in

Simone Ashley fala sobre o relacionamento entre Kate e Anthony em “Bridgerton”

Atriz também falou sobre a diversidade no elenco da série

Bridgerton
Reprodução/Netflix

Os novos episódios da série “Bridgerton” já estão disponíveis na Netflix e Simone Ashley resolveu falar mais sobre o foco da segunda temporada, o romance entre Anthony Bridgerton, interpretado por Jonathan Bailey, e sua personagem Kate Sharma.

“O Visconde Que Me Amava” é o segundo livro adaptado para a série “Bridgerton”

Simone Ashley, protagonista da série da Netflix, contou em entrevista ao site FebreTeen como foi integrar a família o elenco da família “Bridgerton” e o que o público pode esperar da história de amor entre Kate e Anthony. O tópico sobre a relação entre irmãs e suas diferenças com Edwine, interpretada por Charithra Chandran.

Leia também: “Stranger Things”: Netflix divulga novas fotos da 4ª temporada

“Foi muito emocionante. Sou grata de verdade por fazer parte disso. Lembro de ter ouvido falar da série quando saiu a primeira temporada, perto do Natal, e eu estava gravando “Sex Education”. Estávamos no carro e todos comentavam de “Bridgerton” e falavam de assistir, então agora ter a oportunidade de fazer parte disso é muito, muito emocionante mesmo. Descobri que o papel era meu enquanto trabalhava em outro projeto e, no começo, não podia contar para ninguém. Fiquei muito empolgada”.

Questionada sobre a fidelidade da adaptação da série aos livros, Simone disse: “Uma das mudanças mais empolgantes foi a criação dessa família nova que chega à cidade — uma família sul-asiática. Nos livros, minha personagem é conhecida como Kate Sheffield, mas na série ela é Kate Sharma. Kate é muito conhecida e amada pelos fãs dos livros. Ela é uma mulher forte, independente, impetuosa, esperta e inteligente, e eu acho que esses foram os principais aspectos que eu quis trazer à personagem: alguém que realmente usa o cérebro, é bem inteligente e tem decoro, mas também tem esse ímpeto de seguir o coração”.

Conhecida por ser uma série diversa e que promove a inclusão, “Bridgerton”, na visão de Simone, tem totalmente o mérito do showrunner Chris Van Dusen, “que foi categórico em querer uma sala de roteiro mais diversa”.

Um dos centros da trama de época, a relação entre as irmãs Kate e Edwine, interpretada por Charithra, promete entrar no convívio delas de maneira mais intensa, principalmente por que “elas têm personalidades muito diferentes, mas apreciam uma à outra de verdade por isso”.

Quando o assunto é o relacionamento com Anthony, Kate enfrenta uma série de mal-entendidos, frustrações e negações. Nesta temporada, a dinâmica entre os personagens promete um lado mais divertido e com bastante proximidade. “Às vezes, quando encontramos alguém com as mesmas qualidades que temos, achamos essa pessoa irritante. Isso acontece muito com Kate e Anthony. Eles são incrivelmente parecidos e se reconhecem um no outro”.

“Eles são forçados a passar muito tempo juntos por causa da situação e de como tudo se desenrola, e logo essa frustração vira algo um pouco mais divertido, mais terno. Eles se irritam um com o outro, mas é porque são espelhos mesmo. Eles se reconhecem. Ambos perderam o pai e ambos estão incrivelmente magoados e ainda processando todos os sentimentos relacionados a isso. Eles acabam fazendo algumas escolhas questionáveis, como vimos na primeira temporada com Anthony. É muito especial encontrar alguém com os mesmos medos que você, com as mesmas mágoas. Assim, dá para enxergar toda a loucura, que pode ser intimidadora para outras pessoas, e ver o ser humano por baixo de tudo aquilo. Quando Anthony perde a calma e afasta as pessoas, é muito importante ter alguém que diga: “Você pode tentar me afastar o quanto quiser, mas não vou a lugar nenhum”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Loading…

    0