29 de março de 2017 por Fernanda Assunção.

Para quem gosta de: Tássia Reis, Mano Brown, Emicida, Karol Conká, Mc Carol, Criolo

Em atividade desde 2014, o rapper Rico Dalasam ganhou destaque nacional ao compor a música do carnaval 2017 e a parceria com a cantora drag queen Pablo Vittar. Com um refrão chiclete e um funk dançante, não foi difícil a música ganhar as ruas do Brasil na época da festa do momo.

Com um EP (Modo Diverso-2015) e um disco gravados (Ogunga-2016), Rico tem mostrado a sua luta em um mundo extremamente machista e preconceituoso ainda que seja um lugar de resistência como o Rap. Ser o primeiro rapper gay do Brasil e ícone do Queer Rap traz visibilidade dentro desse universo, mas também encontra resistência. Rico, em diversas entrevistas, garante que mesmo com toda a dificuldade há lugar para todos.

As músicas de Rico trazem sua vivência como jovem, gay e negro na grande São Paulo e parte da sua narrativa em desconstruir um mundo em que há muito precisa evoluir e criar o seu espaço. Entre as suas inspirações, Racionais, Clã Nordestino, Lauryn Hill, Mary J. Blige, Rick James, Little Richard, o Prince  e, em geral, o universo do rap nacional.

Além da parceria com Pablo Vittar, Dalasam já participou do clipe “Madume”, do Emicida, e de vários eventos ao lado do Baiana System, Daniela Mercury, Mahmundi e outros.

Se quiser conhecer um pouco mais sobre o Rico, dá um play nessa entrevista do rapper com a Marília Gabriela.

E não deixe de curtir a nossa playlist!

Quer ver seu artista ou banda favorito aqui? Então deixa seu comentário e ajude a divulgar muita música boa.

 

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.