23 de dezembro de 2019 por Rodrigo Neves.

Por: Karen Costa, Manuela Sant’Ana, Mariana Vince e Marcus Gralha.

Ah, a última década… Foram tantos hits e artistas novos que foi difícil escolher as melhores músicas da década. Mas a equipe do TRACKLIST fez um esforço e escolheu algumas das faixas que marcaram de 2010 até aqui.

Alguns artistas se destacaram. Beyoncé e Taylor Swift, por exemplo, apareceram mais de uma vez entre as melhores faixas. Não por menos, elas também são as maiores artistas do nosso especial Beyoncé, Taylor Swift e mais: o impacto dos maiores artistas da década (leia clicando no link!).

Quer saber quais foram as melhores músicas da década? Acompanhe o nosso texto e, no fim, ouça a nossa playlist! Temos certeza de que você vai adorar curtir o que marcou os últimos anos na música.

100. “Sucker” – Jonas Brothers

A música “Sucker” tem uma importância e tanto para a carreira do trio Jonas Brothers. Ela marca a volta dos irmãos ao mundo musical, após seis anos de hiato. Ela faz parte do álbum de retorno, “Hapiness Begins”, e atingiu posição número um nos Estados Unidos e Canadá.

Ocupa a 88ª posição nas melhores da década pela Billboard.


99. “Despacito” – Luis Fonsi ft Daddy Yankee

O reggaeton lançado em 2017 foi, sem sombra de dúvidas, uma das músicas mais tocadas da década (mesmo tendo apenas 3 anos de existência). A parceria de Luis Fonsi com Daddy Yankee alcançou proporções inimagináveis. Mais tarde sairia a versão com Justin Bieber, para alavancar ainda mais os números surpreendentes da canção. 

A música levou 2 AMAs, além de vários outros prêmios nas premiações latinas. “Despacito” tem uma incrível marca: atualmente, a canção conta 6.5 milhões de visualizações no Youtube


98. “Centuries” – Fall Out Boy

Um dos singles mais importantes da nova era do Fall Out Boy (pós-hiato), “Centuries” marcou a trajetória da banda americana. Presente no álbum “American Beauty/American Psycho” (2015), a música ficou em 10º lugar na Billboard Hot 100, sendo a quarta vez em que o grupo aparece no top 10 do ranking.


96. “We Are Young” – fun.

O fun. certamente marcou essa década, e ainda com seu álbum de estreia, “Some Nights” (2012). Com o single “We Are Young”, música com parceria da cantora Janelle Monáe, a banda americana passou seis semanas consecutivas no topo da Billboard Hot 100.


95.  “Señorita” – Shawn Mendes feat. Camila Cabello

“Señorita”, parceria entre o casal Shawn Mendes e Camila Cabello foi um dos maiores sucessos de 2019. A música, além de revelar o casal, também alcançou ótimas posições nas paradas e ganhou diversos prêmios. No YouTube, o videoclipe soma quase 820 milhões de visualizações.

Em sua estreia, “Señorita” foi a faixa mais vendida no iTunes em 32 países, incluindo Brasil, Estados Unidos e  Reino Unido, e foi a primeira colocada no ranking do iTunes mundial.


94. “Drunk Girls” – LCD Soundsystem

A banda americana LCD Soundsystem surpreendeu seus fãs com o álbum “This Is Happening” (2010), ao lançar o videoclipe do single “Drunk Girls”. Como o próprio vocalista afirmou, James Murphy, foi algo bem… “bobo”, mas algo “bobo que ele gosta”. Assista:


93. “Treat You Better” – Shawn Mendes

“Treat You Betterfoi a primeira canção a ser lançada do segundo álbum de estúdio de Shawn Mendes. A música atingiu a expressiva marca de 1 bilhão de streams no Spotify e 1.8 bilhões de visualizações no Youtube. Treat You Better conseguiu a posição #6 na Hot 100 e foi considerada a 42ª melhor música de 2016 pela Billboard.


92. “Fetish” – Selena Gomez feat. Gucci Mane

A música, lançada em 2017, foi um dos singles avulsos que Selena Gomez lançou durante a pausa da sua carreira. Ela está prestes a lançar seu segundo álbum, e “Fetish” estará entre as novas músicas.

Quando lançada, a canção desbancou “Despacito”, e alcançou a primeira posição no iTunes dos Estados Unidos.


91. “Mariners Apartment Complex” – Lana Del Rey

Lana Del Rey lançou “Marines Apartment Complex” como um single solto, um ano depois do lançamento do álbum “Lust For Life”, até então o último de sua carreira. A faixa foi produzida por Jack Antonoff, e faz parte do álbum mais recente lançado pela cantora, o “Norman Fucking Rockwell”, neste ano.

A parada da Rolling Stone classificou “Mariners Apartment Complex” na 45º posição entre as 100 melhores músicas da década.


90. “Bang Bang” – Jessie J, Ariana Grande, Nicki Minaj

Três grandes nomes da música mundial. É claro que não poderia dar errado. Jessie J, Ariana Grande e Nicki Minaj se juntaram em “Bang Bang”, em 2014, e foi o maior sucesso. O clipe da canção já possui quase 1,5 bilhão de views.


