed Sheeran (9–5)
6. “Stoney”, Post Malone (10–6)
7. “Beautiful Trauma”, P!nk (6–7)
8. “Luv Is Rage 2”, Lil Uzi Vert (-)
9. “Christmas”, Michael Bublé (23–9)
10. “Friday On Elm Street”, Fabolous e Jadakiss (*)

OFFICIAL CHARTS
REINO UNIDO

Novamente, Camila Cabello e Rita Ora disputam a liderança da tabela britânica de singles venda por venda. Porém, por uma quinta atualização consecutiva, a ex-integrante do Fifth Harmony continua na ponta do ranking com o grande sucesso de sua atual música de trabalho, “Havana”, e seu recente remix com Daddy Yankee, cujo desempenho assegura o topo da canção mais uma vez.

A colaboração com Young Thug manteve-se a frente de “Anywhere” por uma diferença de apenas mil unidades comercializadas, isolando-se ainda mais como o principal sucesso da carreira de Camila. Enquanto isso, atrás de ambas, Ed Sheeran finca uma nova posição de pico com o sucesso crescente de “Perfect”, que deve conquistar ainda mais destaque na semana que vem com o lançamento de seu dueto acústico com Beyoncé.

Um dos principais representantes do grime no Reino Unido, Big Shaq também melhora os recorde pessoal de seus últimos singles. “Man’s Not Hot”, seu maior hit em território britânico, sobe para a quinta posição do ranking, impulsionado principalmente pelo seu sucesso nas plataformas de streaming.

Duas canções ainda aparecem pela primeira vez entre as primeiras colocações da lista. A mais notável delas é “I Miss You”, nova música de trabalho do Clean Bandit em colaboração com Julia Michaels, que escala cinco degraus rumo ao sexto posto da lista e se consagra como o terceiro single do grupo a chegar à região de destaque do Official Charts em 2017.

Já na décima posição, o DJ Marc Kinchen, de nome artístico MK, alcança uma marca inédita na sua carreira com o crescimento comercial de “17”. A faixa, que já é o seu maior sucesso no Reino Unido, sobe seis postos para se consagrar como a primeira canção do produtor a atingir os primeiros lugares da lista.

Com isso, assim são preenchidas as dez primeiras colocações da parada britânica de singles:

1. “Havana”, Camila Cabello e Young Thug (-)
2. “Anywhere”, Rita Ora (-)
3. “Perfect”, Ed Sheeran (4–3)
4. “Silence”, Marshmello e Khalid (3–4)
5. “Man’s Not Hot”, Big Shaq (6–5)
6. “I Miss You”, Clean Bandit e Julia Michaels (11–6)
7. “Too Good At Goodbyes”, Sam Smith (5–7)
8. “Blinded By Your Grace, Pt. 2”, Stormzy e MNEK (7–8)
9. “Wolves”, Selena Gomez e Marshmello (-)
10. “17”, MK (16–10)

Assim como já era amplamente esperado, o Noel Gallagher’s High Flying Birds está de volta ao topo do Reino Unido. O projeto solo do ex-guitarrista e compositor do Oasis retoma a liderança da tabela britânica de discos com o recente lançamento de seu novo álbum de estúdio, “Who Built The Moon?”, acompanhado de uma das maiores aberturas de 2017 em sua terra natal.

Reforçando ainda mais a rivalidade entre os irmãos Gallagher, “Who Built The Moon?” chegou com a expectativa de superar Liam em vendas no Reino Unido — contudo, o disco somou cerca de 24 mil cópias vendidas a menos que “As You Were” em seu lançamento, apesar de também debutar na liderança

Ao todo, o trabalho reuniu aproximadamente 78 mil unidades comercializadas ao longo de seus sete primeiros dias à venda, sendo 76% destas contabilizadas por meio de vendas físicas e o restante através dos formatos digitais (downloads e streams). Apesar do alto número, entretanto, o projeto não conseguiu superar as 103 mil cópias alcançadas por “As You Were”, disco de estreia solo de Liam Gallagher, em seu lançamento, em outubro.

“Who Built The Moon?” não apenas é o terceiro título consecutivo do Noel Gallagher’s High Flying Birds a assumir a primeira colocação da parada britânica, sucedendo o álbum homônimo de estreia do grupo, lançado em 2011, e o mais recente “Chasing Yesterday”, de 2015; como também é o 11º assinado por Noel a alcançar tal façanha, somando seus trabalhos com o Oasis e a coletânea de grandes sucessos da banda, “Time Flies… 1994–2009”.

A segunda maior estreia da semana é de André Rieu e seu mais novo trabalho de estúdio, “Amore”. O violinista holandês debuta diretamente na sétima colocação, marcando sua nona aparição entre os dez primeiros postos do Official Charts e igualando com o desempenho de seu último projeto com a Johann Strauss Orchestra, “Falling In Love”, de 2016.

Já o Little Mix explode do 46º ao terceiro lugar com o lançamento da “The Platinum Edition” de seu último disco, “Glory Days”. A nova versão, que possui diversos materiais inéditos, reforça a 54ª semana consecutiva registrada do último trabalho de estúdio da girlband na lista.

O título, entretanto, não é o único a reemergir na parada com uma edição inédita. O especial natalino de Elvis Presley, “Christmas With Elvis And The Royal Philharmonic Orchestra”, aparece na sexta posição com uma nova versão para as festas de fim de ano, prometendo crescer ainda mais conforme o Natal se aproxima.

Os dez álbuns melhor colocados no Reino Unido nesta semana são:

1. “Who Built The Moon?”, Noel Gallagher’s High Flying Birds (*)
2. “The Thrill Of It All”, Sam Smith (-)
3. “Glory Days”, Little Mix (46–3)
4. “÷”, Ed Sheeran (6–4)
5. “Together Again”, Michael Ball e Alfie Boe (3–5)
6. “Christmas With Elvis And The Royal Philharmonic Orchestra”, Elvis Presley e Royal Philharmonic Orchestra (*)
7. “Amore”, André Rieu (*)
8. “The Architect”, Paloma Faith (1–8)
9. “A Love So Beautiful”, Roy Orbison e Royal Philharmonic Orchestra (7–9)
10. “Beautiful Trauma”, P!nk (11–10)


É esperado que Ed Sheeran se destaque nas próximas atualizações das listas de singles com sua última música de trabalho, “Perfect”. Com a nova versão acústica da faixa, gravada em parceria com Beyoncé, o britânico dispara na corrida em direção ao topo — que, enquanto parece certo em sua terra natal, deve ser disputado nos Estados Unidos junto ao sempre ameaçador desempenho de hits como “Rockstar”, de Post Malone, e “Havana”, de Camila Cabello.

Outro dueto que deve ganhar espaço nas paradas já na semana que vem é “Him & I”, novo single de G-Eazy com Halsey. A canção se posiciona atrás das duas versões de “Perfect” no iTunes americano no momento e tem chances de se sobressair — assim como “End Game”, parceria de Taylor Swift com Ed Sheeran e Future que está pronta para decolar após ser disponibilizada nos principais serviços de streaming junto ao restante de “Reputation”.

Enquanto o último álbum da cantora deve continuar liderando nos Estados Unidos, dois outros trabalhos seguem na corrida para assegurar boas estreias nas duas principais paradas musicais do mundo. Enquanto Chris Stapleton tem acumulado grandes números com “From A Room: Volume 2”, o U2 continua conquistando espaço com o recente lançamento de “Songs Of Experience”, que deve debutar na liderança do Reino Unido.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.