“Me inspiro na gota d’água, no bater das folhas nas mangueiras, no pôr do sol e no som das gaivotas. Eu sou muito grato por ter nascido em uma cidade tão rica culturalmente, que posso explorar todos esses aspectos por meio do meu trabalho.” Com muita poesia e uma mistura de ritmos, é mais ou menos assim que Raidol, o jovem cantor paraense de 22 anos, se inspira para compor suas músicas.

Nos último anos, a música no Pará está se tornando mais popular, não só no estado, como no Brasil. Foram surgindo novos cantores e bandas, e principalmente artistas jovens. Nativo da cidade das mangueiras, Belém, Raidol é um cantor que começou a ganhar maior atenção no cenário local. Com um EP lançado, e já com planejamento para seu álbum de estreia, o cantor e compositor nos presenteia com músicas deliciosas de ouvir e dançar. As canções trazem em sua sonoridade, elementos da música tradicional regional, com muita presença de tambores e a tão conhecida “guitarrada paraense”, em conjunto a batidas mais modernas do trap/pop.

Ele começou a levar a vida de cantor mais a sério em 2016, quando foi convidado a gravar uma música para uma empresa local, e assim conheceu seu atual produtor musical, Marcel Barreto. Raidol mostrou sua música “Má” à ele, e desde então, o produtor viu um futuro e começou a apostar em sua carreira.

Em setembro de 2018, seu EP foi lançado nas principais plataformas digitais. Sobre suas inspirações, Raidol conta: “Eu tenho grande influencia da MPB e bossa nova, me inspiro em Caetano Veloso, Gal Costa, e devido o meu pai, sempre fui acostumado a escutar artistas paraenses como Lucinha Bastos e Nilson Chaves. Além disso, com o crescimento e esse “bum” que a música paraense está tendo agora, venho me apaixonando pelos cantores dessa nova geração, como Luê, Natália Matos, O Cinza e Malu Guedelha. Me encanta ver essa explosão de novos artistas, e artistas ricos de conteúdo, melodia e letra. Eu trago todas essa referências ao meu trabalho.”

Além da sonoridade, o cantor paraense nos apresenta composições poéticas e fáceis de acompanhar, o que misturado ao ritmo dançante, tem de tudo para cair na boca do povo. As melodias, temáticas e sonoridades, conseguem nos levar ao clima tropical de Belém.

O potencial de Raidol é inquestionável. Ainda com pouco material lançado, e conquistando gradivamente o público regional, ele já consegue demonstrar seu talento, e quem sabe um futuro reconhecimento para fora da cidade das mangueiras.

Acompanhe também nas redes sociais:

https://www.facebook.com/raidol.music

https://www.instagram.com/raidoltsn/

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.