Com lançamento do álbum de estreia Eu Sou / I Am previsto para o dia 26 de junho, a cantora Millah conversou com o Tracklist e contou um pouco sobre seus projetos, experiência internacional e até sobre sonhos de colaborações.

Confira abaixo a entrevista:

Tracklist: Poderia nos contar um pouco sobre o Eu Sou / I Am? O que podemos esperar do álbum?

Millah: O nome Eu Sou veio de uma incrível consciência e vivência que tive comigo mesma, um despertar.  A capa do álbum reflete um pouco essa consciência, mas cada um vê a sua forma de consciência. Não existe censura em tudo que se é de fato.  O álbum tem essa vibe eclética, inglês, português, pop reggae, tecno e reggaeton. Tudo no mesmo álbum, trazendo a mesma timbragem e levada pop.

Tracklist: Qual a principal mensagem transmitida pelo álbum?

Millah: A mensagem de se questionar e de se encontrar, seja no amor, na dor, na reflexão, de se encontrar.

Tracklist: Você considera o fato de cantar em duas línguas um diferencial para um artista? Por que?

Millah: Hoje em dia já não é tanto diferencial assim. Estamos mais conectados com a língua estrangeira, e os estrangeiros a nós. É um diferencial pois podemos atingir um público muito maior. Mas só por isso, na minha opinião.

Tracklist: Muitos artistas preferem não se rotular e não seguir apenas um estilo musical em sua carreira. Como você se definiria musicalmente?

Millah: Difícil rotular mesmo… sou popular. Hoje o “pop” é pop, pop rock, R&B, funk, uma pitada eletrônica… é uma mistura que vem se atualizando na minha opinião. Se tivesse que colocar um rótulo, seria pop.

Tracklist: Você já foi abordada após algum show por pensarem que você fosse uma artista internacional?

Millah: Em show não, mas já encontrei produtores americanos que desconfiaram bastante da minha nacionalidade brasileira.

Tracklist: Sabemos que suas músicas são originais, criadas por você mesma. Mas quem é o seu maior ídolo(a)?

Millah: Vale Deus? Se não valer, Justin Timberlake. 😉

Tracklist: Como foi ter a colaboração de um artista internacional (Mikey Wax) em seu álbum de estreia? O que podemos esperar da faixa?

Millah: Foi super legal! Ele é um artista muito carismático, simples e muito inteligente. A faixa está com uma gingada bem americana e atual. O videoclipe dessa faixa também estará chegando logo mais.

Tracklist: Quais são suas expectativas como artista?

Millah: É claro que todo artista almeja o sucesso e não vou mentir que também desejo isso. Mas acho que acima de tudo é ver as pessoas se conectando com a mensagem que a música traz e isso não tem preço.

Tracklist: Há algum artista com quem você sonhe em fazer uma colaboração? (nacional ou internacional)

Millah: Sandy e Tiago Iorc (nacional); Justin Timberlake, Beyoncé, Adele, Christina Aguilera, Alicia Keys. (internacional);

Tracklist: Sabemos que além do Brasil, você já experienciou por um tempo morar na Inglaterra e nos Estados Unidos. Como essa experiência internacional afetou na sua carreira?

Millah: Nossa! Fizeram toda a diferença. O fato de você sair da sua zona de conforto, trabalhar duro mesmo em um país que não fala a sua língua, lhe traz aprendizados de muitos anos em dias, então, você amadurece mais rápido e passa a desejar coisas maiores e daí passa a não ligar tanto assim para as dificuldades, vai até o objetivo, sabendo que não será fácil mas sabe que será capaz.

Tracklist: Apesar de sua bagagem, você pode dizer que seu álbum será tipicamente brasileiro?

Millah: Sim, o álbum está tipicamente brasileiro sim. As músicas em português estão com uma identidade diferenciada, mas trazendo o nosso Brasil, e as inglês tem sempre uma pitadinha do Brasil, a faixa “Be One” é puro Brasil e está em inglês.

Para mais informações, músicas e videoclipes, acesse o site oficial da cantora clicando aqui.  O álbum de estreia “Sou Eu” estará disponível em todas as plataformas digitais (Spotify, Google Play, Deezer e iTunes) a partir do dia 26 de junho.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.