1 de dezembro de 2017 por Mariana Passos.

Aconteceu nesta quinta-feira (30) o Women In Music. O evento anual premia as “mulheres da indústria da música que fizeram contribuições significativas para o negócio e que, através do seu trabalho e sucesso contínuo, inspiram gerações de mulheres a assumir responsabilidades crescentes”, de acordo com a Billboard.

Selena Gomez

A grande premiada da noite foi a cantora Selena Gomez, que foi nomeada a Mulher do Ano. Em seu discurso de agradecimento, Selena se emocionou ao falar da amiga Francia, que doou um rim para a artista. Veja a tradução e o discurso de Selena abaixo:

“Para ser honesta, acredito que Francia deveria receber esse prêmio porque ela salvou a minha vida. Eu m sinto muito sortuda porque estava muito confusa se tinha falado demais e não estava fazendo o suficiente. Eu não posso me sentir agradecida pela posição que estou na minha carreira desde dos 14 anos até agora. Quero que todos saibam que eu respeito a plataforma que tenho porque eu sabia que queria fazer parte de algo incrível e queria que as pessoas se sentissem incríveis porque eu amo as pessoas, mas especialmente este ano eu quero agradecer a minha equipe maravilhosa e minha família porque eles estiveram ao meu lado durante momentos difíceis. Eu consegui fazer muitas coisas esse ano, apesar de ter outras coisas para fazer. Eu sinto que para mim com a minha música, eu fui capaz de ilustrar as coisas que eu queria e fui relembrada por uma equipe que acreditou em mim, mesmo que eu não acreditasse em mim, e eu não podia ser mais sortuda. Eu nunca me senti tão orgulhosa de ser uma mulher na indústria como hoje e isso acontece porque me sinto confortável com todas as mulheres que me encorajaram. Como crucial e ótimo ter nossas vozes sendo ouvidas pela primeira vez e sou muito agradecida a todas as mulheres mais velhas que nos ergueram porque eu não poderia estar aqui sem vocês, que inspiraram todas as jovens garotas que acharam que não tinham voz. Obrigada Billboard, meu time, minha irmã Grace. Eu não sei como eu posso retribuir, mas talvez ano que vem eu faça um álbum épico para vocês todos”.

Camila Cabello

A cubana levou o prêmio de Artista Revelação e se apresentou com uma versão acústica do hit “Havana”. Recebendo o prêmio das mãos de Diplo, Camila agradeceu a mãe.

“Muito obrigada Billboard. A única razão pela qual eu estou neste palco, neste auditório, neste solo, neste país é por causa de uma mulher, minha mãe. Hoje nós celebramos as mulheres deste ano e eu queria aproveitar essa oportunidade para agradecer a mulher da minha vida. Ela chegou neste país com nada, enfrentou a dúvida, o medo e literalmente quebrou fronteiras. Quando ouço as palavras perseverança e amor, elas tem um rosto, e é o dela. Minha mãe me diz que o único jeito de viver é intensamente e me mostrou que quando você estiver com mais medo, é a hora de se jogar. Então, vocês me veem neste palco nesta noite, mas atrás de mim, nos bastidores, olhando para mim, ‘oi mama’, tenho o maior exemplo de uma mulher. Uma tempestade, uma reparadora de corações partidos, uma protetora, confidente, uma terapeuta, uma profeta e minha melhor amiga. Se eu e a minha irmã pudermos ser um quarto do que ela é hoje, seremos muito sortudas. Obrigada por nos ensinar o que é importante na vida e para mim, o que é mais importante do que ganhar esse prêmio, é gritar o quanto eu te amo. Eu te amo, eu te amo, mãe!”

Kelly Clarkson

Além e apresentar “Meaning Of Life”, Kelly Clarkson recebeu o prêmio de Powerhouse, das mãos da xará Kelly Rowland. Bem humorada, Clarkson começou brincando com Rowland: “Primeiro, meu objetivo de vida em 2018 é me vestir tão bem quanto ela. Eu estava nos bastidores dizendo ‘ahhhhh, eu sou a outra Kelly. [sobre o prêmio] Isso é pesado! Não é pesado? Ah, mas você é forte. Eu bebo vinho, não malho. Cansei dos 20 e poucos anos, este são os meus 30”, disse.

“Eu queria dizer muito obrigada. É uma honra. Há tantas mulheres maravilhosas, acabei de me apresentar com uma as minhas favoritas e que também é uma ‘Mulher do Ano’ da Billboard, a P!nk. Sou uma grande fã dela e eu queria falar das mulheres que inspiraram a ser uma cantora e me mantiveram constantemente motivada e P!nk é uma dessas pessoas. Então, eu estava tão animada em me apresentar com ela porque sou uma grande fã desde os anos 90, mas foi mais uma situação positiva de mulheres juntas do que sendo colocadas umas contra as outras. Estou tão cansada disso. Aceitem o fato que há espaço para todo mundo. P!nk e eu somos grandes vocalistas e eu amo o álbum dela, e acho que é meu papel hoje de lembrar a todos de lembrar que há espaço para todos. E quando as mulheres realmente começarem a respeitar umas as outras como mulheres, artistas, tudo isso, e depois os homens vão. Nós precisamos começar respeitar a nós mesmas e isso porque houve grandes mulheres antes de nós que trabalharam duro para que a gente tivesse essas oportunidades e bênçãos, e elas trabalharam duro demais para nós jogarmos tudo isso fora por coisas tão mesquinhas. E por isso aquele momento foi tão poderoso. Eu pude cantar com a P!nk, sim sou fã, mas pude cantar com uma artista que assim como eu está na indústria há tanto tempo e há espaço para nós dois. E acho que foi o momento mais poderoso que eu tive em 2017 além de ser mãe porque eu sou uma mãe f***. Ciara estava falando anteriormente que você pode ser uma ótima mãe, mãe presente. Eu acredito que você possa ser isso e correr atrás dos seus sonhos, todo o sucesso que você sonhou desde que era criança. Você pode fazer isso sendo mulher, homem, não importa quem você seja. As pessoas têm muito medo. Quem liga? Você está correndo atrás dos seus sonhos, o que você sempre quis fazer. Foi exatamente por que eu comecei a cantar, eu amava e não queria ser mais garçonete. Cresci ouvindo essa mulher [aponta para Kelly Rowland]. Amaria cantar com ela. Amaria cantar com a minha garota do Texas, Selena, quero apoiar a todas. É a coisa mais poderosa que pode acontecer na indústria. Eu quero dizer que esse prêmio é para todas as mulheres, não importa se elas estão aqui ou não.”

Outras apresentações

Outras mulheres que receberam prêmios no Women In Music foram Mary J Blige com o Icon Award, Solange Knowles recebeu o Impact Award. Grace Vanderwaal foi premiada com o Rising Star AwardKehlani com Rulebreaker Award e se apresentaram com as músicas “Moonlight” e “Honey”, respectivamente. 

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.