Camila Cabello é a capa da vez da revista Variety, na edição de ‘O Poder dos Jovens de Hollywood’. E lá ela aproveitou para falar sobre sua relação com suas ex-companheiras de Fifth Harmony, o seu segundo álbum solo, a vida amorosa e mais!

Em 2016, Camila saiu do Fifth Harmony pegando todos de surpresa, e gerou uma comoção por parte dos fãs do grupo. Até shade rolou, naquela apresentação das meninas no VMA de 2017, lembra?

Mas de lá pra cá realmente muita coisa mudou. E Camila disse na entrevista que não fala com mais nenhuma das suas ex-companheiras de grupo. Mas não por hostilidade, é porque “apenas os rumos de suas vidas se distanciaram“.

Mas se eu visse algum delas em uma premiação, eu diria oi e seria totalmente legal. Parece que houve um reset apenas devido à quantidade de tempo que passou“, completou ela.

Camila, seu segundo álbum solo e Shawn Mendes

O primeiro álbum solo da Camila foi definitivamente um sucesso. Com hits como “Havana“, a cantora se destacou no cenário e provou ser uma artista completa.

Então para o seu segundo álbum, ela afirmou que como compositora, cresceu muito. “Estou um milhão de vezes melhor que no primeiro“. E o que ela quer transmitir nesse próximo trabalho? “Estou tentando dizer sim mais”, revela ela.

Sou romântica; Sou emocional; Mas eu penso muito nas coisas… É como se houvesse duas Camilas: a que é um caranguejo eremita assustado e, se deixasse seus próprios dispositivos, apenas ficaria em casa. E tem a outra que, tipo, ‘Não, nós estamos saindo’. E ela pega a outra Camila pela mão e apenas a arrasta. É o que estou tentando fazer, e acho que foi o que fiz nos últimos dois anos”.

Camila contou mais sobre as suas composições e que está focando no agora em sua escrita. “Apaixonar-se é como uma quantidade infinita de níveis, camadas e ângulos. Eu me apaixonei e acabei de me abrir. Tudo foi escrito no momento presente”, revela.

Mesmo não dando nomes, os vários flagras da cantora com Shawn Mendes diz muita coisa. E ao mesmo tempo que ela não goste de comentar sobre o assunto, Camila ainda falou sobre o processo de compor “Señorita” com ele. “Conheço Shawn há muito tempo, e é muito divertido trabalhar e fazer coisas com alguém que significa muito para você“.

A amizade com Taylor Swift

Na recente briga de Taylor Swift com o empresário Scooter Braun, Camila tomou o lado de Taylor. “Porque ela é minha amiga”, diz. “E alguém em sua posição – que é, tipo, em outro nível – eu não posso imaginar quantas vezes ela foi decepcionada pelas pessoas […] Estou feliz por estar lá para ela como pessoa“.

E no caso do Scooter, Camila diz que sente cem por cento a sua frustração. “É doloroso para ela. E eu acredito que muitos dos sistemas para a indústria da música são meio que… confusos. Quando você pensa em como os artistas têm de ser escravos para fazer essas coisas, e você não os possui, isso é um conceito ridículo”.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.