in , ,

5 acontecimentos marcantes do primeiro dia de Lollapalooza Brasil 2022

Chuva, manifestações políticas e muita música boa marcaram o primeiro dia de festival

Lollapalooza Brasil 2022
Créditos: Camila Cara

Após dois anos sem acontecer, o Lollapalooza Brasil 2022 marca a volta aos shows lotados após um longo período de isolamento. Nesta sexta-feira (25), primeiro dia de atrações no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, as apresentações de Matuê, Pabllo Vittar, Jack Harlow, Doja Cat e The Strokes foram exemplos dos acontecimentos marcantes que trouxeram a sensação de que tudo está voltando ao normal.

Leia Mais: Querido no TikTok, JXDN apresenta “novo emo” no Lollapalooza 2022

Leia Mais: Machine Gun Kelly agita o Lollapalooza; VEJA FOTOS

Quer saber quais acontecimentos marcaram o primeiro dia de shows? Acompanhe:

1) Forte chuva interrompe shows no Lollapalooza Brasil 2022

Como de costume no Festival, a chuva se fez presente neste primeiro dia de atrações. No momento do temporal, a banda The Wombats se apresentava no palco Ônix e o show precisou ser interrompido.

Para a segurança de todos, os organizadores do evento pediram para que o público se afastasse das grades e do piso de plástico por, pelo menos, meia hora ou até a chuva cessar. Uma estrutura do evento chegou a cair sob uma menina, que precisou levar pontos por causa do incidente. Após 30 minutos de chuva, os shows foram retomados.

2) Em show lotado, Matuê mostra a força do trap nacional

Estreante no Lollapalooza, Matuê mostrou a que veio durante sua apresentação no palco Adidas. Com clima de headliner, o público acompanhou o artista, em coro, em canções como “Mantém”, “Banco” e “Quer Voar”. O artista aproveitou o grande público para deixar vários trechos a serem cantados com a ajuda da plateia. Ótimo show para uma plateia bem engajada com a proposta apresentada pelo artista.

https://twitter.com/tracklist/status/1507422949179015185

3)Pabllo Vittar entrega espetáculo no palco no Palco Adidas

Com o show I AM PABLLO, a drag queen Pabllo Vittar trouxe um apresentação recheada de hits, dançarinos e muita presença de palco. A cantora reuniu os principais sucessos de seus últimos álbuns de estúdio, que incluiu “Zap Zum”, “A Lua” e “Amor de Quenga”, além de parcerias de sucesso como “Flashpose”, com Charli XCX, “Fun Tonight”, com Lady Gaga e “Na Sua Cara”, com Anitta. Honrando as raízes latinoamericanas, Pabllo entregou uma performance molhada – literalmente – de “Salvaje” e “Tímida”.

Além de levar a representatividade LGBTQIA+ para os palcos, a cantora falou sobre as regiões Norte e Nordeste e carregou uma bandeira do candidato à presidência Luis Inácio Lula da Silva. Ao final, ela reforçou sua posição política com um “Fora Bolsonaro”.

4) Artistas internacionais pedem “Fora Bolsonaro” no Lollapalooza Brasil 2022

Assim como Pabllo Vittar, a Banda Detonautas puxou um “Fora Bolsonaro”. Entretanto, o que ninguém esperava era que artistas internacionais como Marina e The Strokes também entrassem na onda das manifestações.

A britânica Marina incendiou a plateia do palco Ônix ao puxar um “Fuck Bolsonaro“. O presidente do Brasil, no entanto, não foi o único alvo dos protestos da cantora. Marina também se mostrou contrária ao presidente russo Vladimir Putin. “F*… Putin, f*… Bolsonaro. Estamos cansados dessa energia. Vocês são a nova geração e as coisas vão mudar. Eu tenho orgulho de vocês serem meus fãs”, declarou.

No caso de The Strokes, a manifestação veio do baterista Fabrizio Moretti, brasileiro, que timidamente falou: “fora Bolsonaro”.

Leia Mais: The Strokes resgata o passado e celebra o presente no Lollapalooza Brasil

5) L7NNON e Jack Harlow dividem o palco

Ao som da plateia cantando “Freio da Blazer”, L7NNON se juntou a Jack Harlow no Palco Adidas e fez questão de destacar a humildade do rapper. “Desde o primeiro dia que eu conheci esse cara aqui, ele me tratou com a maior humildade do mundo”, disse L7NNON, que fez questão também de homenagear Anitta.

O rapper norte-americano, inclusive, surpreendeu e foi ovacionado pela plateia ao demostrar sua admiração pelo Brasil. Com uma bandeira do Brasil amarrada ao pescoço, Jack Harlow abriu a apresentação com nada menos que a narração de um gol do Ronaldinho Gaúcho, pelas palavra de Galvão Bueno. Já pode se naturalizar brasileiro, não é?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Loading…

    0