Difícil definir o gênero musical específico de Sean Paul, já que o artista transita por diversos deles, como hip-hop, reggae, pop e dancehall. Esta é a característica versátil de um dos maiores nomes da indústria da música, que está na ativa desde 2000. Em sua carreira, o jamaicano também conta com colaborações com artistas como Beyoncé, Shakira, Ellie Goulding, Dua Lipa e Sia.

O Tracklist teve o grande prazer de entrevistar o cantor na semana passada. Sean estava no Reino Unido e nos ligou para batermos um papo bacana sobre sua turnê, participações especiais, novos singles e Brasil! Spoiler: falamos até sobre Anitta, Ludmilla e Pabllo Vitar!

Foto: Divulgação

Tracklist: Você está de volta agora a todo vapor e, quando ouvimos seu nome, já pensamos em músicas com estilo dançante, bem agitadas. É tipo a receita para o sucesso. Que ‘sabores’ diferentes você está adicionando em suas músicas, por agora?
Sean Paul: Bom, esse tipo de vibe – qualquer tipo de vibe na qual eu penso – é por inspirações. O Brasil, por exemplo: vocês já foram inspiração para muitas músicas! Então, é basicamente isso. Alguns outros sons significativos eu penso mais tarde, no estúdio. Mas é isso.

Hoje em dia, as pessoas esperam que artistas e músicos colaborem um com os outros, e você tem colaborações incríveis! Você elevou o nível quando se fala de participações em músicas.
Sean: Obrigado!

Você já colaborou com Beyoncé, Rihanna, Shakira, Dua Lipa, Kelly Rowland, Ellie Goulding, etc. Como é, pra você, saber que praticamente abriu o caminho para esta geração de colaborações?
Sean: Ah, espetacular, sério! Sou grato que as pessoas ainda vêem minhas coisas. É ótimo; ainda faço o que amo.

Os cantores brasileiros Anitta e Kevinho recentemente recriaram seu icônico vídeo para “I’m Still In Love”, com a Sasha – que, por sinal, é um grande hit no Brasil; todos sabem a letra (ou parte dela [risos]). Você assistiu ao vídeo de “Terremoto”?
Sean: Sim, eu vi o vídeo. Eles fizeram um trabalho incrível! A Anitta, até os shorts que ela usou eram idênticos. Os brincos também. Tive que piscar duas vezes pra ter certeza [de que não estava vendo o próprio vídeo]. Eu adoro quando artistas jovens, que estão pegando fogo agora, olham pra mim como uma inspiração.

Há algum artista brasileiro que você conheça e gostaria de criar algo juntos?
Sean: Bom, eu e Anitta estamos trabalhando pra fazer uma música.

Olha!
Qualquer pessoa no Brasil, tá ligado? [risos] Você devia me dar umas dicas de artistas, deixa eu anotar aqui…

Nós temos muitos artistas que são incríveis, como a Ludmilla e a Pabllo Vittar! Pesquisa aí, elas são muito boas.
Tranquilo.

Você recentemente lançou o vídeo para “Contra La Pared”, com J Balvin. Balvin é bastante conhecido aqui no Brasil por suas colaborações com artistas latinos como, por exemplo, nossa Anitta! Como foi a experiência deste clipe? Como foi trabalhar com um artista tão multifacetado como o J Balvin?
Sean: Incrível! O conheci há algum tempo em Porto Rico, mantivemos contato por um amigo mútuo de nós dois, um produtor. Nós dois trabalhamos com o Major Lazer há alguns anos, também; uns dois anos atrás, acho.

Ah, muito irado.
Sean: Eu já sabia que queria incluir o Jay [Balvin] nesse projeto. É espetacular, como um sonho se transformando em realidade.

Legal. A gente também viu que você tem lançado singles aleatoriamente e amamos isso. Há um álbum por vir?
Sean: Cara, estou a caminho disso. Sei que há muita competição na indústria agora: um monte de músicas, um monte de artistas, um monte de produtores… Quero montar uma presença novamente, é por isso que tenho lançado tantos singles. Quando o tempo chegar, lançarei um álbum, mas acho que por ora, ficarei nos singles.

Entendi. Você está prestes a sair em turnê pelo Reino Unido, certo? Pode nos dar algum spoiler sobre isso, há algo especial que você quer fazer por aí?
Sean: Bom, quando estou em turnê só tento comer bem – não há muitas opções na estrada [risos]. Gosto também quando tem uns lances de graça, museus ou algo histórico sobre o lugar. Coisas que me ajudam a continuar sã nesse mundo louco, sabe?

Saquei. Mas e aí, você pretende vir pro Brasil? Não vem aqui por um bom tempo [desde 2005]!
Sean: É, faz um tempo! Muito tempo, pra falar a verdade. Eu amo o Brasil! Sabe, só preciso trilhar meu caminho por aí, ter certeza de que vocês querem me ver, se estão prontos para mim.

Sim, estamos!
Sean: Na real, não vou ao Brasil por muito tempo! Se você puder espalhar a palavra pra mim [sobre vir ao Brasil], estou pronto pra agitar tudo!

Agora só podemos esperar para que Sean Paul venha ao Brasil o mais rápido possível. Estamos na torcida!

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.