Pra quem gosta de Grimes, FKA Twigs, Ariana Grande, the XX, Sky Ferreira

Não lembro do exato momento em que ouvi o som da cantora e produtora Valerie Teicher, conhecida como Tei Shi. Acredito que foi após ver uma publicação de Grimes, lá em 2015. A música? Chega a lembrar um pouco o que FKA Twigs e the XX fazem, com um vocal semelhante ao de Ariana Grande.

Argentina radicada no Brooklyn, Tei Shi chegou a abrir shows para Grimes e o clipe de “M&Ms” foi dirigido pelo irmão da canadense, Mac Boucher (daí a ligação).

“Ele colaborou comigo no meu primeiro vídeo, o que não ficou muito bom porque nenhum de nós tinha feito aquilo antes. Agora, ele trabalha em um monte de outras coisas, em alguns vídeos de Grimes também. Mas, adivinhe: ela ouviu minha música. E tem me apoiado desde cedo” (Tei Shi em entrevista).

Fiquei surpresa quando soube que ela tinha ligação com o Brasil: uma tia e primos morando em Campinas. Mas, as raízes no país explicam o nome do EP dela, de 2013, “Saudade” (uma palavra que só existe no português). Em outra entrevista, a artista conta a escolha do termo:

“Sempre conheci essa palavra, porque sempre a falavam para mim e sempre circulava por minha cabeça. É uma palavra muito bonita, que não é possível traduzir em nenhuma outra língua. Quando estava fazendo esse EP, me pareceu que se encaixava no contexto, porque essas músicas foram escritas durante um período de isolamento e nostalgia” 

Em sua música, Tei Shi mistura influências do R&B, eletrônica, pop e rock (que varia de acordo com a canção). Ela prefere não se vincular a um gênero específico e chegou a chamar de “música de sereia”  (porque o Facebook queria uma descrição). Mas, acabou se encaixando, pela própria cadência do primeiro EP (ela também lançou outro em 2015, intitulado “Verde”).

O primeiro disco da cantora é esperado para este mês, mais precisamente para o dia 31. E pelo que eu já vi/ouvi, é imperdível! O single “Keep Running” é bem grudendo: uma música em que o eu lírico apela para que a pessoa amada esteja ao seu lado, porque o tempo está passando. O vídeo foi muito bem dirigido por Agostina Gálvez. No começo, vemos uma tarântula se aproximando (se você tiver fobia, não recomendo), e em seguida, a cantora aparece de roupão com um microfone; depois com uma camisola sexy ao lado de outras pessoas. É bem sutil, minimalista, e por isso acaba dando o tom certo pro vídeo.

Agora falta esperar até semana pra Tei Shi lançar o disco de estreia! Quem está curioso?

Confira nossa playlist:

Comentários

Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.