89. “Pompeii” – Bastille

Também reconhecidos desde o álbum de estreia, Bastille chegou com tudo no “Bad Blood”, de 2013, logo na faixa de abertura, “Pompeii”. O single atingiu o top 10 de 15 países diferentes, inclusive nos Estados Unidos, em que alcançaram a 5ª posição na Billboard Hot 100.


88.  “Bitch Better Have My Money” – Rihanna

A canção de 2015, preparou o terreno para a volta triunfal da cantora com o seu oitavo álbum de estúdio em 2016, o ANTI. “Bitch Better Have My Money” marcou a nova era de Rihanna, e conseguiu a colocação #15 no Hot 100 da Billboard.


87. “Hello” – Adele

Principal single do terceiro álbum de estúdio da Adele, “25”, lançado em 2015, “Hello” conquistou três prêmios Grammy, sendo Canção do Ano, Gravação do Ano e Melhor Performance Pop Solo.


86. “212” – Azealia Banks feat. Lazy Jay

“212” foi o single que revelou a cantora a Azealia Banks. Antes de todas as polêmicas que perpassaram sua trajetória, Banks foi considerada uma das grandes apostas do início da década. A música, de 2011, mistura rap e eletropop foi o maior sucesso da carreira da artista.


85. “Need You Now” – Lady Antebellum

“Need You Now” é, sem dúvidas, uma das músicas mais marcantes na carreira do trio country Lady Antebellum. Ela faz parte do segundo álbum do trio, intitulado com o mesmo nome do single, “Need You Now”, lançado em 2010.

A faixa foi certificada com selo de platina pela quinta vez pela RIAA, associação que representa a indústria de gravação dos Estados Unidos.


84. “Stronger (What Doesn’t Kill You)” – Kelly Clarkson

A música serve de exemplo de superação e força própria para muitas pessoas. Ela foi lançada em 2012, e faz parte do quinto álbum de estúdio de Kelly Clarkson, intitulado “Stronger”.

Alcança a 85ª posição nas melhores da década pela Billboard.


83. “Still Into You” – Paramore

Uma das músicas mais pop do Paramore, “Still Into You” fez muita gente questionar se a banda era, agora, pop. Mas o Paramore não se restringe a um gênero musical, e mostrou com a faixa que pode fazer isso muito bem. No álbum autointitulado de 2013, a canção só teve sucesso menor do que “Ain’t It Fun”, que ganhou o Grammy de Melhor Canção de Rock.


82. “Drunk in Love” – Beyoncé feat. Jay-Z

Uma música que não poderia ser de ninguém, além de Beyoncé. A faixa, de 2013, que ganhou o Grammy de “Melhor canção R&B do ano” e atingiu a 2ª posição da Billboard Hot 100, conta com uma deliciosa batida, aliada ao som de sintetizadores, tambores e baixo.

Extremamente sensual, “Drunk in Love” é um dueto com seu marido Jay-Z, cuja letra retrata justamente uma relação sexual. Foi um dos pontos altos do álbum “Beyoncé”, que também traz a icônica “Flawless”.


81. “Rockstar” – Post Malone feat. 21 Savage

“Rockstar”, do rapper Post Malone, é o principal single do segundo álbum de estúdio do cantor, o “Beerbongs & Bentleys”, lançado em 2017. A música quebrou o recorde da Apple Music, com mais de 25 milhões de reproduções.

“Rockstar” é a 23ª melhor da década pela Billboard.


80. “Go” – Louis The Child

“Go”, música do duo Louis the Child, foi tão bem recebida que chegou a aparecer no comercial do Apple iPad Pro.


79. “Loud(y)” – Lewis Del Mar

O grupo Lewis Del Mar recebeu atenção no início de 2015, quando seu single de estréia, “Loud(y)”, foi destaque no primeiro lugar no Hype Machine.


78.  “Skyscraper”  – Demi Lovato

Com “Skyscraper”, em 2011, Demi Lovato fez seu retorno à música após uma série de problemas na vida pessoal e um período de reabilitação. Aos 18 anos e com uma voz cada vez mais forte, o single foi o primeiro do álbum “Unbroken” e marcou a nova fase de sua carreira pós-Diney.


77. “Lean On”- Major Lazer & DJ Snake Feat. MO

Um dos grandes sucessos comerciais da década, “Lean On” tocou em tudo que é lugar: nas rádios, nas festas e nos fones de ouvido. A faixa, de 2015, chegou a atingir o posto de mais tocada no Spotify de todos os tempos, em novembro daquele ano. A mistura de eletrônica com pop agradou aos críticos; às paradas – conquistou o 4º lugar na Billboard americana – e, certamente, ao público.

Não foi à toa que essa música apresentou a dinamarquesa MØ ao mundo, que mais tarde voltou a estourar participando da faixa “Cold Water”, de 2016, também de DJ Snake, e com Justin Bieber.


76. “Lonely Boy” – The Black Keys

Diretamente do “El Camino” (2011), sétimo álbum de estúdio da banda The Black Keys, “Lonely Boy” é uma canção que merece destaque. O single ganhou dois prêmios Grammy, como Melhor Performance de Rock e Melhor Música de Rock, além de ter sido indicado a Música do Ano.

