CHARTS: Niall Horan estreia no topo com seu primeiro disco solo, "Flicker" | Tracklist

Desde a separação do One Direction, seus ex-integrantes têm entregue projetos solo de grande magnitude para os fãs da boyband. Após os discos de Zayn e Harry Styles, chegou a vez de Niall Horan agitar as paradas musicais com o lançamento de seu primeiro trabalho individual, “Flicker”, que debuta diretamente na primeira colocação em território americano.

Apesar de não ter replicado o mesmo sucesso comercial no Reino Unido (por onde amarga no terceiro lugar em uma atualização liderada pelo relançamento de “Listen Without Prejudice Vol. 1”, de George Michael), o trabalho garantiu uma estreia de destaque na Billboard 200, igualando o One Direction aos Beatles como o grupo com maior número de títulos solo de seus próprios integrantes a chegar ao topo da tabela.

A mesma movimentação, contudo, não se repete nas listas de singles, ainda dominadas por “Rockstar”. A parceria entre Post Malone e 21 Savage continua crescendo em números a cada semana, e deve permanecer à frente das paradas ao longo das próximas atualizações — ainda que a concorrência de nomes como Camila Cabello e Ed Sheeran siga se firmando.

BILLBOARD
ESTADOS UNIDOS

A liderança de “Rockstar”, sucesso absoluto de Post Malone com 21 Savage, não é mais novidade alguma na parada americana de singles a essa altura. A canção, que registra o melhor desempenho de ambos os rappers na lista, continua no topo pela terceira atualização consecutiva com seu grande potencial de streams — tendo contabilizado aproximadamente 53 milhões deles ao longo da última semana, além de 52 mil downloads e 56 milhões de pontos em airplay.

As quatro colocações abaixo também permanecem inalteradas por mais uma semana. Na seguinte ordem, Cardi B, Logic, Portugal. The Man e Imagine Dragons compõem o restante das cinco melhores colocações com seus últimos hits. Porém, é esperado que as faixas caiam nas próximas atualizações com o súbito crescimento de Camila Cabello e Ed Sheeran.

A ex-integrante do Fifth Harmony faz sua segunda aparição individual entre as dez primeiras posições da Billboard Hot 100. Após chegar ao quarto lugar em fevereiro com “Bad Things”, de Machine Gun Kelly, a cantora assume o sétimo degrau da tabela com “Havana”, seu primeiro single solo a atingir a região de destaque nos Estados Unidos.

A parceria com Young Thug, novato entre os primeiros postos do ranking, subiu surpreendentes 14 colocações na última atualização da parada graças às suas vendas digitais e a repercussão de seu videoclipe oficial. A canção acumulou cerca de 42 mil downloads em solo americano (o quarto maior percentual nessa semana) junto aos seus 24,2 milhões de audições em plataformas de streaming.

Já Ed Sheeran emplaca sua sexta música de trabalho entre as dez melhores posições da tabela americana. Seu atual single, “Perfect”, escala oito degraus em direção ao décimo lugar, também impulsionado pelos seus crescentes downloads (mais de 53 mil feitos ao longo da última semana), e sucede outras faixas como “Shape Of You”, “Thinking Out Loud”, “Castle On The Hill”, “Don’t” e “Photograph”.

Por mais uma atualização, Demi Lovato quebra o seu recorde pessoal na lista com o sucesso de “Sorry Not Sorry” nas rádios americanas. Com 88 milhões de pontos obtidos em airplay, a canção agora se encontra na sexta colocação — um pico inédito na parada — , ajudando também a alavancar as vendas do álbum “Tell Me You Love Me”, que retorna à região de destaque na tabela de discos.

Com isso, as dez primeiras posições da Billboard Hot 100 são ocupadas pelos seguintes singles:

1. “Rockstar”, Post Malone e 21 Savage (-)
2. “Bodak Yellow”, Cardi B (-)
3. “1–800–273–8255”, Logic com Alessia Cara e Khalid (-)
4. “Feel It Still”, Portugal. The Man (-)
5. “Thunder”, Imagine Dragons (-)
6. “Sorry Not Sorry”, Demi Lovato (7–6)
7. “Havana”, Camila Cabello e Young Thug (20–7)
8. “Mi Gente”, J Balvin e Willy William com Beyoncé (6–8)
9. “Too Good At Goodbyes”, Sam Smith (8–9)
10. “Perfect”, Ed Sheeran (18–10)

Mesmo não tendo garantido o desempenho comercial esperado para o seu título de estreia em sua terra natal, Niall Horan assegurou a liderança da parada americana de discos com o aguardado lançamento de “Flicker”. O trabalho não apenas concede ao cantor um grandioso início de carreira solo na Billboard 200, mas também uma marca inédita ao One Direction na tabela.

