Kanye West, sextape e mais: confira monólogo de Kim Kardashian no SNL

Socialite apresentou Saturday Night Live do último sábado (09) e falou sobre divórcio com rapper e polêmicas com a família em tom ácido

Por em 11 de outubro de 2021

A influenciadora Kim Kardashian deixou sua marca no programa Saturday Night Live (SNL) no último sábado (09), e não foi por pouco. A estrela, que hoje é dona de praticamente um império junto com sua família, entregou um monólogo ácido que envolvia seu divórcio com o cantor Kanye West, sua primeira grande polêmica com a sextape em 2007 e até mesmo o caso de O.J Simpson.

Conhecido por ser um programa humorístico, o SNL promoveu várias sketches com Kim Kardashian e contou com participação da mãe e empresária, Kris Jenner.

Foto: Divulgação/SNL

Leia também: “Lil Nas X revela suas colaborações dos sonhos”

Confira o monólogo ácido de Kim Kardashian para o SNL

No ar durante 40 anos pela NBC, o Saturday Night Live é um programa já conhecido por suas sketches com famosos, muitas vezes abordando temas polêmicos sobre a vida profissional ou sobre política. Kim Kardashian fez ambos. Logo de início, ela falou sobre sua sextape vazada com o ex-namorado Willie “Ray J” Norwood, em 2007. O caso colocou os holofotes sobre a família Kardashian à época, sobretudo em Kim, que já tinha uma vida como socialite nos círculos da alta sociedade norte-americana.

“Eu sei, também estou surpresa de me ver aqui”, ela deu início ao monólogo, e continuou: “Quando me convidaram, fiquei pensando: ‘Querem que seja a apresentadora? Por quê? Faz muito tempo que não estreia um filme comigo. Na verdade, só estreou um e ninguém me avisou sobre a première. Minha mãe deve ter esquecido”.

A empresária também fez um aceno para as intervenções estéticas que ela e as irmãs são acusadas de fazer. Com 20 temporadas, “Keeping Up With The Kardashians” foi uma das séries de reality show mais longas no país. e, a partir dela, todos os fãs da família puderam acompanhar o crescimento dos 6 irmãos — Kim Kardashian, Kourtney Kardashian, Khloé Kardashian, Kylie Jenner, Kendall Jenner e Robert Kardashian, que se afastou do programa nas últimas temporadas —  e as mudanças que cada um passou na vida pessoal e profissional.

Foto: Keeping Up With The Kardashians/Divulgação

“Estou muito contente por estar aqui para mostrar a vocês que sou muito mais do que apenas um rosto bonito… e um cabelo bonito, uma maquiagem ótima, peitos incríveis e uma bunda perfeita. Basicamente, sou muito mais do que aquela foto de referência que a minha irmã mostrou para os seus cirurgiões plásticos”, brincou Kim.

Em um dos momentos mais controversos, Kim Kardashian comentou sobre o caso de O.J Simpson, um dos maiores ex-jogadores de futebol americano dos Estados Unidos, acusado de assassinar sua ex-mulher Nicole Brown em 1992. Na época, O.J era amigo da família Kardashian e o patriarca, Rob, foi um dos advogados do caso.

“Meu pai foi e continua sendo uma grande influência e inspiração para mim e agradeço a ele por abrir meus olhos para a injustiça racial. Graças a ele conheci pela primeira vez uma pessoa negra. Quer “dar uma facada no escuro” sobre quem era? Sei que é um pouco estranho alguém lembrar da primeira pessoa negra que conheceu, mas O. J. deixou uma marca. Ou várias. Ou nenhuma, ainda não sei”, disparou a socialite.

Com um monólogo desses, Kim não poderia se despedir sem falar sobre seu ex-marido e pai dos seus quatro filhos, o cantor Kanye West. A criadora da linha SKIMS comentou sobre a eleição que Ye concorreu em 2020 pela presidência dos Estados Unidos e também fez referência à Caitlyn Jenner, que tentou o governo da Califórnia.

“Eu me casei com o melhor rapper de todos os tempos. Não apenas isso, mas o homem negro mais rico na América —  um gênio legítimo e talentoso, que me deu quatro crianças incríveis. Então, quando eu me divorciei dele, você precisa saber que se resumiu a uma coisa: a personalidade dele. Sabe, isso soa maldoso, mas as pessoas sempre dizem que a comédia vem da maldade”, desabafou Kim, que brincou um anúncio para a presidência dos Estados Unidos e então completou: “eu não vou ser candidata à presidência, porque a gente não pode ter três políticos fracassados na família”.

Confira o monólogo na íntegra:


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!