75. “MANTRA” – Bring Me The Horizon

Com o grande sucesso de “Amo” (2019), sexto álbum de estúdio do Bring Me The Horizon, veio o principal single da nova fase da banda pós “That’s The Spirit” (2015), “MANTRA”. A canção foi indicada a Melhor Música de Rock no Grammy Awards e Melhor Música pela revista Kerrang!.


74. “Uptown Funk” – Mark Ronson (feat. Bruno Mars)

Se você não conhecia Bruno Mars até 2014, não pôde mais “fugir” dele após “Uptown Funk”. A canção fez tanto sucesso com sua melodia contagiante e as danças de Mars, que é a primeira colocada no chart da Billboard das músicas mais bem-sucedidas da década!


73. “Figures, a Reprise” – Jessie Reyes

A canadense Jessie Reyes, em parceria com o Daniel Caesar, lançou a música “Figures, a Reprise”, viralizando com mais de 4 milhões de visualizações no YouTube.


72. “Pillowtalk” – Zayn

“Pillowtalk” marcou o início da carreira solo de Zayn, sendo o primeiro single lançado após sua saída da boyband One Direction. A canção faz parte do debut album do cantor, chamado “Mind Of Mine”, lançado em 2016. Com o álbum, Zayn pode mostrar seu estilo próprio, bem diferente do trabalho que realizava na 1D.

A estreia solo de Zayn disparou no topo da parada britânica, como single que vendeu mais rápido em 2016.


71. “Thunder” – Imagine Dragons

A canção foi o segundo single do terceiro álbum de estúdio da banda norte-americana, intitulado Evolve. A música conseguiu a posição #4 da Hot 100, além de números expressivos, que superam a casa de 1 bilhão nas plataformas digitais Spotify e Youtube.


70. “All for Us” – Labrinth ft. Zendaya

A faixa é uma nova versão da canção feita por Labrinth e fez parte da trilha sonora de Euphoria, série na qual Zendaya faz parte O clipe traz cenas impactantes de Zendaya com uma multidão.


69. “Love If We Made It” – 1975

“Love If We Made It”, da banda 1975, tem um contexto político muito forte. Lançada em outubro de 2018, a faixa aborda temas como a brutalidade policial, o complexo industrial prisional e outros problemas da sociedade, e no videoclipe são mostradas cenas de catástrofes e pessoas em situações vulneráveis. A banda misturou de forma suave a realidade com a internet e a atualidade com o passado, fazendo com que tudo se tornasse apenas uma coisa. O site Pitchfork considera que “poucas bandas poderiam ter tentado algo tão audacioso e feito soar tão emocionante”.

“Love If We Made It” foi considerada a melhor música de 2018 pela Pitchfork.


68.  “Stone Cold” – Demi Lovato

“Confident” é o quarto álbum de estúdio de Demi Lovato, lançado em 2015. Recentemente, o disco chegou recentemente à marca de 1 bilhão de streams no Spotify. No Grammy de 2016, o material foi indicado na categoria ‘Best Pop Vocal Album’. Entre os singles, está “Stone Cold”, que sem dúvidas é um dos melhores vocais presentes em toda a carreira da Demi. Não é por menos que é uma das melhores músicas da década.


67. “Freedom” – Beyoncé

Agora, Beyoncé aparece ao lado de Kendrick Lamar, com a música “Freedom”. Também presente no álbum “Lemonade”, a canção foi indicada a Melhor Música de Rap no Grammy Awards de 2016, perdendo apenas para “Hotline Bling”, do Drake.


66. “Moves Like Jagger” – Maroon 5 feat. Christina Aguilera

Em homenagem ao vocalista da banda Rolling Stones, Mick Jagger, a música marcou o ano de 2011. A junção dos vocais de Adam Levine e Christina Aguilera foram muito elogiados pelos críticos de música. “Moves Like Jagger” recebeu certificado de platina em 13 países diferentes, e de ouro na França e Japão.

Ocupa a 20ª posição na lista da Billboard.


65. “In My Feelings” – Drake

Lançada em 2018 e integrante do álbum “Scorpions”, “In My Fellings” dividiu opiniões dos críticos de música, mas se tornou uma das mais ouvidas do ano. A música atingiu os primeiros postos das tabelas musicais de diversos países, incluindo a Austrália, Canadá, Reino Unido e Estados Unidos.

Entre as melhores da década pela Billboard, “In My Feelings” ocupa a 98ª posição.


64. “Holiday” – Vampire Weekend

Um dos principais singles do Vampire Weekend, “Holiday” foi tema de muitos comerciais de 2010. Seu terceiro álbum de estúdio, “Modern Vampires of the City” (2013), rendeu ao grupo um Grammy de Melhor Álbum de Música Alternativa em 2014.


63. “Mirrors” – Justin Timberlake

“Mirrors” foi uma das músicas mais ouvidas do ano de 2013. Escrita pelo próprio Justin Timberlake. Segundo o cantor, a inspiração para a letra da música foi sua esposa, a atriz Jessica Biel. Ele compôs a faixa em 2011, mas a divulgou dois anos depois. “Ela me mudou. Ela mudou a minha vida. Tudo isso está em “Mirrors”, disse o cantor.

