frame de miley cyrus no clipe angels like you

“Angels Like You”, de Miley Cyrus, e videoclipes com pautas importantes

O videoclipe de ‘Angels Like You’ tem como pauta principal o incentivo à vacinação contra a covid-19

Por em 9 de março de 2021

Miley Cyrus lançou, nesta segunda-feira, o videoclipe de Angels Like You, próximo single da era Plastic Hearts. O registro foi feito durante seu show pré-Super Bowl, em fevereiro, onde a cantora se apresentou para uma plateia de 7500 profissionais da saúde já vacinados contra a covid-19.

Leia também: Miley Cyrus: as maiores reviravoltas de sua carreira musical

Videoclipe de Angels Like You.

Além de mostrar imagens do backstage e da apresentação, o vídeo de Angels Like You traz uma importante mensagem de incentivo à vacinação contra o coronavírus. “No dia 7 de fevereiro de 2021, quase um ano após o mundo parar por causa da covid-19, este vídeo foi gravado no primeiro show desta magnitude desde que a pandemia mudou nossas vidas”, relatou a artista.

“O público estava completamente vacinado e era composto por trabalhadores da área da saúde que lutaram incansavelmente contra a covid-19. Todos nós esperamos estar juntos novamente e isso pode acontecer mais rápido do que imaginamos, já que as vacinas estão ficando mais disponíveis. Cada um de nós pode ajudar a parar a pandemia sendo vacinados. Juntos podemos fazer a experiência de música ao vivo uma realidade novamente”, completou.

frame de miley cyrus no clipe angels like you
Foto: Reprodução/Youtube.

Ao anunciar o videoclipe de Angels Like You no Instagram, Miley também comentou: “Eu nunca teria pensado quando escrevi Angels Like You que a primeira vez que tocaria essa música ou gravaria um videoclipe seria em um momento como este. Já faz quase um ano sem música ao vivo. Eu sinto falta desesperadamente da conexão que isso traz. Sinto falta de ouvir suas vozes ressoarem em harmonia com a minha. Eu sinto sua falta. Com as vacinas cada vez mais disponíveis, o sonho de todos nós estarmos reunidos está cada vez mais perto de se tornar realidade. Nós apenas temos que fazer nossa parte”.

“Eu espero que você ame o que eu fiz por você e que você sinta, por apenas alguns minutos, que você estava aqui no meio da multidão no show conosco. Em breve…”, concluiu.

Outros videoclipes com pautas importantes

Aproveitando o lançamento, listamos para você alguns outros videoclipes que trazem pautas tão importantes quanto a de Angels Like You.

We Are Warriors

No início da pandemia, Avril Lavigne regravou Warrior, faixa do seu álbum de 2019, Head Above Water. O relançamento veio como uma forma de homenagear os profissionais de saúde da linha de frente ao combate da covid-19. Na nova versão, a cantora substitui a palavra “eu” por “nós” durante a letra da música.

“Eu regravei Warrior para refletir sobre o nosso mundo atualmente e todas as incríveis e heroicas coisas que todos vocês têm feito. Para todas as pessoas que trabalham nos hospitais, nos correios, mercados, policiais, bombeiros e a todos vocês que tiveram os seus mundos balançados. Isto é para vocês”, comentou Avril à respeito do lançamento.

Foto: Reprodução/YouTube.

O vídeo intercala imagens da cantora com cenas de diferentes pessoas lidando com a situação da pandemia e, principalmente, profissionais da saúde enfrentando a covid-19.

Toda a renda arrecadada pela faixa foi doada para a Project Hope, iniciativa que ajuda equipes médicas que estão na linha de frente no combate ao coronavírus.

Videoclipe de We Are Warriors.

Formation

O videoclipe de Formation, um dos maiores sucessos de Beyoncé, é uma denúncia à brutalidade policial contra negros nos Estados Unidos. A música se inicia com falas de Messy Mya, artista que criticava a violência policial no país e foi assassinado a tiros em 2010.

Ao longo do vídeo, são mostradas diversas as imagens que explicitam esta denúncia. Em uma das cenas do videoclipe, a cantora aparece em cima de um carro da polícia de Nova Orleans, submerso em uma enchente. O momento é uma referência ao furacão Katrina, tempestade tropical que devastou o local em 2005 e foi tratado com descaso pelas autoridades, devido à população majoritariamente negra.

Foto: Reprodução/YouTube.

Já ao fim do vídeo, uma fileira de policiais da tropa de choque levantam suas mãos para o alto, em um gesto de redenção, relevando um grafite na parede que diz “parem de atirar em nós”.

Formation chegou a concorrer em 27 prêmios, se tornando o vencedor de Melhor Videoclipe Musical no Grammy 2017. Além disso, o videoclipe foi o primeiro vídeo na história a ganhar um prêmio em homenagem no festival de Cannes.

Videoclipe de Formation.

Sleeping In

Sleeping In, um dos singles do mais recente álbum da banda All Time Low, ganhou um videoclipe super especial. No vídeo, dirigido por Max Moore, os integrantes da banda superam o término de seus respectivos relacionamentos adotando animais.

O clipe fez parte do projeto Adote, Não compre, uma parceria com a North Shore Animal League America, organização que ajuda no resgate e na adoção de animais nos Estados Unidos.

Videoclipe de Sleeping In.

