O Palco Mundo do Rock in Rio ficou pequeno para os caras do Red Hot Chili Peppers. Com uma produção visual lindíssima, a banda fechou a noite e o festival com um show memorável. Apesar disso, o setlist foi menorzinho para um headliner de peso como o RHCP.

Embora o grupo estar bastante animados, alguns fãs que vestiam a camisa da banda não demonstravam isso. Já outros, pulavam e aos berros cantavam as letras das canções de funk rock e balada do Red Hot.

FOTO: G1

A falta de interação do vocalista Anthony Kiedis com o público também se mostrou presente. Entretanto, tudo se resolveu quando a simpatia do Flea gritou mais alto. O baixista não negou elogios ao público e aos caras do Sepultura, logo no início do show ele já declarou: “Eu amo o Sepultura”.

Um setlist de 16 músicas foi suficiente para animar o público, que nem se importou da banda ser o headliner da noite e tocar tão pouco. Repleto de hits, o show foi se desenhando como uma ótima pedida para fim de festival. A banda trouxe a turnê que promove o disco “The Getaway” e incluíram somente três músicas no setlist.

Os solos de guitarras juntamente com o baixo de Flea agradou e animou bastante os fãs apaixonados do Red Hot Chili Peppers. Fãs esses que variavam de crianças à idosos. Tinha casal de velhinhos vestindo a camisa da banda, tinha pais com os filhos também de RHCP, tinha adolescentes. Foi um show para todas as idades.

FOTO: ROCK IN RIO

Um coro se manteve e tudo ficou mais intenso depois da introdução de “Californication”, que aliás, em um momento engraçado, alguns fãs fizeram uma versão de “Vidro Fumê”, um funk que usa o sample desta faixa. Em “By The Way”, a Cidade do Rock ainda estava viva e se manteve até “Give it Away”, clímax do show que fechou com chave de ouro o Rock in Rio 2017.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.