27 de abril de 2014 por Kelly Santos.

30-Seconds-to-mars
O tão esperado rompimento da banda 30 Seconds to Mars com a gravadora Virgin EMI se concretizou ontem. A gravadora já havia entrado em conflito com a banda quando, em 2008, abriu uma ação judicial contra o grupo, exigindo o absurdo valor de US$ 30 milhões por quebra de contrato.

Águas passadas, a banda assinou um novo contrato com a gravadora, e este foi cumprido com a produção do atual álbum “Love, Lust, Faith And Dreams”. Sobre o fim do acordo de 9 anos, o vocalista Jared Leto se pronunciou dizendo à Billboard:

“Estamos livres e muito animados sobre o futuro. É o lugar mais maravilhoso para estar”.

Durante o conflito de 2 anos, além do álbum “This Is War”, foi produzido por Jared e Emma Ludbrook o documentário “Artifact”, que tem sua exibição simultânea hoje nos canais VH1 e Palladia (Viacom), à meia noite.

O filme é um registro fiel do trabalho da banda na produção de seu terceiro álbum e mostra um exame do estado atual da indústria da música, enfocando as relações entre as grandes gravadoras e seus artistas. Conta também como e quanto as gravadoras perderam com a distribuição digital, além de um breve histórico dos três companheiros de banda e a participação de outros artistas, como Chester Bennington, vocalista do Linkin Park. Vale a pena conferir!

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.