5 de abril de 2019 por Redação Tracklist.

Com novo disco, LOVE, a cantora se descobre.

por Leonardo Fernandes

No último dia 4 de abril, quinta-feira, MARINA (anteriormente Marina & The Diamonds) lançou a primeira parte de seu tão esperado comeback: “LOVE”, álbum de oito faixas que faz parte do disco duplo “LOVE + FEAR”. Depois de quatro anos, a cantora volta com força total, para mostrar ao mundo suas interpretações sobre o amor, suas inseguranças e sua renovação como artista — cada vez mais confiante e decidida a respeito de sua mensagem para o público.

Por meio das redes sociais, MARINA explicou o porquê de lançar LOVE três semanas antes da data oficial do álbum (26 de abril de 2019). Em sua opinião, “as músicas deveriam ser digeridas lentamente”.

Talvez, o “digerir” utilizado pela artista seja em relação à mensagem e ao objetivo do trabalho artístico, sobre como ele afetará as pessoas. E, como subentendido no trailer do disco, lançado no dia 9 de março, MARINA quer mostrar seu ponto de vista sobre o mundo que a cerca.

O amor e o medo, a empatia e a ignorância, o risco de cair no abismo das próprias incertezas e a sensação de pura felicidade. LOVE demonstra que podemos ser felizes até nos momentos mais difíceis.

A conversa entre MARINA e os fãs

LOVE abre com Handmade Heaven, primeiro single promovido para o comeback – uma canção sobre encontrar seu posto no universo, enquanto todas as outras criaturas têm seus devidos lugares, e achá-lo dentro de si mesmo nesse “céu feito com as próprias mãos”.

A música é, então, seguida por Superstar. Algo como uma serenata, para aquele que a entende e a “resgata” de tempos sombrios, pedindo para que ambos nunca se separem. É interessante considerar essa faixa como uma conversa direta entre MARINA e os fãs, que a acompanharam em todas as suas fases, tanto artísticas, como pessoais.

Orange Trees é recheada de nostalgia: MARINA escreveu a canção em homenagem à sua terra natal de sua família, Lefkada, a qual ela denominou como “meu lugar favorito no mundo… Eu sempre me sinto em paz quando estou aqui”. Seu porto seguro, instrumentalizado por um violão como base. O clipe contém uma paleta de cores vibrante e imagens paradisíacas.

LOVE, a confiança e a falta dela

Para mim, a faixa Enjoy Your Life é a que mais se conecta com a ideia central de LOVE: “Sun comes up/Your eyes they see clear/Take one breath/Your worries start to dissapear” (O Sol surge/Seus olhos veem claramente/Respire uma vez/Suas preocupações começam a desaparecer).

MARINA quer criar confiança e laços consigo mesma. Afinal, apesar de cometer erros e ter inseguranças, é normal errar e seguir em frente. Enjoy Your Life é uma música sobre a redenção e liberdade da jovem artista, da autoaceitação de seu próprio lado falível e claramente humano, como todos nós temos.

Em texto recente para a revista InStyle, MARINA falou sobre como o significado de “confiança” fora transmitido para ela de maneira deturpada durante a vida. Hoje, ela entende que conhecer e acreditar em si mesmo vai além do que é estabelecido como “sucesso” – e que confiança não existe apenas para o trabalho, ou para atingir objetivos. Ela existe para vivermos bem sozinhos.

Essa ideia segue em frente com True, uma clara mensagem para aqueles que julgam negativamente as atitudes de um indivíduo sem, ao menos, conhecê-lo. Também fala sobre como podemos tomar nossas próprias decisões, de maneira independente.

Após o amor, vem o medo

To Be Human, além de conter o teor de crítica social presente em toda a discografia de MARINA, é uma ode ao mundo, de maneira política e histórica. Ela fala sobre como todos os seres humanos estão conectados, mas foram corrompidos e alterados por eventos criados por si mesmos. Aqui, a cantora “perdeu sua direção” e “quer se sentir humana novamente” (Lost my direction, oh/ I wanna feel human again).

O álbum fecha com End of The Earth, sobre amar até o fim dos tempos. Mesmo que isso quebre seus sentimentos e traga dor – um indício do que teremos em FEAR, o segundo álbum da volta de MARINA e, quem sabe, o inverso de toda a positividade das primeiras oito canções.

Além das citadas, LOVE conta com a já conhecida Baby, parceria da artista com o grupo Clean Bandit e o cantor porto-riquenho Luis Fonsi.

Este é, sem sombra de dúvidas, um dos trabalhos mais importantes e significativos da cantora. Principalmente por sua voz potente e marcante, presente para expressar como ela vê o universo de hoje, como mulher e artista.

Mesmo com uma sonoridade já consagrada anteriormente, em seus álbuns passados – sendo Electra Heart o mais influente – a cantora foi capaz de se renovar sem um conceito único e compacto, ou arquétipos. MARINA canta sobre o que pensa mas, desta vez, mais livre — como nunca antes visto.

Ouça LOVE:

A segunda parte do álbum“LOVE + FEAR” será lançada no dia 26 de abril.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.