A Rolling Stone classificou “Mirrors” na 97º posição entre as 100 melhores músicas da década.


62. “Little Talks” – Of Monsters And Men

“Little Talks”, música mais famosa da banda islandesa alternativa Of Monsters And Men, já vendeu mais de 2 milhões de cópias nos Estados Unidos, impulsionando a carreira do grupo e o sucesso do seu primeiro álbum, “My Head Is An Animal” (2011).


61. “Don’t Hurt Yourself” – Beyoncé

Beyoncé não poderia ficar fora da lista, com vários hits. “Don’t Hurt Yourself”, produzida por Jack White e Derek Dixie, foi classificada pela Billboard como número 61 em sua lista “100 Melhores Músicas Pop de 2016”.


60. “Bellyache” – Billie Eilish

“Bellyache” foi uma das primeiras canções da cantora norte-americana, e fez para do seu primeiro trabalho intitulado Don’t Smile at Me. Com influências do pop, hip pop, R&B e deep house, a canção recebeu críticas positivas, e teve “Garbage” de Tyler, The Creator como inspiração


59. “Call Me Maybe” – Carly Rae Jepsen

“Call me Maybe” da canadense Carly Rae Jepsen, foi uma das canções mais badaladas da década de 2010. Com traços de pop e R&B, a canção voltada para o público adolescente da época atingiu a posição #1 da Hot 100. Em 2012, a canção ganhou um EMA na categoria Melhor Canção


58. “Let It Go” – James Bay

Na lista de maiores músicas da década no UK’s Official Top 100, “Let It Go” apareceu na posição 74. Para a AbsolutePunk, a canção é “uma corrente crescente de mágoa e vocais poderosos. Provavelmente uma das músicas mais emocionantes do ano de 2014”. Maior sucesso do primeiro álbum de James Bay, a faixa mostrou como o cantor se dá bem com uma instrumentação flexível e com um vocal que pode emocionar.


57. “Pumped Up Kicks” – Foster The People

O álbum de estreia do Foster The People, “Torches” (2011), foi extremamente bem recebido pela crítica. Além de ter sido indicado ao Grammy de Melhor Álbum de Música Alternativa e ter entrado no top 10 discos mais vendidos dos EUA, a faixa “Pumped Up Kicks” viralizou após ter sido disponibilizada na internet com download gratuito.


56. “Shake It Out” – Florence + The Machine

Lançada em 2010, “Shake It Out”, de Florence and the Machine, foi considerada uma das melhores músicas tanto do ano em que foi lançada quanto também da década. A banda inglesa escolheu a faixa como primeiro single do álbum “Ceremonials”, o segundo de estúdio.

“Shake It Out” foi nomeado para o Grammy Awards como “Melhor Pop Duo” e “Grupo de Desempenho”, em sua 55º edição.


55. “Starships” – Nicki Minaj

Lançada em 2012, a música conseguiu permanecer no Top 10 da Billboard por 23 semanas consecutivas – e ultrapassou o até então recorde do Black Eyed Peas com “I Gotta Feeling”, de 2009, que ficou na parada por 20 semanas. A faixa dançante, e sucessora do hit “Super Bass”, de 2011, “Starships” também cativou pelo seu clipe, uma vida paradisíaca no Havaí com efeitos caleidoscópios e extremamente coloridos, com uma vibe neon.


54. “Love The Way You Lie” – Eminem feat. Rihanna

“Love The Way You Lie” foi com certeza um dos picos mais alto da carreira de Eminem e Rihanna. A música, lançada em agosto de 2010, pertence ao sétimo álbum de estúdio do rapper, intitulado “Recovery”. O single logo alcançou o topo de diversas paradas, foi certificado de platina pela ARIA e duas vezes platina também pela RIANZ. No YouTube, o videoclipe soma mais de 1,9 bilhões de visualizações.

“Love The Way You Lie” está na posição 46 das melhores músicas da década pela Billboard.


53. “Come a Little Closer” – Cage the Elephant

O single “Come A Little Closer” foi a principal canção de trabalho do terceiro álbum de estúdio do Cage The Elephant, “Melophobia” (2013). A música alcançou o primeiro lugar das paradas das músicas alternativas nos Estados Unidos.


52. “Havana” – Camila Cabello

Um dos singles da álbum debut de Camila, “Havana” foi uma das músicas mais tocadas no ano de 2018 nas plataformas digitais. A canção garantiu o primeiro #1 no Hot 100 da Billboard para a cubana. Ainda falando dos recordes da música, “Havana” foi a primeira canção feminina a atingir a marca de 1 bilhão de streams na plataforma Spotify.

Em termos de premiação, se destaca 1 VMA, 2 EMAs e 3 AMAs para a conta de Camila.


51. “Firework” – Katy Perry

Lançada no final de 2010, “Firework” foi divulgada no momento em que Katy estava num dos momentos mais fantásticos de sua carreira, com o seu terceiro álbum de estúdio, o Teenage Dream. A canção faturou 1 EMAs e 3 VMAs, além de ter sido indicada para duas categorias do Grammy 2012.


