21 de novembro de 2016 por Fátima Luiza.

Após quatro anos do lançamento do Unorthodox Jukebox, Bruno Mars lançou mais um CD dia 16 de novembro, o aguardado 24K Magic. Com nove faixas, 24K Magic conta com a presença de Halle Berry, na sensual faixa “Calling All My Lovelies”; Babyface, na faixa “Too Good To Say Goodbye”; e T-Pain, que co-escreveu “Straight Up and Down”.

Em entrevista à Radio Beats 1, Mars disse que “Você ouve a influência dos anos 90 no álbum todo”. Também disse “Eu espero que minha música fale [por si]. Eu só quero fazer música. Não quero ser conhecido por nenhum… escândalo ou polêmica. Eu quero ser o cara que traz alegria para sua vida através de sua música. É isso. E eu quero ir para casa. Ver algo na Netflix e viver uma vida”.

Capa do álbum 24K Magic

O Tracklist fez uma análise faixa por faixa do 24K Magic.

24K Magic: o single de lançamento do álbum é um pop animado que lembra “Uptown Funk” pela proposta musical e pela influência dos anos 80 com a presença de guitarra e teclado. A música é um convite para uma festa atemporal promovida por Mars e seus “fellows”. Mesmo com a influência dos anos 80, a música faz referência à atualidade em sua letra, como no trecho “Got to blame it on Jesus/Hashtag Blessed”. Musicalmente, 24K Magic também lembra o sucesso do próprio Mars, “Treasure”, de 2012. Ainda na música, Mars canta “They ain’t ready for me” – mas a verdade é que estamos bem prontos para a volta do Bruno Mars.

 

Chunky: é uma música sobre a mulher independente, que paga suas próprias contas e se veste com “grandes brincos de argola” e “jeans apertados”. Chunky é de ritmo mais devagar para provocar sensualidade e dar a ideia da procura por alguém.

Perm: apesar de parecer um hino old school escrito e cantado no Brooklyn, Perm é uma música de 2016 com referências ao Twitter e ao Instagram. A palavra “Perm” é, nos Estados Unidos, um tipo de relaxante para cabelos crespos que as mulheres negras americanas usam ou costumavam usar. Na música, Bruno Mars pede para que a girl “jogue um pouco de perm” na teimosia e entre para a pista de dança, ou seja, relaxar e se jogar na pista.

That’s What I Like: Bruno Mars costuma ser um romântico ousado em suas músicas e é isso que ele faz com a quarta faixa do álbum. Em That’s What I Like, além de convidar a garota para fazer certas coisas com ele, o cantor ainda monta o cenário perfeito com todas as coisas que gosta e ainda diz que ela é muito sortuda porque “champanhe, diamantes e ouro” são o que ele gosta.

Versace On The Floor: o ritmo lento de Versace On The Floor é um dos encantos da música. Com influência dos hinos “baby makers” dos anos 90, a faixa é sobre a intensa conexão de Mars com a uma mulher. A música segue uma linha de acontecimentos: primeiro, o casal está junto apenas com as estrelas acima deles. Depois disso, eles dançam; e, em sequência, eles decidem fechar as portas, apagar as luzes e, voi là, vestido Versace no chão. Já dá para colocar essa música em “certas” playlists, não é?

Straight Up and Down: essa faixa segue a linha das duas anteriores, com o tema de romance e sensualidade. A música é sobre Mars se encantar por uma garota especificamente e conquistá-la. Novamente, o ritmo devagar da música lembra o jogo de sedução implicado pelo cantor.

Calling All My Lovelies: mais uma de ritmo devagar, porém esta música é um pouco triste. É sobre Mars ter várias mulheres, qualquer uma para ficar com ele, mas ele quer uma só. Porém, a “escolhida” não atende as ligações dele. Já no final da faixa, uma “ligação” é feita e cai na caixa postal de ninguém menos que Halle Berry. Essa música é um fim triste para a famosa “Locked Out Of Heaven”, já que Halle Berry inspirou o cantor nessa música.

Halle Berry também foi inspiração para Kendrick Lamar em

Halle Berry também foi inspiração para Kendrick Lamar em “Money Trees”, do álbum Good Kid, M.A.AD City

Finesse: a penúltima música de 24K Magic demorou a ficar pronta. Finesse é uma balada R&B de 2016 com cara dos anos 1980 sobre amor e sobre estar com a pessoa certa. A música foi trabalhada durante meses com Skrillex, mas Mars parecia desapontado com os resultados que estava obtendo. “Há apenas alguma coisa que ainda não está indo bem para mim. O groove não está certo ou não estamos fazendo algo no refrão – eu não sei o cálculo certo. Eu estou apenas tentando descobrir porque eu estou fora de ritmo em certas partes”, disse ele para a Rolling Stone quando estava em processo de finalização de 24K Magic.

Too Good To Say Goodbye: Bruno Mars é capaz de cantar músicas de amor com uma qualidade que poucos outros conseguem. Too Good To Say Goodbye é a história de qualquer pessoa que deixou seu grande amor ir embora e agora está triste e quer reviver as boas histórias. O tema “corações partidos” é recorrente nas produções de Mars (“Grenade” e “When I Was Your Man” são sucessos do cantor que falam do tema). A música é a última do CD e o álbum não poderia terminar melhor já que a faixa é bem diferente da animada 24K Magic, mostrando assim que Mars é um cantor de multifacetado, capaz de trabalhar do animado ao devagar perfeitamente.

24K Magic traz de volta a magia do R&B dos anos 90. Ainda para a Rolling Stone, ele menciona que quer fazer música para que as pessoas escutem na vida real. “Algo acontece quando você abaixa sua janela [do carro] e pode ouvir o tráfego e barulho de verdade – é a maneira que as pessoas realmente vão ouvir [o álbum]”, ele disse. O perfeccionismo de Mars é visto em cada uma das faixas muito bem produzidas e sem deixar pontas soltas entre as letras. Dono de hits que conquistam as paradas e o mundo, o havaiano foi capaz de concentrar múltiplas influências musicais de sua infância e construiu nove faixas de máxima qualidade. 24K Magic é um marco musical para 2016 e todos nos sentimos #Blessed.

Uma foto publicada por Bruno Mars (@brunomars) em

Comentários

Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.