5 de janeiro de 2014 por Nilson Pereira.

Lorde

Lorde, 17, é a nova entrevistada da Rookie Magazine. Tevi Gevinson, o repórter, focou em tratá-la  normalmente ao invés de ficar repetindo todas as perguntas que já haviam feito antes como já estava sendo feito há algum tempo.

Como colegas, já que Gevinson também tem 17 anos, também começou cedo na carreira, ele tenta preservar a visão de um adolescente – os dois apenas levaram um conversa como dois adolescentes teriam. Como qualquer pessoa, Lorde também é fã, e por isso falou das influencias que os artistas e álbuns tiveram sobre ela.

Beyoncé : “É o álbum que eu queria tanto ter escutado de Beyoncé por um bom tempo, e estou muito feliz que isso aconteceu…. Parece muito pessoal. Significou muito pra mim – Eu fiquei tipo, Eu estou tão feliz que isso existe agora e também por nenhuma lista de final (se referindo as listas de melhores álbuns do ano) de ano importa mais”.

Arcade Fire : “O álbum The Suburbs foi influenciador pra  mim nesse sentido também. Acho que está bem bonito e nostálgico e muito bem escrito. É uma forma direta de dizer como é crescer nos subúrbios e acho isso bem bonitinho”

Miley Cyrus ou quase..: “No tempo de 3 meses, de nunca ter feito uma entrevista pra depois estar na Rolling Stone, estar na Interview, não perceber como isso funciona. Foi muito estranho. Mas agora eu sei como lidar. Agora quando me perguntam, “Me diga o que você acha da Miley!”, direi, “O que você pensa da Miley?” eles debatem e falam “Bem, eu acho que ela é muito talentosa…” e eu digo, pronto.”

Taylor Swift : “Ela é muito boa como artista. Eu não acho que as pessoas percebem como é difícil se apresentar em um estádio. Você precisa mudar como se move e como você fala para se ajustar a expectativa, e ela é muito boa nisso. Parace muito natural quando ela faz isso. Eu tenho veneração por essa habilidade dela, é uma loucura.”

 

 

 

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.