50. “Work From Home” – Fifth Harmony (feat. Ty Dolla $ign)

Em 2016, muitos críticos foram só elogios a “Work From Home”, descrevendo a canção como uma faixa de vibração descontraída, sexy e “chiclete”, que não sai da cabeça. Com seu duplo sentido, a canção acabou sendo uma das mais tocadas de 2016, e um dos maiores sucessos do álbum 7/27.


49. “Look What You Made Me Do” – Taylor Swift

Taylor Swift havia ficado um tempo sumida, depois de polêmicas com seu nome e com um álbum para escrever. Mas com “Look What You Made Me Do”, ela colocou sua música de novo nas paradas e mostrou que uma “nova Taylor” tinha surgido. Para alguns críticos, a faixa foi a “pior” entre todos os primeiros singles dos álbuns da cantora. Porém, isso não impediu que ela alcançasse a posição 77 no Billboard Hot 100 em apenas três dias de lançamento, e a posição #1 uma semana depois


48. “Shape Of You” – Ed Sheeran

2017 rendeu diversas músicas boas, mas “Shape Of You” se destacou entre elas. Além de ser a música mais ouvida da década entre os brasileiros no Spotify, ela passou 14 semanas seguidas no topo da parada no ano em que foi lançada. No YouTube, o videoclipe foi visto mais de 4,5 bilhões de vezes.

“Shape Of You” fica na terceira posição das melhores da década pela Billboard.


47. “Telephone” – Lady Gaga (feat. Beyoncé)

Até hoje, os fãs pedem por uma continuação de “Telephone”. A faixa foi inicialmente escrita para Britney Spears, mas ela recusou a canção. Então, Gaga reajustou os versos e tornou o single uma colaboração com Beyoncé.


46. “California Gurls” – Katy Perry

Lançada no início da década, em 2010, a canção fez parte do terceiro álbum de estúdio, o Teenage Dream. A canção foi o primeiro #1 da cantora nos charts da Billboard, além de ter faturado 1 EMAs e 1 VMAs


45. “Safe And Sound” – Capital Cities

Principal single de sucesso da carreira do Capital Cities, “Safe And Sound”, faixa do debut álbum “In a Tidal Wave Of Mystery” (2013), marcou a década no mundo das músicas alternativas. A canção foi indicada a Melhor Videoclipe no Grammy Awards. Assista:


44. “Truth Hurts” – Lizzo

Um dos hits de 2019 é, na realidade, de 2017. A canção foi incluída como um bonus track do álbum “Cuz I Love You”, mas viralizou nesse ano após virar meme em uma série de vídeos do aplicativo TikTok. E viralizou mesmo: foram 7 semanas seguidas no topo dos charts da Billboard, o que fez Lizzo se tornar a rapper feminina que permaneceu por mais tempo no #1. Até então, o posto era de Iggy Azalea, com “Fancy”.

Com um clipe divertido e empoderador, e com uma letra que preza pela autoconfiança, Lizzo chamou atenção no ano de 2019 e promete começar a próxima década com os olhares do mundo ao seu redor.


43. “Bodak Yellow” – Cardi B

Se é necessária uma música para apresentar o trabalho de Cardi B a alguém, essa música é “Bodak Yellow”. E não é para menos: o primeiro single do seu álbum de estreia, “Invasion of Privacity”, foi eleita a melhor música de 2017 por veículos como Pitchfork e The Washington Post. Nada mau para dar o pontapé em uma carreira que ascendeu, de forma merecida, rapidamente no fim da década.

O ponto alto de “Bodak Yellow” é a batida, criada pelo produtor J. White Did It, que entra perfeitamente em contraste com a voz marcante de Cardi B. O clipe não fica atrás: uma poderosa e luxuosa produção em Dubai mostra uma artista confiante e segura de si, pronta para domar a cena do pop – o que, de fato, aconteceu.


42. “Come & Get It” – Selena Gomez

Essa canção marcou o início da carreira solo da cantora. Fugindo um pouco do que estava habituada em suas composições mais voltadas para o público infanto-juvenil, Selena apresentou as credenciais de que um trabalho maduro mais maduro estava por vir em seu primeiro álbum solo, o Slow Dance.

Come & Get It” foi a primeira canção de Selena a figurar no Top 10 da Hot 100 da Billboard, ficando na posição  #6. A canção ganhou VMA em 2013 na categoria Melhor Vídeo Pop


41. “Hard Times” – Paramore

Após passar por mais uma mudança de integrantes, o Paramore retornou em 2017 com o single “Hard Times”. Trazendo Zack Farro de volta à banda, Hayley Williams e Taylor York deram uma pequena prévia do que seria o quinto álbum de estúdio deles. O álbum “After Laughter”, do qual “Hard Times” pertence, é considerado um dos melhores e mais subestimados da década.


40.  “Girl On Fire” – Alicia Keys

“Girl On Fire”, da Alicia Keys, estreou como principal single do álbum homônimo da cantora, de 2012. A música foi lançada logo após o casamento dela com o rapper e produtor, Swizz Beatz, e alcançou o primeiro lugar na Billboard 200.


