Hoje (29), Lia Clark, a drag queen funkeira, lançou seu primeiro EP, intitulado “Clark Boom”. O trabalho explora uma sonoridade funk/pop e, com letras ácidas e uma excêntrica parceria com a Mulher Pepita – outra cantora que emerge no cenário funk -, está recheado de hinos paras as pistas do Brasil – e por que não do mundo?

capalia

Capa do EP “Clark Boom”

Conversamos com Lia e ela nos contou um pouco do processo criativo, composição das canções e planos para futuros videoclipes.

Conta um pouco de como tudo isso começou. Como surgiu a Lia Clark funkeira?
Eu comecei nessa vida de Drag como Dj. Logo no início eu já era a “Drag Dj do Funk”. Um dia tive a ideia de gravar um Funk, já com o “Trava Trava” na cabeça. Apresentei pro Pedrowl e ele abraçou a ideia da melhor maneira possível! E hoje estamos ai, rs.
“Clark Boom” foi composta em parceria com o Mateus Carrilho, da Banda Uó. Alguma outra música teve participações especiais na composição? 
Sim! “Baile de Boneca” também foi escrita por ele. O Pedrowl me auxiliou em algumas letras também. Foi um trabalho em conjunto!
O vídeo de “Clark Boom” tem produção e cenários incríveis! E como foi o processo criativo? Você participou de tudo?
Com certeza! Eu até sou meio chata nisso, rs. Eu e meus amigos entramos em reuniões pra colocarmos a ideia no papel. A Raquely e o Pedro cuidaram da cenografia como ninguém. Acompanhei e dei pitaco em tudo de perto e deu no que deu. Quero agradecer todos meus amigos por essa ajuda!
O que podemos esperar dos próximos clipes dessa era?
Agora nós estamos fissurados em super produções. Somos pobres e sem patrocínio, mas tenho certeza que os próximos videoclipes vão vir com nível elevado. Meus amigos são muito talentosos!
E de onde vem as inspirações para as letras? Aquela “Boquetáxi”, por exemplo. 
As inspirações vêm do meu dia-a-dia, principalmente Boquetáxi (rs). Na verdade, é uma gíria que meus amigos usavam muito pra zoar uma amiga nossa.
Não sei os outros, mas eu escuto muito funk, aqueles que ninguém conhece. Bem favelada meixxxmo. Me inspiro em muitos desses também!
Como você se sente sendo uma das drag queens mais famosas do Brasil? 
Eu fico chocada. Nunca achei que isso fosse acontecer comigo. Quando eu viajo e vejo que todo mundo da balada me conhece, eu fico abismada. É gratificante!
 Acho que estou fazendo meu trabalho muito bem feito sendo a única Drag Queen funkeira.
Meu objetivo é colocar todas as gays pra sarrar na pista de dança <3
Já pensou em qual vai ser o próximo single? 
Nós tínhamos uma ideia, mas agora com o lançamento vamos ver como as pessoas vão responder ao EP.
Estou muito curiosa pra saber as preferidas.
O que todos queremos saber: podemos aguardar um álbum inteiro da Lia Clark?
Mesmo não tendo essa cultura de “álbum” no mundo funk, é uma ótima ideia. Vamos ver como o “Clark Boom” vai se sair nas paradas de sucesso (rs) e vamos pensar nisso. Não descarto a possibilidade.
Ou seja: mais clipes, superproduções e quiça um álbum inteiro estão por vir! Já aguardamos ansiosos!
Ouça o EP (AVISO: as letras possuem conotação sexual, então, esteja avisado):

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.