Halsey continua alcançando marcas inéditas com o seu mais novo trabalho de estúdio, “Hopeless Fountain Kingdom”. O álbum se consagra como o primeiro título da cantora a assumir o topo da parada de discos dos Estados Unidos — feito este que não conseguiu alcançar mesmo com o seu bem-sucedido antecessor, “Badlands” — e o primeiro de uma artista feminina a se tornar líder em 2017.

Apesar do destaque em território americano, Halsey não repetiu o mesmo desempenho no Reino Unido, onde o disco manteve-se abaixo de outros grandes lançamentos de nomes locais. Por exemplo, Roger Waters, Dua Lipa e Alt-J debutaram seus novos trabalhos entre as primeiras colocações da tabela, demonstrando a força comercial dos artistas britânicos em sua terra natal.

Em questão de singles, o grande destaque fica por conta do relançamento de “One Last Time”, música de trabalho de Ariana Grande que voltou à ser divulgada com a realização do “One Love Manchester”, evento ocorrido em Manchester em apoio às famílias das vítimas do atentado terrorista que deixou 22 mortos e aproximadamente 60 feridos na saída do show da cantora na cidade inglesa. A arrecadação tanto da faixa, que se encontra na vice-liderança, quanto da apresentação é voltada à Cruz Vermelha.

BILLBOARD
ESTADOS UNIDOS

Sem grandes surpresas na parada americana de singles: pela quinta atualização consecutiva, o primeiro lugar pertence ao crescente sucesso de “Despacito”, hit absoluto dos porto-riquenhos Luis Fonsi e Daddy Yankee globalmente impulsionado com o remix de Justin Bieber.

A canção, que se consolida cada vez mais na liderança da Billboard Hot 100 como um de seus principais sucessos latinos, sofreu pequenas quedas em relação aos índices comerciais registrados na semana passada, embora suas vendas ainda estejam altas. Ao todo, o single obteve aproximadamente 141 mil downloads (número 5% inferior ao da última atualização) e 68,3 milhões de execuções em plataformas de streaming (2% inferior). Apesar disso, a audiência em airplay cresce constantemente, chegando à 112 milhões de reproduções em rádios americanas ao longo dos últimos sete dias.

Por mais uma semana, contudo, a Billboard Hot 100 não apresenta grandes novidades quanto à novos lançamentos. A alteração de maior destaque entre as dez primeiras colocações da tabela fica por conta da nova posição de pico de “XO TOUR Llif3”, faixa viral de Lil Uzi Vert que sobe para o sétimo lugar devido ao seu crescimento em streams nesta semana. A canção substitui o posto anteriormente ocupado por “Stay”, parceria entre Zedd e Alessia Cara que desce para o nono degrau.

Além do rapper, Ed Sheeran também volta a crescer entre as colocações de destaque da lista. O sucesso absoluto do britânico, “Shape Of You”, retorna ao quarto lugar ao superar o desempenho de “HUMBLE.”, atual música de trabalho de Kendrick Lamar, provando o alto potencial de longevidade carregado pela faixa.

Com isso, as dez primeiras posições da Billboard Hot 100 são ocupadas pelos seguintes singles:

1. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (-)
2. “That’s What I Like”, Bruno Mars (-)
3. “I’m The One”, DJ Khaled com Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne (-)
4. “Shape Of You”, Ed Sheeran (5–4)
5. “HUMBLE.”, Kendrick Lamar (4–5)
6. “Mask Off”, Future (-)
7. “XO TOUR Llif3”, Lil Uzi Vert (9–7)
8. “Something Just Like This”, The Chainsmokers e Coldplay (-)
9. “Stay”, Zedd e Alessia Cara (7–9)
10. “Congratulations”, Post Malone e Quavo (-)

Pela primeira vez no ano, o primeiro lugar da Billboard 200 pertence a uma mulher. Encerrando um intervalo de mais de sete meses com artistas masculinos no topo e realizando um feito inédito em sua carreira, Halsey assume a liderança da parada americana de discos com o seu novo álbum de estúdio, “Hopeless Fountain Kingdom”, com o equivalente à cerca de 106 mil cópias vendidas.