39. “Video Games” – Lana Del Rey

“Video Games” ficou entre as dez primeiras posições na Áustria, Bélgica, Países Baixos, França, Irlanda, Suíça, e Reino Unido. Em 2013, chegou até a ganhar certificado de disco de ouro pela Recording Industry Association of America (RIAA) por mais de 500 mil cópias comercializadas.


38. “Just Give Me a Reason” – P!nk ft. Nate Ruess

A canção recordista de streams da P!nk não poderia faltar na lista. “Just Give Me a Reason”, do “The Truth About Love” (2012), com parceria do Nate Ruess (fun.), já ultrapassou 500 milhões de ouvidas no Spotify.


37. “Thinking Out Loud” – Ed Sheeran

Ed Sheeran nunca tinha experimentado tanto sucesso até “Thinking Out Loud” — mesmo que várias de suas canções já estivessem bem posicionadas. Com a faixa doce sobre envelhecer com quem se ama, o britânico alcançou a posição 47 na lista de 100 maiores músicas da década no chart da Billboard.


36. “Run The World (Girls)” – Beyoncé

Em 2011, Beyoncé já ditava um dos maiores hinos do empoderamento feminino. Uma curiosidade da música “Run The World (Girls)” é que ela foi escrita em colaboração com seis homens.

A faixa já ganhou diversos prêmios importantes como “MTV Music Video Awards”, “Teen Choice Awards”, “MTV Europe Music Awards” e “People’s Choice Awards”, por exemplo.


35. “Bad Girls” – M.I.A.

A faixa de hip-hop, que tem um quê de música árabe – o que, por si só, já a torna interessante -, foi lançada em 2012 e se destacou por ser pregar o empoderamento feminino em sua letra e no clipe.

O que torna “Bad Girls” como uma das melhores músicas da década é a sua mensagem que se trata especificamente de mulheres sauditas, que se retratam sobre o seu direito de dirigir, até então negado na Arábia Saudita. Detalhe que o clipe é de 2012, e a proibição só teve fim em 2018.


33. “Mi Gente”  J Balvin feat. Willy William

“Mi Gente” veio, em 2017, para consolidar de vez o sucesso da música latinoamericana por todo o mundo. A canção ainda ganhou uma versão com Beyoncé que alcançou o #1 lugar no ranking da Billboard Hot 100. O clipe da música original já possui mais de 2,5 bilhão de views.


32. “Sorry” – Justin Bieber

A canção foi composta para o quarto álbum de Justin Bieber, o “Purpose”, lançado em 2015. Uma curiosidade é que a cantora Julia Michaels ajudou na composição da letra do hit. No YouTube, o vídeo oficial tem mais de 3,2 bilhões de visualizações.

Nos melhores da década da Billboard ocupa a posição 48.


31. “Bad Guy” – Billie Eilish

O single que consolidou a jovem artista Billie Eilish. A música foi uma das mais escutadas de 2019 e deu a Billie Eilish três indicações ao Grammy Awards 2020 (Gravação do ano, Música do ano e performance de pop solo).


30. “Girls/Girls/Boys” – Panic! At The Disco

Um dos principais singles da era “Too Weird To Live, To Rare To Die!” (2013), da banda do Brendon Urie, Panic! At The Disco, a “Girls/Girls/Boys” traz uma temática muito interessante em sua letra. Em entrevista, o próprio frontman afirmou ser sobre sexualidade, algo que não se pode controlar.


29. “New Rules” – Dua Lipa

“New Rules”, considerado um clássico manual de novas regras para não cair na lábia do ex, é um dos pontos mais fortes da carreira de Dua Lipa. Esse foi o single que alavancou sua carreira, e deu a oportunidade da cantora desenvolver e mostrar para o mundo seu talento. “New Rules”, lançada em 2017, faz parte do álbum de estreia de Dua, autointitulado.

O Official Charts do Reino Unido classificou a música na 27ª posição entre as 100 melhores da década.


28. “All of the Lights” – Kanye West ft Rihanna ft Kid Cudi

Lançada em 2011, “All of the Lights” é uma canção do rapper norte-americano Kanye West, para o seu quinto álbum de estúdio My Beautiful Dark Twisted Fantasy. Conta com a participação da cantora de R&B Rihanna e Kid Cudi, além de contar com os vocais de John Legend, Charlie Wilson, Tony Williams, Fergie, Alicia Keys, La Roux, Elton John, Elly Jackson e The-Dream.


27. “Habits (Stay High)” – Tove Lo

Principal single da sueca Tove Lo, “Habits (Stay High)” marcou sua carreira, lá em 2014, com seu debut álbum “Queen Of The Clouds”, chegando a alcançar o Top 3 na Billboard Hot 100.


26. “Demons” – Imagine Dragons

“Demons” foi um dos primeiros singles da carreira da banda norte-americana Imagine Dragons. Lançada em 2013, a canção fez parte do primeiro álbum intitulado Night Visions. A canção fala sobre as lutas internas dos seres humanos, e foi inspirada em um momento em que o vocalista da banda, Dan Reynolds, enfrentava uma batalha contra a depressão. A canção atingiu a posição #6 nos charts Hot 100 da Billboard.


