Anavitória: a trajetória do duo até a 4º indicação no Grammy Latino

O duo Anavitória completou 6 anos no último dia 14. Nesses anos, elas têm aparecido de forma consistente nas indicações do Grammy Latino, versão latina da maior premiação da música. Na edição de 2020, elas foram indicadas na categoria “Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa” com o disco N, lançado em novembro de 2019.

Ana Caetano e Vitória Falcão trouxeram novos ares para a música pop brasileira, abrindo caminho para uma nova geração na MPB.

Com letras e melodias leves, tratando o amor de forma poética e sensível, Anavitória já acumula quatro indicações ao Grammy Latino. Dessas, os três álbuns de estúdio das meninas foram contemplados. 

Leia também: Conheça ANAVITÓRIA, o duo de pop rural que conquistou o país.

Anavitória 

O primeiro disco do duo, autointitulado, foi lançado em agosto de 2016 e conta com músicas como TrevoSingular e Agora Eu Quero Ir. 

Com a venda de mais de 300 mil cópias, o álbum recebeu a certificação de disco de platina e rendeu ao duo, as primeiras indicações ao Grammy, em 2017. 

Juntamente com Tiago Iorc, com que fizeram parceria em Trevo (Tu), Anavitória conquistou seu primeiro gramofone, na categoria “Melhor Canção em Língua Portuguesa”. 

Anavitória grammy latino
Foto: Reprodução/Latin Grammys

O disco Anavitória recebeu indicação em “Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa”, perdendo para Troco Likes Ao Vivo de Iorc. 

Durante a passagem das cantoras em Las Vegas para a cerimônia da premiação, foi gravado um documentário para a Netflix contando sobre a trajetória de Anavitória até o Grammy. 

Fazendo um paralelo com a cidade natal de Ana e Vitória, Araguaína (TO), o documentário mostra a simplicidade de Anavitória por trás das câmeras. 

O Tempo É Agora

Em agosto de 2018, Anavitória lançou o segundo álbum de estúdio, O Tempo É Agora. Lançado como parte da trilha sonora do filme ‘Ana e Vitória’, que dramatiza a vida das duas.

O disco conta com as músicas Ai, Amor e Por Que Eu Te Amo. Dessa vez, recebeu não somente indicação, mas deu para Anavitória o primeiro Grammy Latino na categoria “Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro”. 

Na edição de 2019, além de levarem o prêmio, Ana e Vitória performaram uma versão voz e violão de Ai, Amor

N

Em novembro de 2019, Anavitória lançou o álbum N em homenagem a Nando Reis. O disco conta com regravações de grandes sucessos do cantor, como Relicário e All Star.

Nando, que é uma grande inspiração de Anavitória, já havia trabalhado com elas anteriormente em uma versão da música ‘N’, além de terem saído juntos em turnê. 

O disco rendeu ao duo mais uma indicação na categoria “Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro”, coroando todos os álbuns da carreira com indicação ao Grammy Latino. 

A edição 2020 da premiação acontece nesta quinta-feira (19), e estamos ansiosos para saber se Ana e Vitória levarão para casa mais esse Grammy!

Brasileiros no Grammy Latino

Além de Anavitória, outros artistas brasileiros aparecem na lista de indicados ao Grammy Latino.

Confira os nomes brasileiros nas principais categorias:

Melhor Canção em Língua Portuguesa

  • A Tal Canção Pra Lua – Vitor Kley e Samuel Rosa
  • Abricó-de-Macaco – Francisco Bosco e João Bosco
  • AmarElo – Dj Duh, Emicida e Felipe Vassão
  • Libertação – Russo Passapusso
  • Pardo – Caetano Veloso

Melhor Canção ‘Urban’

  • Adicto – Anuel Aa Y Ozuna
  • Muchacha – Gente De Zona Y Becky G
  • Rave De Favela – Mc Lan, Anitta, Beam E Major Lazer
  • Rojo – J Balvin
  • Yo X Ti, Tu X Mi – Rosalía & Ozuna

Melhor Álbum de Música Sertaneja

  • #Isso É Churrasco (Ao vivo) [Deluxe] – Fernando e Sorocaba
  • Origens [Ao Vivo Em Sete Lagoas] – Paula Fernandes
  • Livre – Lauana Prado
  • Churrasco do Teló Vol. 2 – Michel Teló
  • Por Mais Beijos Ao Vivo (ao Vivo) – Zé Neto e Cristiano

Melhor Álbum de Música Popular Brasileira

  • O Amor no Caos Volume 2 – Zeca Baleiro
  • Belo Horizonte – Toninho Horta e Orquestra Fantasma
  • Bloco Na Rua (Deluxe) – Ney Matogrosso
  • Planeta Fome – Elza Soares
  • Caetano Veloso & Ivan Sacerdote – Caetano Veloso e Ivan Sacerdote

Melhor Álbum de Samba/Pagode

  • Mangueira – a Menina Dos Meus Olhos – Maria Bethânia
  • Martinho 8.0 – Bandeira da Fé: Um Concerto Pop-Clássico (Ao vivo) – Martinho da Vila
  • Samba Jazz de Raiz, Cláudio Jorge 70 – Cláudio Jorge
  • Fazendo Samba – Moacyr Luz e Samba do Trabalhador
  • Mais feliz – Zeca Pagodinho

Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa

  • AmarElo – Emicida
  • Little Electric Chicken Heart – Ana Frango Elétrico
  • Letrux Aos Prantos – Letrux
  • Universo do Canto Falado – Rapadura
  • Na Mão As Flores – Suricato

Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa

  • N – Anavitória
  • Enquanto Estamos Distantes – As Bahias
  • APKÁ! – Céu
  • Guaia – Marcelo Jeneci
  • Eu Feat. Você – Melim

Melhor Álbum de Música Cristã (Língua Portuguesa)

  • Catarse: Lado A – Daniela Araújo
  • Reino – Aline Barros
  • Profundo – Ministério Mergulhar
  • Maria Passa à Frente – Padre Marcelo Rossi
  • Memórias II (Ao Vivo em Belo Horizonte) – Eli Soares

Melhor Álbum De Engenharia De Gravação

  • Aire – Jesse & Joy
  • Apká! – Céu
  • Quimera – Alba Reche
  • Sublime – Alex Cuba
  • 3:33 – Debi Nova

Melhor Vídeo Musical Versão Curta 

  • Saci – Baianasystem & Tropkillaz
  • Rojo – J Balvin
  • Cubana – Bivolt
  • Para Ya – Porter
  • Tkn – Rosalía & Travis Scott

Melhor Álbum Instrumental

  • Plays Daniel Figueiredo – Leo Amuedo
  • Cartografias – Caetano Brasil
  • Sotavento – Compasses
  • Festejo – Yamandu Costa Featuring Marcelo Jiran
  • Terra – Daniel Minimalia

Quais são as suas apostas para a premiação? Conta pra gente nas redes sociais do Track!

Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.