in

9 “segredos” do “Reputation”, álbum de Taylor Swift

O álbum Reputation, de Taylor Swift, foi lançado na sexta-feira (10/11), e algumas informações de bastidores do material começaram a ser divulgadas. Muitas delas estão disponíveis no encarte do disco, em que Taylor narra o processo de composição do trabalho. Outros dados foram entregues pela própria cantora, em recente entrevista na rádio SiriusXMHits1.

Confira 9 “segredos” divulgados do material:

1.

Em “Gorgeous”, a primeira frase da canção é dita por James Reynolds, filha dos atores Blake Lively e Ryan Reynolds. A criança tem pouco mais de dois anos, e abre a faixa dizendo o título da música. Taylor Swift e o casal Reynolds é amigo desde 2015, e Ryan chegou até mesmo a emprestar à cantora a fantasia do filme Deadpool, do qual é protagonista.

2.

O refrão de “This Is Why We Cant Have Nice Things” soa como se crianças estivessem cantando juntas. A sonoridade foi algo proposital, pois Taylor sentiu-se lidando com crianças nas situações relatadas na faixa.

3.

Reputation é um álbum muito linear, e começa onde Taylor Swift estava quando começou a fazê-lo, terminando com o que vivencia hoje.

4.

Sobre “New Year’s Day”, a cantora disse. “Nós romantizamos quem vai beijar na meia noite, mas esta música é sobre quem está disposto a lidar com você no primeiro dia do ano. A pessoa te dá um remédio para dor de cabeça e te ajuda a limpar a casa”.

5.

“Look What You Made Me Do” começou com um poema que a americana escreveu sobre seus sentimentos.

6.

“Delicate” é, para Swift, o primeiro ponto de vulnerabilidade do álbum. Segundo Taylor, ela ficou preocupada que sua reputação pudesse afetar seu relacionamento com Joe Alwyn. “É o que acontece quando você conhece alguém na sua vida e fica preocupada sobre o que ele escutou. Poderia algo falso como sua reputação afetar algo tão real?”.

7.

“I Did Something Bad” começou a ser escrita após um sonho de Taylor Swift, em que a cantora ouvia um “som irritante que ficava fazendo ra-ta-ta-ta”. A cantora acordou e resolveu transformar aquilo em uma música, mas desejava que o som fosse realizado por instrumentos. Como os produtores de seu álbum disseram ser impossível, ela gravou como vocais.

8.

Para “Dress”, a americana selecionou alguns versos que vinha escrevendo durante todo o ano passado. Ela juntou as linhas e produziu a faixa.

9.

Apesar de trabalhar com os mesmos produtores do álbum 1989  – como Max Martin, Shellback e Jack Antonoff -, a artista desejava fazer algo bastante diferente. Segundo ela, era preciso “matar o 1989”.

Além da entrevista, Taylor performou três canções no estúdio da rádio SiriusXMHits1. Assista aqui.

O álbum Reputation ainda não está disponível nos serviços de streaming.

Leia também: Os fãs “pobres” de Taylor Swift ainda não ouviram o “Reputation” – mas nós temos informações preciosas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Loading…

    0