25.  “Dog Days Are Over” – Florence + The Machine

O álbum de estreia da britânica Florence Welch rendeu um grande sucesso para a cantora e sua banda. Ficou como top 10 em diversos países na Europa quando foi lançado, em 2009, principalmente com o single “Dog Days Are Over”.


24. “Thinkin Bout You” – Frank Ocean

Falando de um relacionamento turbulento, arrependimento e desgosto, Frank Ocean conseguiu fazer muita gente se emocionar com “Thinking Bout You”. A canção apareceu como a 5ª melhor música de 2012 na lista do Pitchofrk.


23. “Shake It Off” – Taylor Swift


Um dos outros tão importantes singles de Taylor Swift, “Shake It Off” tem sua posição garantida entre as melhores músicas dos últimos dez anos. Lançada em 2014, a faixa contribuiu para que a cantora se tornasse a artista da década. O clipe, no YouTube, marca mais de 2,8 bilhões de visualizações.

Na parada da Billboard, “Shake It Off” está na 34ª posição.


22. “Do I Wanna Know?” – Arctic Monkeys

A música que marcou de vez a carreira do Arctic Monkeys, logo após o lançamento do álbum “AM” (2013), “Do I Wanna Know?” foi responsável por incluir, pela primeira vez, a banda no ranking da Billboard, além de ter sido indicada a Melhor Performance de Rock no Grammy Awards.


21. “Sign Of The Times” – Harry Styles

Primeiro single solo de Harry Styles, a música surpreendeu por conseguir se encaixar em diferentes gostos musicais. Há vezes, por exemplo, em que ela se parece muito com músicas pop dos anos 1980. Mesmo assim, ela se encaixou perfeitamente em rádios pop atuais, tendo inclusive estreado na posição número 1 do chart da Billboard.


20. “Get Lucky” – Daft Punk

Certamente uma das músicas mais famosas do Daft Punk. “Get Lucky”, com Pharrell Williams e Nile Rodgers, ganhou como Melhor Música e Melhor Performance de Dupla no Grammy Awards de 2014, 56ª edição.


19. “Chandelier” – Sia

A canção lançada pela australiana, em 2014, foi considerada a melhor daquele ano pela Billboard. “Chandelier” faz parte do quarto álbum de estúdio da cantora 1000 Forms of Fear. A canção traz uma mensagem forte sobre o alcoolismo. Sia, que já contribuiu com várias canções para outros artistas, emplacou “Chandelier” na posição #8 da Hot 100.


18. “Teenage Dream” – Katy Perry

Lançada no início da década, em 2010, a canção fez parte do terceiro álbum de estúdio, o Teenage Dream. A canção foi o primeiro #1 da cantora nos charts da Billboard, além de ter faturado 1 EMAs e 1 VMAs

17. “Hotline Bling” – Drake

Com o lançamento de “Hotline Bling” em 2016, Drake recebeu críticas variadas. Primeiro, elogios pela demonstração de seu lado mais vulnerável e emocional. Ao mesmo tempo, as letras foram consideradas fracas. O sucesso, no fim, foi muito creditado à melodia da faixa.


16. “Old Town Road” – Lil Nas X feat. Billy Ray Cyrus

“Old Town Road” marcou 2019. Além da música, o videoclipe também foi um dos mais assistidos do ano, somando mais de 400 milhões de visualizações no YouTube. A faixa alavancou a carreira de Lil Nas X, ficando por 15 semanas consecutivas em primeiro lugar no topo da Billboard Hot 100. Quer mais? Em outubro, o rapper ganhou disco de diamante da RIAA pelo single.

No chart da Billboard das melhores músicas da década, “Old Town Road” ocupa o 7º lugar.


15. “Shallow” – Lady Gaga feat. Bradley Cooper

Lady Gaga e Bradley Cooper se juntaram para a produção de “Shallow”, especialmente para o filme “Nasce Uma Estrela”. Além do sucesso inegável da música – que até inspirou versões brasileiras -, ela mostrou um lado diferente de Lady Gaga, não muito comum em seus singles anteriores.

Na parada da Rolling Stone, “Shallow” está na 14ª posição.


14. “Royals” – Lorde

Quando “Royals” foi lançada, em 2003, poucas pessoas conheciam Lorde. O single fez com que a cantora se tornasse conhecida internacionalmente. Dias após o lançamento, a música somou mais de 60 mil downloads.

Na parada da Billboard, “Royals” está na 18ª posição.


13. “Blank Space” – Taylor Swift

Lançada em 2014, “Blank Space” fez parte do quinto álbum de Taylor, o 1989. A canção alcançou a primeira posição na Hot 100 da Billboard 3 semanas após o seu lançamento. “Blank Space” se tornou a terceira canção da cantora a alcançar o topo da Hot 100, dando a Swift o recorde de ser a primeira cantora em 56 anos de história da compilação a se suceder no topo da tabela, após “Blank Space” substituir “Shake It Off”.

O videoclipe da canção atingiu a marca de 2 bilhões de visualizações, fazendo com que Taylor Swift fosse a primeira artista feminina a atingir tal feito. A canção faturou 2 VMAs e uma AMA em 2015.