“Hopeless Fountain Kingdom” é o primeiro título de uma artista feminina a ocupar o topo da Billboard 200 desde “Joanne”, último disco de Lady Gaga lançado em novembro do ano passado. Nos últimos 12 meses, apenas quatro mulheres obtiveram tal marca, paralelamente a 14 nomes masculinos e 10 grupos (incluindo apenas um com um membro feminino: o Pentatonix)

Apesar de ser o seu primeiro trabalho a assumir o topo, a cantora não teve seu maior número de vendas com “Hopeless Fountain Kingdom”. Isso porque os primeiros percentuais do disco estiveram abaixo de seu antecessor, “Badlands”, que mesmo com 115 mil unidades comercializadas, debutou na segunda posição.

O segundo grande lançamento da última atualização da Billboard 200 é do cantor de country Luke Combs. O americano assume a quinta colocação da lista com o seu álbum de estreia, “This One’s For You”, que reuniu aproximadamente 43 mil unidades vendidas pelos Estados Unidos, e sucede sua primeira aparição na tabela com o “This One’s For You EP”, que chegou apenas ao 151º posto.

Outro destaque dessa semana são os crescimentos das coletâneas musicais. Enquanto a “Summer Latin Hits 2017”, impulsionada pelo sucesso de “Despacito”, chegou à uma nova posição de pico ao subir para o oitavo lugar, a terceira versão da “Epic AF”, distribuída pela Epic Records, escalou para a terceira casa.

Por fim, o All Time Low também debutou em evidência na tabela americana de discos com seu primeiro trabalho com o selo da Fueled By Ramen, “Last Young Renegade”. O álbum agora ocupa o nono lugar com 33 mil cópias comercializadas, tornando-se o primeiro título do grupo a se encontrar entre os dez primeiros degraus da lista.

Os dez álbuns melhor posicionados na Billboard 200 atualmente são:

1. “Hopeless Fountain Kingdom”, Halsey (*)
2. “DAMN.”, Kendrick Lamar (-)
3. “Epic AF”, coletânea (11–3)
4. “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, The Beatles (3–4)
5. “This One’s For You”, Luke Combs (*)
6. “More Life”, Drake (4–6)
7. “÷”, Ed Sheeran (6–7)
8. “Summer Latin Hits 2017”, coletânea (9–8)
9. “Last Young Renegade”, All Time Low (*)
10. “24K Magic”, Bruno Mars (7–10)

OFFICIAL CHARTS
REINO UNIDO

Assim como já era amplamente esperado, Ariana Grande roubou a cena na parada britânica de singles com o relançamento de “One Last Time”, originalmente promovida em 2014. A faixa está sendo novamente divulgada em decorrência do ataque terrorista ocorrido em Manchester no mês passado na saída de um show da cantora, deixando 22 mortos e mais de 60 feridos, e sua arrecadação será voltada à Cruz Vermelha.

Com ajuda do “One Love Manchester”, evento realizado pela própria americana em Manchester em apoio da causa ao lado de diversos outros artistas de grande renome, a canção escalou dez posições rumo à vice-liderança do Official Charts com 61 mil downloads e 2,9 milhões de streams, sendo parada apenas pelo sucesso contínuo de “Despacito”, parceria de Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber.

Além de Ariana, o único nome inédito entre as dez primeiras colocações na última atualização da tabela de singles do Reino Unido é Niall Horan. O cantor, que também performou no “One Love Manchester”, chega ao sétimo lugar com a sua atual música de trabalho, “Slow Hands”, cujas vendas cresceram com seu novo desconto digital.

Essa é a nova posição de pico do integrante do One Direction no Official Charts, superando o desempenho obtido com o single de estreia solo do cantor, “This Town”, que estreou no nono posto da tabela há mais de um ano atrás.