A boyband empata com os Beatles como o grupo com maior número de projetos individuais de seus membros no topo nos Estados Unidos. Niall se junta à Zayn e Harry Styles como os ex-integrantes do quinteto britânico a emplacarem um álbum na primeira colocação, assim como também fizeram Paul McCartney, John Lennon e George Harrison após a separação do Fab Four. O recorde ainda deve ser futuramente quebrado, uma vez que Liam Payne e Louis Tomlinson também deverão lançar seus discos solo em breve.

Ao todo, “Flicker” registrou cerca de 152 mil unidades comercializadas em sua primeira semana disponível, sendo grande parte desse número contabilizada a partir dos formatos tradicionais (compras físicas e downloads). O trabalho ainda se beneficiou de sua venda conjunta com os ingressos da turnê solo do cantor — estratégia esta também utilizada por nomes como P!nk, The Chainsmokers, Katy Perry, The Killers e Arcade Fire em seu caminho para o topo.

Niall ainda contou com a concorrência de Future e Young Thug na parada americana com a chegada de seu mais novo projeto colaborativo, “Super Slimey”. O disco estreia na vice-liderança com 75 mil unidades vendidas, sendo 58 mil delas surpreendentemente contabilizadas por meio de streams, tornando-se assim o trabalho colaborativo de melhor desempenho na Billboard 200 em mais de dois anos,

“Super Slimey” já é o oitavo título de Future a ocupar um dos dez primeiros postos da tabela americana e o terceiro no ano (sucedendo os ex-líderes “Future” e “HNDRXX”, lançados em fevereiro), e o quarto de Young Thug, que havia alcançado as primeiras posições da lista em junho com a mixtape “Beautiful Thugger Girls”.

Dois outros lançamentos também marcam as primeiras colocações da tabela nessa semana. Tratam-se de “Losing Sleep”, trabalho de estúdio inédito de Chris Young que debuta diretamente no quinto lugar; e “When Was The Last Time”, novo disco de Darius Rucker que assume o oitavo posto.

Confira quais são os dez álbuns melhor posicionados na última atualização da Billboard 200:

1. “Flicker”, Niall Horan (*)
2. “Super Slimey”, Future e Young Thug (*)
3. “Beautiful Trauma”, P!nk (1–3)
4. “Stoney”, Post Malone (-)
5. “Losing Sleep”, Chris Young (*)
6. “Mr. Davis”, Gucci Mane (2–6)
7. “÷”, Ed Sheeran (6–7)
8. “When Was The Last Time”, Darius Rucker (*)
9. “Luv Is Rage 2”, Lil Uzi Vert (5–9)
10. “Tell Me You Love Me”, Demi Lovato (13–10)

OFFICIAL CHARTS
REINO UNIDO

A febre acerca de Post Malone não deve abandonar as paradas britânicas tão cedo. Pela quarta atualização consecutiva, o rapper permanece à frente da lista de singles com sua atual música de trabalho, “Rockstar”, gravada em parceria com 21 Savage e grandemente alavancada por suas reproduções em plataformas de streaming.

Ao longo da última semana, a canção registrou o equivalente à 50 mil unidades vendidas, contabilizadas por meio de seus downloads e streams pelo Reino Unido. Apesar de alto, entretanto, o número esteve apenas 5 mil pontos atrás da vice-líder Camila Cabello, que continua na busca pelo topo com sua colaboração com Young Thug, “Havana”, e se mantém na segunda posição pela terceira vez seguida.

Logo atrás de ambas, Marshmello finca um novo pico na tabela com sua mais recente parceria com Khalid, “Silence”. A faixa se torna o maior sucesso do produtor (que deve emplacar “Wolves”, seu novo single com Selena Gomez, entre as primeiras colocações na semana que vem) em território britânico ao escalar seis degraus rumo ao terceiro lugar, ultrapassando nomes como Avicii, Sam Smith e Zayn no caminho.

Mabel é outra artista a melhorar a marca pessoal de seu último single. A revelação sueca sobe para o oitavo posto do ranking com “Finders Keepers”, mais recente colaboração o londrino Kojo Funds que continua a conquistar seu próprio espaço pelo Reino Unido.

Aproveitando o crescente sucesso reunido pela sua atual música de trabalho, “Perfect”, Ed Sheeran retorna às posições de destaque ao assumir o sétimo lugar da lista. Apesar de apenas estar sendo divulgada recentemente, a faixa debutou na quarta colocação do Official Charts no mês de março, junto ao lançamento do último disco do cantor, “÷”.

