Na última quinta-feira, a Billboard publicou uma matéria em seu site revelando que oito compositores para escreveram a música. “Señorita” é o novo single de Shawn Mendes em parceria com Camila Cabello.

Além disso, foi revelado também que a música demorou 15 meses para ser finalizada. Camila e Shawn também levaram os créditos pela composição da faixa. Os compositores são Andrew Watt, Benny Blanco, Ali Tomposi, Charlotte Emma Atichison, Jack Patterson e Cashmere Cat.

A notícia logo foi assunto entre os fãs nas redes sociais, que criticaram a quantidade de pessoas para fazer uma única música.

No meio da discussão entre os usuários do Twitter surge a cantora Halsey, que saiu em defesa dos artistas.

“Escrever músicas é um sistema bem estranho. Se alguém toca a guitarra, a bateria, adiciona o piano, sugere uma harmonia, todos artistas e colaboradores que iniciaram a ideia da música, etc. TODOS levam o crédito. É um sistema estranho”.

Ainda na matéria da Billboard, Ali Tamposi e Andrew Watt disseram que a ideia de criar “Señorita” foi deles. Então convidaram outros compositores para o trabalho. Porém, a ideia inicial era fazer uma música para ser cantada solo. A ideia de transformá-la em dueto foi do próprio Shawn, que também decidiu convidar Camila para cantar com ele.

Shawn Mendes e Camila Cabello lançam nova versão de clipe para “Señorita”

Também ontem, 15, Shawn Mendes lançou em seu canal no YouTube uma versão alternativa de vídeo para “Señorita”.

O vídeo mostra os ensaios das cenas que aparecem no videoclipe oficial, além de vários momentos românticos entre o casal.

Desde que foi lançada, “Señorita” faz muito sucesso e se mantêm nas principais paradas musicais. O novo feito da música foi alcançar 500 milhões de reproduções no Spotify. Dessa forma, a música se tornou a primeira a ultrapassar esse número mais rápido.

No Spotify Global, a parceria entre Shawn Mendes e Camila Cabello está em primeiro lugar por 56 dias consecutivos.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.