12. “Let It Happen” – Tame Impala

Abrindo a era “Currents”, álbum de 2015, o Tame Impala lançou o single “Let It Happen”. A música contem quase oito minutos de duração, com vocais manipulados e uma sonoridade psicodélica. “Let It Happen” foi considerada uma das melhores músicas de 2015 e na lista de melhores dadécada da Pichfork aparece em #47.


11. “We Found Love” – Rihanna (feat. Calvin Harris)

Para Chart Rigger, o verso “Nós encontramos amor em um lugar sem esperança” foi a melhor letra de pop de 2011. A letra e a voz de Rihanna foram reconhecidos como belas e potentes.


10. “Ain’t It Fun” – Paramore

A música, presente no álbum homônimo ao nome da banda, de 2013, foi o ponto alto do Paramore na Billboard Hot 100, um dos mais consagrados rankings musicais dos Estados Unidos. Além disso, rendeu o primeiro Grammy ao grupo, como “Melhor Música de Rock”.


9. “Born This Way” – Lady Gaga

Single do segundo álbum de estúdio de Gaga, que leva o mesmo nome da canção, “Born This Way”, lançada em 2011, ainda se mantém um grande hino das baladas ao redor do mundo. A canção que fala sobre amar a si mesmo, e que levanta a bandeira do movimento LGBT recebeu críticas positivas e negativas (como a acusação de plágio da canção “Express Yourself”, de Madonna). O The Guardian considerou a canção com a décima oitava melhor música do ano de 2011. “Born This Way” faturou um EMA na categoria melhor canção.


8. “Thank U, Next” – Ariana Grande

Em 2018, a Time colocou “Thank U, Next” no 3º lugar das melhores músicas do ano, a NPR no 4º, o The Guardian e a Pitchfork no 8º. A faixa também foi um enorme sucesso entre os fãs, com Ariana Grande agradecendo seus ex-namorados e ressaltando que ela pode viver bem sozinha, mesmo que a mídia tenha prazer em dizer o quão rápido ela se envolve em relacionamentos.


7.  “All Too Well” – Taylor Swift

All Too Well” foi lançada em 2012 e faz parte do quarto álbum de estúdio, Red, da norte-americana Taylor Swift. A canção foi amplamente aclamada pelos críticos de música, e muitos a descreveram como a melhor faixa do álbum. A música alcançou a posição #80 da Hot 100 da Billboard


6. “Diamonds” – Rihanna

Lançada em 2012, “Diamonds” faz parte do sétimo álbum de estúdio de Rihanna, o Unapologetic. A canção é um dos maiores hits da história da cantora, e foi a décima terceira música da cantora a atingir a posição de #1 da Billboard. Em 2013, a canção ganhou o prêmio Melhor Música de R&B pela Billboard

5. “Blackstar” – David Bowie

A canção foi o primeiro single do último álbum do cantor, também intitulado Blackstar. A música, que tem 9 minutos e 57 segundos, é a mais longa que entrou para o chart da Billboard Hot 100, na posição #78. Blackstar ganhou dois grammys: Best Rock Song e Best Rock Performance em 2017.


4. “Dancing on My Own” – Robyn

A balada romântica “Dancing on my Own”, lançada em 2010, foi um dos singles do álbum Body Talk pt.1 da cantora sueca Robyn. A canção fez parte da trilha sonora de algumas séries famosas como Gossip Girl, Orange is the New Black e RuPaul’s Drag Race. A música atingiu a posição #3 no Hot 100 da Billboard em 2010. Recentemente, em 2016, a canção ganhou uma versão totalmente diferente do cantor britânico Calum Scott, transformando-a em uma música lenta e ainda mais romântica.


3. “Formation” – Beyoncé

Lançada em 2016, “Formation” é, sem sombra de dúvidas, um dos maiores sucessos de Beyoncé. Um dos singles do álbum Formation, a canção alcançou a posição #10 no Billboard Hot 100 três meses após seu lançamento. A canção foi lançada sem nenhum aviso prévio, e no dia seguinte a cantora a performou no Super Bowl 50. “Formation” ganhou seis VMAs e um Grammy


2. “Alright” – Kendrick Lamar

“Alright” foi lançada em 2015 para o terceiro álbum, To Pimp a Butterfly, do rapper norte-americano Kendrick Lamar. A música foi associada ao Black Lives Matter depois que vários protestos liderados por jovens foram ouvidos cantando o refrão, com algumas publicações chamando “Alright” de “trilha sonora unificadora” do movimento.

Em 2016, a canção foi indicada em 4 categorias do Grammy, ganhando em duas delas: Best Rap Performance e Best Rap Song. Em 2019, foi eleita pela Pitchfork como melhor música de rap da década de 2010.


1. “Rolling in the Deep” – Adele

“Rolling In The Deep” foi o single que fez Adele se tornar conhecida mundialmente. Lançado em 2010, logo se tornou uma das músicas mais ouvidas do ano, e marco na carreira de Adele.

A canção é a décima melhor da década pela Billboard.


Agora é hora de acompanhar nossa playlist! Ouça abaixo:

Gostou da nossa lista de melhores músicas da década? Qual faixa faltou no nosso especial? Conta pra gente nos comentários e nas nossas redes sociais!

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.