18 de março de 2019 por Rodrigo Neves.

O Lollapalooza, um dos principais festivais do mundo, possui edições em outros quatro países além do Brasil. O Tracklist já foi conferir o Lolla nos Estados Unidos e no Chile, e dessa vez estaremos na Argentina! Os brasileiros costumam se mobilizar para ver o festival em países vizinhos. Conhecemos algumas pessoas que também vão para Buenos Aires e eles nos contaram o porquê decidiram ver os shows por lá. Confira:

Ingressos

Pensando apenas no valor do ingresso, sem os custos da viagem, foi possível conseguir o pass para os três dias por um valor mais barato que o do Brasil. Isso porque o peso argentino está desvalorizado em relação ao real. Nos primeiros lotes, dava pra garantir o ingresso por pouco mais de 600 reais. Ah, lá não tem meia entrada. Então esse valor é pra todo mundo.

O chamado “3-day-pass” já está esgotado.  Agora só dá para comprar o ingresso individual para cada dia, que custa 2750 pesos argentinos + a taxa de serviço do site. Clique aqui para conferir!

Viagem

O desenhista Gabriel Soares, de 21 anos, mora em Santa Rosa – RS, próximo da fronteira com a Argentina, e foi por isso que ficou mais em conta ir para o Lolla de Buenos Aires. “A motivação de ir na Argentina veio principalmente pelo valor baixíssimo do ingresso e a possibilidade de ir de carro.”

A oportunidade de curtir um mega festival e de conhecer outro país foi o que fez brasileiros, como o estudante Matheus Sousa, de Piracicaba – SP, decidirem ir para a Argentina pela primeira vez. “Juntei a vontade de viajar para outro país com a vontade de ir em um festival. É o melhor custo-benefício.”

Há também quem já é apaixonado pelo país antes mesmo de visitá-lo. Caso do músico Victor Birkett, de 25 anos: “É minha primeira vez na Argentina depois de ter ficado apaixonado pelo país.” conta o santista. “Amo muito sua arte nacional, principalmente a música e o cinema”, completa.

Line up

O grande atrativo do Lolla é, sem dúvida, o line up. Como de praxe, o festival nos traz a chance de conhecer novos artistas. “São mais de 100 bandas, né? Eu imprimi o poster do festival e colei na parede. Fui descobrindo muitas bandas novas que agora quero muito assistir.”, conta Gabriel. Na lista dele tem Portugal. The Man, Foals, The Fever 333 e Greta Van Fleet.

Já na lista de Victor, dá pra encontrar os headliners e artistas internacionais mais conhecidos, como twenty one pilots, St. Vincent, Kendrick Lamar, Arctic Monkeys e Bring Me The Horizon. Mas também encontramos a banda argentina Perotá Chingó e o uruguaio Jorge Drexler, além dos artistas brasileiros que fazem parte da programação: “Vai ser um privilégio assistir o show da turnê de reencontro dos Los Hermanos, além de Caetano Veloso e seus filhos”.


Confira os horários dos shows:


Experiência

A experiência do Lolla – em qualquer país – vai muito além dos shows. São diversas atividades e espaços para descobrir e aproveitar entre as apresentações. Gabriel descreve o que mais lhe chamou atenção na versão argentina: “Tem apresentações culturais e espaços de convívio com internet e água grátis. Lá eles deixam entrar com garrafinha para ir enchendo, coisa que no Brasil você não vê.”

Quer sentir um pouco da experiência do Lollapalooza Argentina 2019? Siga o Tracklist nas redes sociais e acompanhe a nossa cobertura completa. Estamos no Twitter, Instagram e Facebook!

Lembrando que o festival acontece nos dia 29, 30 e 31 de março, no Hipódromo de San Isidro, em Buenos Aires.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.