Confira como são ocupadas as dez primeiras posições da parada britânica de singles nessa semana:

1. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (-)
2. “One Last Time”, Ariana Grande (12–2)
3. “I’m The One”, DJ Khaled com Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne (2–3)
4. “Strip That Down”, Liam Payne e Quavo (3–4)
5. “Unforgettable”, French Montana e Swae Lee (6–5)
6. “Mama”, Jonas Blue e William Singe (8–6)
7. “Slow Hands”, Niall Horan (21–7)
8. “There’s Nothing Holdin’ Me Back”, Shawn Mendes (5–8)
9. “Symphony”, Clean Bandit e Zara Larsson (7–9)
10. “Shape Of You”, Ed Sheeran (9–10)

Prosseguindo com o seu domínio no topo da lista de discos, Ed Sheeran retorna à liderança do Reino Unido com o seu último trabalho de estúdio, “÷”, que chega à sua 11ª atualização não consecutiva à frente da tabela. Para isso, o cantor superou as vendas de “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, trabalho clássico dos Beatles que reascendeu na semana passada com o lançamento de uma edição deluxe inédita em comemoração ao seu quinquagésimo aniversário.

Surpreendentemente, a parada britânica recebeu 12 novos títulos em sua última atualização, sendo cinco destes entre as dez primeiras posições. A estreia de maior destaque é do ex-vocalista e baixista do Pink Floyd, Roger Waters, que assume o terceiro lugar da tabela com o seu mais novo trabalho de estúdio solo, “Is This The Life We Really Want?”.

Abaixo do músico, se encontram quatro outros lançamentos (três de artistas britânicos), como o título homônimo de estreia de Dua Lipa, que debuta na quinta colocação; o novo projeto do Alt-J, “Relaxer”, que aparece apenas uma posição atrás, e “Last Young Renegade”, disco inédito do grupo americano All Time Low que ocupa a sétima posição.

Ainda entre os dez álbuns melhor colocados, destacam-se dois trabalhos antigos que retornaram às posições de destaque nessa semana. São eles “The Joshua Tree”, aclamado trabalho do U2 que reentrou no décimo lugar em virtude ao lançamento de uma versão especial em comemoração ao seu trigésimo aniversário de lançamento; e a coletânea de hits do Oasis, “Time Flies… 1994–2009”, impulsionada pelas performances dos sucessos da banda por Liam Gallagher e Coldplay no “One Love Manchester”.

Dado isso, as dez primeiras posições da tabela britânica de discos são ocupadas da seguinte maneira:

1. “÷”, Ed Sheeran (2–1)
2. “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, The Beatles (1–2)
3. “Is This The Life We Really Want?”, Roger Waters (*)
4. “Human”, Rag’n’Bone Man (3–4)
5. “Dua Lipa”, Dua Lipa (*)
6. “Relaxer”, Alt-J (*)
7. “Last Young Renegade”, All Time Low (*)
8. “Time Flies… 1994–2009”, Oasis (19–8)
9. “Without A Word”, Hank Marvin (*)
10. “The Joshua Tree”, U2 (*)


Após colaborar em dois grandes sucessos atuais, “Despacito”, de Luis Fonsi e Daddy Yankee, e “I’m The One”, do DJ Khaled, Justin Bieber deve conquistar uma visibilidade ainda maior com sua participação especial na mais nova canção de David Guetta, “2U”, apontada como a provável maior estreia da próxima semana nas tabelas de singles.

Já ambas as paradas de discos devem ser dominadas pela chegada do aguardadíssimo novo álbum de estúdio de Katy Perry, “Witness”. O título, que é o primeiro trabalho da cantora em quase quatro anos, tem grandes chances de aparecer no topo tanto nos Estados Unidos quanto no Reino Unido e deve dividir as estreias com “Ctrl”, projeto inédito de SZA, e “Ti Amo”, do Phoenix.

Além disso, a realização do Tony Awards, principal premiação da indústria do teatro nos Estados Unidos que ocorreu neste domingo (11), também deve influenciar as vendas das gravações de peças musicais, como é o caso de “Dear Evan Hansen”, da Broadway, que deve subir com grande destaque nas próximas atualizações.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.