30 de junho de 2015 por Rodrigo Neves.

BIEL_EP_02
Com apenas 18 anos, o cantor Biel já conta com milhões de fãs espalhados pelo país. O ídolo teen acabou de assinar um contrato com a Warner e lançou seu primeiro EP, que marca a nova fase de sua carreira. Por telefone, Biel contou ao Tracklist como lida com o sucesso e revelou alguns detalhes sobre a gravação do seu novo disco. Confira:

Tracklist: Biel, a primeira pergunta é sobre o grande sucesso que você faz pelo Brasil. Seus singles somam mais de 40 milhões de visualizações no youtube, o que não é pra qualquer artista brasileiro, e você tem mais de 1 milhão de seguidores no instagram e no facebook. Como você lida com todo esse sucesso e com o reconhecimento?

Biel: Então, é uma responsabilidade imensa, né? A gente ta ali ditando tendência, a gente ta ali, querendo ou não, estimulando também um monte de gente a correr atrás, a acreditar que é possível, então eu tento muito passar pra todo mundo. É uma responsabilidade imensa, sem mais.

Tracklist: Você acabou de lançar o seu primeiro EP, que conta com o novo single “Demorô” e ele tem uma pegada mais pop. Você pretende deixar o funk ou vai misturar os estilos nos seus próximos trabalhos?

Biel: Não, eu gosto muito de funk, tanto é que eu comecei fazendo funk. Eu acho que por mais que o trampo fique pop, assim como o disco novo, vai ter até um reggae que eu já fiz no estúdio, já deixei até a voz, eu acho que sempre vai ter um funk. Eu nunca vou deixar de cantar funk nos shows, nos meus CDs nunca vai deixar de ter funk. É essencial, até porque eu comecei nisso tudo e a retirada do MC do nome artístico é pra conquistar uma galera que a gente não conquistou. Como MC a gente tem o nosso público e vamos mais além agora porque no novo disco, como eu disse, a gente vai colocar reggae, a gente vai colocar pop, tem musica mais romântica, tem de tudo. É bem eclético. Então, não tem porque o nome ser limitado já que o trabalho não é.

Tracklist: Nessa nova fase você vai tentar fugir do esteriótipo de Justin Bieber brasileiro ou não vê problema em continuar?

Biel: Não tem como eu fazer uma plástica e mudar (risos). Apesar de eu não achar nada parecido, a galera sempre vai falar, então não tem como correr. É uma semelhança que eu gosto muito, eu sou fã dele, gosto muito do trabalho dele, eu to sempre acompanhando, sigo ele em todas as redes sociais. Eu fui no show dele quando ele veio no Brasil pela última vez, em São Paulo. Eu acho que não tem nada demais nisso até porque no meu segmento ele é o maior, ele é o cabeça de chave, então eu acho que é muito bom ser comparado a alguém que você admira.

Tracklist: Você falou que o novo disco ser bem diferente e vai ter novos estilos. O que a gente pode esperar desse novo trabalho?

Biel: Então, o cartão de visita foi “Demorô”. Vocês já puderam observar uma mudança grande na produção musical, no ritmo, na letra e tudo mais. Agora a gente vai ousar bem mais porque no EP com 4 faixas já tivemos mudanças, agora no disco com 12 podem esperar bastante coisa aí.

Tracklist: E o que toca na playlist do Biel? Quais são suas maiores influências nacionais e internacionais?

Biel: Tanto nacional quanto internacional, eu escuto de tudo. Eu busco tá aprendendo com todo mundo, buscando o que cada um tem pra mostrar porque são artistas e não tão ali à toa. Na minha playlist internacional tem de tudo, mas pra vocês terem uma noção eu gosto muito de Ed Sheeran, Whiz Khalifa, Chris Brown, Justin Bieber… Bem eclético.

Tracklist: Tem algum artista em especial que você queira fazer parceria?

Biel: Internacional, eu tenho um grande sonho de cantar com o meu irmão canadense separado na maternidade (risos). Quem sabe um dia, né? Vamos trabalhar. Eu sou do lema de que nada é impossível.
Nacional, eu já conversei com várias pessoas que eu era muito fã e só conhecia na internet e hoje são amigos. A gente já conversou sobre fazer uns trabalhos juntos, e acho que pode vir bastante coisa legal ai no disco.

Tracklist: Não sei se você tem acompanhado, mas recentemente rolou uma polêmica envolvendo os funkeiros mirins. Os vídeos do Mc Pedrinho chegaram a ser removidos do youtube e seus shows tiveram que ser cancelados. Pra você que cresceu nesse meio do funk, o que acha disso tudo?

Biel: Eu acho que são inúmeros fatores que contribuem pra isso acontecer. É o caminho que ele achou pra se expressar, é o caminho que ele achou pra sobressair e por que esse caminho? Talvez porque ele não teve um acompanhamento na escola, talvez ele não teve uma educação familiar, talvez ele não teve um apoio legal de alguém que chegasse e falasse: cara, você é um talento! Vem cá, vou te produzir. Vem cá, vou te ajudar. Hoje a gente tem um cenário com tanta gente, um querendo pisar no outro pra sobressair, um querendo falar do outro pra ganhar uma moral, vamos dizer assim, que acaba ficando difícil das pessoas conseguirem obter um destaque. Ele conseguiu através desse meio, infelizmente. Eu acho que a liberdade tem que ser pra todos. Mas influencia outras pessoas, então é meio complicado porque ele talvez cante isso e o filho de muita gente escuta, mas talvez a irmã dele não escute, então acaba sendo difícil falar disso.

Tracklist: Pra finalizar: qual é seu maior sonho? Porque você já chegou longe, mas onde você ainda quer chegar?

Biel: De onde eu sai foi bem longe (risos). Cara, eu to aqui pra mostrar que nada é impossível, que a gente consegue ir bem longe se a gente acreditar. Eu acredito a cada dia que passa eu acordo acreditando bem mais, a cada dia que passa eu sonho bem mais, não só dormindo, acordado eu sonho muito. Quando eu comecei… eu vi um print ontem que uma baladeira me mandou do meu instagram quando tinha 10 mil seguidores, muito tempo atrás, tipo uns 2 anos, e minha bio era: eu não sei onde eu quero chegar, mas eu vou descobrir. Entao é isso, eu to descobrindo e meu maior sonho é que eu nunca deixe de ter essa sede por descobrir até onde eu posso chegar, essa sede de querer descobrir, de buscar, de querer mostrar pra todo mundo, mantendo a união da minha família que eu prezo muito por isso, a família baladeira. Eu quero tá sempre com eles e o meu maior sonho é sempre manter a sabedoria pra conduzir isso tudo.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.