2 de junho de 2015 por Rodrigo Dall' Acqua.

Major Lazer - Portrait

Num poderoso e contagiante álbum, Major Lazer fez – mais uma vez – um digno trabalho que com certeza estará por muito tempo presente nas noites do Brasil e do mundo.

Com faixas que mesclam diversos estilos e melodias, o disco conta com a presença de importantes nomes da industria musical: Ariana Grande, Ellie Goulding, 2Chaiz e Pusha T. são alguns deles. As canções são compostas basicamente por elementos da EDM/Dancehall com fusões e referências a culturas distintas, como o Reggae e a música hindu. O Moombahtoon, que é a mistura do reggaton com house music, também marca presença no álbum, junto com artifícios da trap music e etc.

Vale a pena prestar atenção nas faixas:

Roll The Bass: Frenética e extremamente dançante, essa segue a frente das canções que vão fazer sucessos nas boates por ai. Com uma pegada meio “twerk team” é daquelas que lembram um pouco a raiz do Major Lazer, das antigas.

 Blaze Up The Fire: Essa deixa bem explícita o mix melódico presente no álbum. Com a ajuda do Chronixx fizeram uma faixa extremamente gostosa de ouvir. Não tinha como passar despercebida. Um primor!

 Too Original: Praticamente a mesma pegada de “Roll The Bass”, tem todo aquele jeitinho “twerkeiro” de ser e também causa uma certa nostalgia dos antigos trabalhos. Porém essa tem os vocais da Elliphant e da Jovi Rockwell, que deixa tudo mais sensacional. Nem que você não queira, vai ter que dançar.

Já é de se esperar do Major músicas psicodélicas, que fazem a Jamaica e a América um só lugar. Daquelas que você faz twerk na parede da balada e tudo mais. Dessa vez não é tão diferente, porém, cada faixa do disco te faz viajar para um mundo distante e específico. Elas não são tão parecidas e isso faz com que cada uma te dê a sensação necessária e única. Têm aquelas de fim de festa, quando você está com o copo metade cheio na mão, de olhos fechados e dançando sozinho, têm as mais fervorosas, pra botar a vergonha de lado e se jogar mesmo, tem de tudo, só não tem música chata.

É um ótimo álbum, peca apenas na originalidade: elemento corriqueiro na discografia do Major Lazer. Apesar das referências irreverentes, é um disco eletrônico comum. Dá uma saudade de algumas faixas antigas como “Pon The Floor”, “Hold The Line” ou “Bubble Butt”. Porém isso não diminui em nada a qualidade sonora do promissor trabalho que, certamente, você ouvira por um bom tempo nas pistas por ai.

O álbum já está disponível no Spotify, ouça aqui.

Comentários

Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.