Filha de Pocah sofre ataques racistas; equipe de Juliette repudia ataques

Filha de Pocah sofre ataques racistas na internet após briga da cantora com Juliette. Perfil da maquiadora se manifesta.

Por em 20 de abril de 2021

Os perfis de Pocah nas redes sociais publicaram, na noite de ontem (19), prints de ataques racistas que a filha da cantora, de apenas 5 anos, vem recebendo na internet desde o final de semana. Os ataques começaram logo depois do confronto entre Pocah e Juliette que se iniciou na noite de domingo, após a formação do paredão. Relembre aqui.

“É louco pensar que essas mensagens, direcionadas a uma criança de 5 anos, são motivadas exclusivamente porque a mãe dela resolveu… votar em um jogo de votação, né? O que está acontecendo no mundo? O que está acontecendo com as pessoas? Somos realmente da mesma espécie?” declarou o perfil de Pocah nas redes sociais, ressaltando que racismo é crime e que todas medidas legais serão tomadas.

“É revoltante. Quando recebi os prints, minha primeira reação foi vomitar. Vomitei como se meu corpo estivesse tentando jogar a experiência de ter lido isso para fora” continuou o perfil da cantora. 

Foto: Divulgação

Os administradores de Juliette responderam a publicação lamentando os ataques racistas. “Tem dezenas de prints de torcida alheia combinando de se passar por cacto (nome da torcida de Juliette) e fazer esses ataques, o que é 100% lamentável. Mas nossa mensagem é sobretudo para dizer que repudiamos qualquer ataque, e crime, à Vitória e à família de qualquer participante”. O perfil de Pocah agradeceu o posicionamento dos adms de Juliette afirmando que a troca entre eles é muito boa e que eles não poderiam deixar de expor uma situação dessas, independente de torcida.

Além da resposta direta ao post de Pocah, o perfil da maquiadora também publicou outro tweet se manifestando sobre o assunto. “Papo rapidinho aqui: reta final, 15 dias pro fim do BBB. Veremos de tudo. Mas continuaremos sem aceitar ver, e repudiando veementemente, qualquer ataque que incite ódio ou seja CRIME. Isso é um jogo, existem limites. Atacar a filha de Pocah é um absurdo”, disse em uma dos posts.

Em outra publicação, os adms afirmam que têm “os prints da torcida alheia se passando por cacto para cometer essas atrocidades racistas”, e completam dizendo que “cactos que fazem isso também têm o nosso repúdio”.

Foto: Reprodução/Twitter

Além de Juliette, outros perfis repudiam ataques racistas à filha de Pocah

Além dos adms de Juliette, outros perfis se posicionaram contra os ataques racistas sofridos pela filha de Pocah. O perfil de Camilla de Lucas fez um post no twitter ressaltando a beleza da filha de Pocah. “O post da noite é para mostrar o quanto Toya é linda, charmosa e cheia de carisma. O nosso beijão para ela, que como toda criança só merece amor e carinho!”

Os adms de Arthur, aliado de Pocah no programa, cancelaram um mutirão que estava sendo organizado ontem por considerarem que não era o momento propício. “Avisamos sobre o mutirão das 22h com o perfil da @pocah, mas diante do que está acontecendo, compreendemos que esse não é o melhor momento para mutirão. É inadmissível o que está acontecendo, repudiamos esse tipo de atitude, e pedimos para vocês fãs do Arthur que possam enviar muito amor pra Vitória, é isso que ela merece, e é isso que nosso time tem pra entregar: CARINHO, RESPEITO, EMPATIA, AMOR!”

O perfil de João Luiz também respondeu o post de Pocah repudiando os ataques criminosos. “Sentimos muitíssimo que isso esteja acontecendo, especialmente pelo fato da desumanidade ser tamanha ao ponto de atingir uma criança. Esperamos que a Pocah, a equipe, a família e especialmente a Totoya se sintam abraçadas. Aos criminosos, desejamos todo o rigor da lei”


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!