Hoje, 31/05, a banda As Bahias e a Cozinha Mineira lançou seu terceiro álbum, intitulado “Tarântula”.

Segundo os integrantes da banda, Raquel Virginia, Rafael Acerbi e Assucena Assucena, o álbum de dez músicas trata sobre o desgaste do amor, resistência, política, solidão, entre outros.

O primeiro single do álbum, “Das Estrelas”, já havia sido lançando em janeiro deste ano.

Essa é a estréia do cantor Rafael Acerbi na banda. Com a música “Volta”, o cantor trata sobre o desgaste natural que acontece nas relações.

Em entrevista para o site da Folha, o trio falou sobre o disco e a ideologia que quiseram passar com o novo álbum.

“É um disco que marca um processo de profissionalização intenso da banda com um time dos sonhos. É uma nova fase”, disse Raquel.

Outra novidade legal é a parceria de As Bahias e a Cozinha Mineira com o cantor Projota, na música “Tóxico Romance”. A música é descrita pelos integrantes como “sutilmente safada”.

Sobre o disco “Tarântula”

O  nome do álbum foi inspirado na “Operação Tarântula”, uma operação policial durante a ditadura militar que perseguia e matava travestis com o objetivo de acabar com o HIV.

Além disso, Tarântula também significa energia feminina e fertilidade da aranha que tece sua própria teia.

O lançamento do álbum vêm acompanhado com três videoclipes: “Volta”, Carne dos Meus Versos” e Shazam Shazan Boom”.

(clipes sairão por volta do meio dia)

Assussena disse na entrevista sobre o amadurecimento da músicas.

“Estamos numa fase de maior lapidação, em que conseguimos chegar  em musicalidade que vinhamos tateando”, disse .

A banda está se preparando para iniciar os shows da turnê, que tem previsão para começar em julho de 2019, ainda sem maiores detalhes divulgados.

Sobre a aparência do álbum, Raquel explicou quais foram as ideias que tiveram.

“Tem todo um jogo de simbologia. A tipografia do disco deveria parecer manchetes de jornal, de “procura-se”.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.