Os dez singles de melhor desempenho na mais recente atualização da parada britânica são:

1. “Rockstar”, Post Malone e 21 Savage (-)
2. “Havana”, Camila Cabello e Young Thug (-)
3. “Silence”, Marshemello e Khalid (9–3)
4. “Lonely Together”, Avicii e Rita Ora (-)
5. “Too Good At Goodbyes”, Sam Smith (3–5)
6. “Dusk Till Dawn”, Zayn e Sia (-)
7. “Perfect”, Ed Sheeran (11–7)
8. “Finders Keepers”, Mabel e Kojo Funds (10–8)
9. “Reggaetón Lento”, CNCO e Little Mix (5–9)
10. “Mi Gente”, J Balvin e Willy William com Beyoncé (8–10)

27 anos após chegar às lojas, “Listen Without Prejudice Vol. 1”, álbum de estúdio clássico de George Michael, retoma a liderança da tabela britânica de discos. O trabalho, recentemente relançado junto a um novo documentário do cantor, acumulou aproximadamente 56 mil cópias vendidas ao longo da última semana — mais que a metade da vice-colocada P!nk e seu projeto mais recente, “Beautiful Trauma”.

A versão original do disco estreou diretamente no topo do Official Charts em 1990, única semana em que permaneceu em tal colocação, e permaneceu entre as dez primeiras posições pelas 18 atualizações seguintes. Com hits como “Praying For Time” e “Freedom! ‘90”, o trabalho recebe uma nova edição com faixas extra e uma gravação do ex-astro do Wham! no MTV Unplugged, em 1996.

Contudo, este não é o único relançamento a aparecer entre os primeiros lugares da parada nessa semana. Além de George, o The Smiths também reestreia seu mais importante álbum, “The Queen Is Dead”, na décima colocação com o lançamento de sua versão deluxe, com demos, registros ao vivo e novas remasterizações das canções originais do título.

Apesar das grandes expectativas, Niall Horan amarga uma estreia abaixo do esperado no Reino Unido com o seu aguardado primeiro projeto solo, “Flicker”. O disco emerge “apenas” na terceira posição, abaixo do alcançado pelos trabalhos individuais dos ex-companheiros Zayn e Harry Styles, cujos álbuns debutaram na liderança.

Em contrapartida, o duo de rap londrino Krept & Konan emplaca dois trabalhos ao mesmo tempo entre os primeiros postos da lista. Enquanto “7 Days” debuta diretamente na sexta colocação, “7 Nights” aparece na oitava. Ambos os títulos foram lançados simultaneamente e rapidamente explodiram em vendas na terra da Rainha.

Em meio aos dois trabalhos, encontra-se “Glasshouse”, o mais novo trabalho de estúdio de Jessie Ware. O novo disco da cantora inglesa assume o sétimo lugar e se torna o seu terceiro material a chegar aos dez primeiros degraus do Official Charts, ainda que não tenha superado o desempenho de seu projeto de estreia, “Devotion”, que ocupou o quinto posto em 2012.

Assim são preenchidas as dez primeiras posições da tabela britânica de álbuns nessa semana:

1. “Listen Without Prejudice Vol. 1”, George Michael (*)
2. “Beautiful Trauma”, P!nk (1–2)
3. “Flicker”, Niall Horan (*)
4. “As You Were”, Liam Gallagher (2–4)
5. “÷”, Ed Sheeran (4–5)
6. “7 Days”, Krept & Konan (*)
7. “Glasshouse”, Jessie Ware (*)
8. “7 Nights”, Krept & Konan (*)
9. “Carry Fire”, Robert Plant (3–9)
10. “The Queen Is Dead”, The Smiths (*)


O retorno de nomes como Selena Gomez e Migos devem marcar as próximas atualizações das paradas americana e britânica. Enquanto o trio de rap reúne percentuais iniciais positivos com “Motor Sport”, colaboração surpresa com Nicki Minaj e Cardi B, a cantora ainda deve roubar a cena com o aguardado lançamento de seu novo single com Marshmello, “Wolves”.

Porém, ambas as faixas devem se cruzar com a ascensão de nomes como Camila Cabello, Ed Sheeran e Taylor Swift. A ex-integrante do Fifth Harmony e o cantor britânico seguem conquistando espaço pelo Reino Unido com “Havana” e “Perfect”, respectivamente, ao mesmo tempo que “…Ready For It?” pode voltar às primeiras posições com o lançamento de seu videoclipe oficial.

Dois anos após seu último trabalho, Kelly Clarkson deve voltar ao topo dos Estados Unidos com seu novo álbum de estúdio, “Meaning Of Life”. Apesar de liderar as listas de downloads atualmente, o disco conta com a forte concorrência de artistas como Big K.R.I.T. e seu disco inédito, “4eva Is A Mighty Long Time”, e Kenny Chesney com “Live In No Shoes Nation” na parada americana.

Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.