in ,

BBB: relembre 5 momentos icônicos do Jogo da Discórdia

Triângulo amoroso, ameaças e muito “shade”: fogo no parquinho já deu o que falar nas últimas edições

Foto: Reprodução/TV Globo

É quase um fogo no parquinho, mas é só o Jogo da Discórdia do BBB mexendo com a casa mais vigiada do Brasil. Na última segunda-feira (31), os brothers da edição 22, já conhecida por alguns como “a edição do amor”, tiveram que mostrar um lado mais espinhoso.

Para a dinâmica, os participantes escolheram três colegas para encaixar em alguns dos perfis do quadro, que não era nada “do amor”: “Não faz falta”; “Já me decepcionou”; “Palestrinha”; “Atrapalha meu jogo”; “Medo de se comprometer” e “Não é confiável”. Mesmo assim, alguns ainda ficaram em cima do muro, o que foi questionado pelos fãs do reality nas redes sociais, apesar de estarmos bem servidos de memes.

Mas para quem está com saudade de uma boa treta, o Tracklist resolveu relembrar 5 momentos icônicos do Jogo da Discórdia do BBB nas edições passadas. Confira!

Leia também: Enquete paredão BBB22: Jessilane, Natália ou Rodrigo?

Confira 5 momentos icônicos do Jogo da Discórdia do BBB

1. O monólogo de Felipe Prior em “Influenciador(a) x Influenciável” (BBB 20)

A edição de 2020 do BBB foi uma das mais icônicas do programa. Com o recorde de votos após o paredão entre Manu Gavassi e Felipe Prior, a edição foi também a primeira a trazer a divisão entre dois grupos: Camarote e Pipoca. Prior, que vinha perdendo seus aliados no jogo e em disputa declarada contra o youtuber Pyong Lee, rendeu aos fãs do programa este momento sem papas na língua:

2. Fiuk e Arthur em “É isso mesmo que você ouviu” (BBB 21)

O clima esquentou entre Arthur Picoli e Fiuk na edição 21 do BBB. O ator e cantor flechou o colega de confinamento como alguém que é o “pior jogador” e que faz “jogo sujo” no reality durante a dinâmica.

“É uma pessoa que mente, que finge, que foi incoerente em vários momentos e mudou de acordo com as pessoas que foram saindo daqui. Foi um cara que me machucou de graça desde o começo, não quis conversar comigo, virou a cara pra mim, se dependesse dele ele não falaria mais comigo desde o começo do jogo”, disse o artista. Em seguida, Arthur xingou Fiuk ao vivo, que se exaltou.

3. “Quem não ganha o Big Brother é o Nego Di, porque ele vai sair amanhã” – Sarah Andrade (BBB 21)

A “espiã” Sarah Andrade foi uma das participantes da última edição que fortaleceu a dinâmica do jogo. O apelido, dado pelos fãs no início do game, foi por causa da visão que Sarah tinha e por como ela sempre estava na “espreita” de alguns grupos que estavam conversando sobre o jogo.

Sem medo, a brasiliense, que estava no paredão junto com o humorista Nego Di, deu a plaquinha de “Não Ganha” durante a dinâmica do Jogo da Discórdia para o colega emparedado. No dia seguinte, Nego Di foi eliminado com 98,76% dos votos, recorde de rejeição que foi batido apenas por Karol Conká, que saiu com 99,17%.

4. O pódio de Gui Napolitano (BBB 20)

O Diego Alemão até tentou fazer escola. Na edição 20 do BBB, outro Jogo da Discórdia deixou uma “torta de climão” quando Gui Napolitano montou o seu pódio durante a dinâmica. As escolhidas do participante foram Gabi Martins, com quem ele estava começando a namorar, e Bianca Andrade, a Boca Rosa, com quem Gui também flertava na casa.

Na época, a influencer estava namorando com Diogo Melim, da banda Melim. Os dois anunciaram o término após a saída de Bianca da casa e hoje a empresário é casada com o jogador Fred, com quem tem um filho. Gui e Gabi também terminaram o relacionamento após a saída do programa.

Foto: Reprodução/TV Globo

5. “Quando chegar lá no céu, não vai ter Deus para julgar. Vão ter esses três para julgar quem sobe e quem desce”, Gil do Vigor (BBB21)

O momento de Gil era delicado. Logo no início da edição, os participantes foram envolvidos em uma narrativa intensa com o ator Lucas Penteado, que acabou desistindo do programa após se assumir bissexual. Gil, que teria protagonizado o beijo com Lucas durante uma festa, foi em defesa do ator e o amparou e, de acordo com ele, foi posto no paredão pela maioria por causa disso.

Às vésperas do paredão em que o economista compartilhava com Juliette, vencedora da edição, e Arcrebiano, Gil desabafou sobre os julgamentos da casa, principalmente do grupo de Karol Conká, Lumena Aleluia e Nego Di. “Quando chegar lá no céu, não vai ter deus para julgar, não, Thiago. Vão ter esses três para julgar quem sobe e quem desce”, disparou o ex-missionário mórmon sobre os colegas de confinamento.

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre o BBB22? Siga o Tracklist no Twitter!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Loading…

    0