I Can’t Breathe

A faixa I Can’t Breathe é uma música escrita pela cantora H.E.R. em resposta aos assassinatos de George Floyd, Breonna Taylor e outras vidas negras perdidas pela brutalidade policial.

Na letra, a cantora fala sobre a luta contra o racismo e a busca por justiça, além de fazer referências às últimas palavras de Floyd.

Foto: Reprodução/YouTube.

Na primeira apresentação ao vivo da faixa, H.E.R. relatou: “Essas letras foram fáceis de escrever porque vieram do debate sobre o que está acontecendo agora, e a mudança que precisamos ver. Acho que a música é poderosa quando se trata de mudança e de se curar, e foi por isso que escrevi essa música, para deixar uma marca na história”.

Durante o videoclipe, são mostradas compilações de imagens das manifestações contra a brutalidade policial e o racismo sistemático que aconteceram ao redor do mundo. O vídeo é finalizado com uma sequência de nomes de vítimas negras que foram assassinadas ao longo dos anos.

Videoclipe de I Can’t Breathe.

1-800-273-8255

O videoclipe de 1-800-273-8255, parceria de Logic com Alessia Cara e Khalid, narra a história de um jovem que sofre ao lidar com a falta de aceitação devido à sua sexualidade.

Durante as cenas do vídeo, são mostrados a homofobia da família e o bullying que o jovem sofre na escola ao som de versos como “parece que minha vida não é minha”.

videoclipe de 1-800-273-8255, que é um videoclipe com uma pauta importante assim como 'angels like you'
Foto: Reprodução/YouTube.

O título da faixa é o número da Central Nacional de Prevenção do Suicídio dos Estados Unidos, que relatou que, nas três semanas seguintes após o lançamento do single, as ligações cresceram em 27% e os acessos do site subiram em mais de 100 mil acessos mensais.

O vídeo teve um impacto muito grande e chegou a ser nomeado ao Grammy 2018, na categoria Melhor Videoclipe Musical.

Videoclipe de 1-800-273-8255.

Untitled e This Song Saved My Life

Ainda em 2004, o grupo Simple Plan já fazia denúncias de cunho social em seus videoclipes. O vídeo da música Untitled retrata um acidente em que um jovem bêbado bate seu carro e acaba matando a outra motorista envolvida.

Sobre o videoclipe, a banda contou: “Ao longo dos anos, muitas pessoas que nós conhecemos se envolveram em trágicos acidentes causados por bebida e direção. Um dos estudantes da nossa escola bateu o carro dele voltando de uma viagem e matou o melhor amigo. Foi um momento muito triste que nenhum de nós esquecerá. Essa é a história que queríamos contar com esse vídeo: a história de todas as vítimas inocentes causadas pela mistura de bebida e direção”.

Videoclipe de Untitled.

Já em 2011, a banda trouxe à tona os perigos do tráfico humano, que escraviza milhões de adultos e crianças ao redor do mundo, para o videoclipe de This Song Saved My Life. Em parceria com a USAID e Walk Free, o clipe retrata a jornada de jovens presos e forçados a trabalhar em uma fábrica têxtil na Ásia.

Videoclipe de This Song Saved My Life.

This Is America

Definitivamente, This Is America é um dos videoclipes mais importantes lançados até hoje. O clipe faz diversas críticas à alienação da mídia em relação aos jovens de hoje em dia, os deixando indiferentes às violências sofridas pela população negra americana.

Por meio da dança, o vídeo traz fortes cenas que também denunciam a falta de controle das compras de armas de fogo nos Estados Unidos, o histórico da opressão americana contra os negros e a falsa promessa de liberdade que paira sobre o país.

videoclipe de 'this is america', que é um videoclipe com uma pauta importante assim como 'angels like you'
Foto: Reprodução/YouTube.

Donald Glover (Childish Gambino) não comentou muitas vezes sobre o clipe, mas, ao ser perguntado no MET Gala 2018, o cantor disse que queria fazer uma música para as pessoas ouvirem no 4 de julho, dia da independência americana. Ironicamente, a data é um feriado que celebra os Estados Unidos e seus valores.

Merecidamente, This Is America ganhou o Grammy 2018 de Melhor Videoclipe Musical.

Videoclipe de This Is America.

Immigrants (We Get The Job Done)

O videoclipe de Immigrants (We Get The Job Done) retrata as dificuldades e a repressão sofrida pelos imigrantes que tentam chegar até os Estados Unidos. A história do vídeo se passa em um trem, com artistas do musical Hamilton e figurantes retratando diversas comunidades imigrantes.

Sobre o vídeo, o diretor Tomás Whitmore disse: “Me pareceu como uma experiência muito única para dar voz à narrativa dos imigrantes”.

immigrants (we get the job done), um videoclipe tão relevante quanto angels like you
Foto: Reprodução/YouTube.

Já Robert Rodriguez, produtor, ao falar do videoclipe repetiu a frase que inicia a música “Imigrante está se tornando uma palavra ruim” e completou com: “Isto ajuda a recuperar e retomar a perspectiva que esta é uma terra de imigrantes. Isto deveria ser celebrado”.

Junto com o clipe, Manuel Lin Miranda, criador do musical, também lançou a campanha Immigrants: We Get The Job Done Coalition, que arrecada fundos para dar suporte a imigrantes, exilados e refugiados.

Videoclipe de Immigrants (We Get The Job Done).

E aí, qual desses clipes é o seu preferido? Esquecemos de algum? Conta pra gente nas nossas redes sociais!


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!